Halotano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Halotano
Alerta sobre risco à saúde
Halothane.svg
Halothane-3D-vdW.png
Nome IUPAC 1-bromo-1-chloro-2,2,2-trifluoroethane
Identificadores
Número CAS 151-67-7
PubChem 3562
DrugBank DB01159
ChemSpider 3441
Código ATC N01AB01
Propriedades
Fórmula química C2HBrClF3
Massa molar 197.38 g mol-1
Aparência líquido volátil
Farmacologia
Metabolismo hepático
Excreção pulmões 80% inalterado[1]
Excepto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições PTN

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Halotano é o nome usual do derivado halogenado (2-bromo-2-cloro-1,1,1-trifluoretano), largamente utilizado como anestésico inalatório (inalador) anestésico. Ao contrário dos outros agentes anestésicos usados atualmente, que são derivados do éter, o halotano é um derivado alcano. Não causa irritação, é bem tolerado e é um potente hipnótico.[1]

Pode ser usado em asmáticos pois trata-se de um vasodilatador. Em alguns procedimentos obstétricos é utilizado pois produz relaxamento dos músculos da região uterina. É mais empregado em pacientes pediátricos.[1]

É amplamente utilizado em países em desenvolvimento por ter um custo baixo.[1]

Age em 1,3 a 3,5 minutos e seu efeito dura de 4 a 16 minutos.[1]

Contra indicações[editar | editar código-fonte]

É contra-indicado em pacientes com história prévia de hipertermia maligna ou naqueles suscetíveis e ainda em pacientes com insuficiência hepática pois o seu metabólito é altamente tóxico.

Causa hepatopatia leve em 20 a 25% dos pacientes e raramente lesão hepática grave (1/35000 em adultos).

Dados de experimentos em animais indicaram que o halotano pode ter potencial teratogênico em algumas espécies, sendo o seu uso não recomendado durante a gravidez.

Preparação[editar | editar código-fonte]

Um dos métodos de preparação do halotano consiste na reação de adição de ácido fluorídrico ao tricloroetileno em presença de tricloreto de antimônio seguida de uma reação de substituição com bromo:

Halothane synthesis.png

Notas e referências

  1. a b c d e [Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos. Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos. Formulário terapêutico nacional 2010: Rename 2010/Ministério da Saúde, Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos, Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos. – 2. ed. – Brasília: Ministério da Saúde, 2010.]
Ícone de esboço Este artigo sobre um composto orgânico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.