Midazolam

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Midazolam ( nome IUPAC 8-cloro-6-(2-fluorofenil)-1-metil-4H-Imidazo(1,5-a)(1,4)benzodiazepina ), de formula química C18H13ClFN3, à semelhança do diazepam, faz parte da classe dos benzodiazepínicos. Seu principal mecanismo de ação é nos receptores gabarérgicos aumentando a permeabilidade neuronal aos íons cloretos, colocando a célula em um estado de hiperpolarização. Seus principais efeitos são ansiólise, relaxamento muscular, amnésia e em altas doses pode causar hipnose. As principais vias de administração são a oral, intramuscular e endovenosa. Muito utilizado como pré-anestésico. Tem uma ação poderosa em postergar memórias de abusos sexuais traumáticos, desde que eles ainda venham a ocorrer, tendo em vista que sua ação é anterógrada. Pode ser utilizado como agente hipnótico em anestesia geral. É uma droga muito utilizada como sedativo em cirugias extensivas.

Nomes Comerciais[editar | editar código-fonte]

NOME DO  MEDICAMENTO
PAÍSES ONDE É COMERCIALIZADO
Dalam
Argentina
Dormicum
África do Sul, Alemanha, Argentina, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Espanha, Finlândia, Grécia, Hong Kong, Hungria, Israel, México, Nova Zelândia, Noruega, Portugal, Singapura, Suécia, Suíça, Tailândia
Dormid
Argentina
Drimnorth
Argentina
Gobbizolam
Argentina
Ormir
Argentina
Rem
Argentina
Hypnovel
Austrália, França, Inglaterra, Irlanda, Nova Zelândia
Dormire
Brasil
Dormium
Brasil
Dormonid
Brasil, Chile
Zolidan
Brasil
Versed
Canadá, Estados Unidos, França
Noctura
Chile
Midaselect
Alemanha
Fulsed
Índia, Malásia, Singapura
Midazol
Israel, Tailândia
Midolam
Israel
Ipnovel
Itália
Zolamid
Portugal

Abuso[editar | editar código-fonte]

Todas as benzodiazepinas são abusáveis. São as drogas legais mais abusadas no mundo até, e o seu uso legal é enorme em Portugal. Mas o maleato de midazolam (Dormicum) é a única benzodiazepina solúvel em água à venda em Portugal, o que torna o seu uso possivél para utilizadores intravenosos de drogas. Embora não comum em Portugal o seu abuso como droga intravenosa é possivél, e sendo assim é possivél que se use como adulterante para a droga intravenosa em Portugal número um, a heroína. Uma vez que o seu uso intravenoso causa uma sedação intensa e com um efeito amnésico bastante marcado torna bastante perigosa a sua injecção simultânea com heróina, a sedação extrema contribui muito para o aumento dos efeitos sedantes da heroína e contribui também para o aumento da depressão respiratória o que torna as overdoses muito mais possíveis de acontecer ao combinar as duas. Também perigosa devido ao seu efeito amnésico que por vezes faz com que o utilizador se esqueça que consumiu a droga e volte a consumir, por vezes isto acontecendo por mais do que uma vez. O uso de comprimidos dissolvidos em água para injecção é perigoso visto que é os comprimidos conteêm substâncias soluveis e não soluveis que depois de injectadas podem ter consequências graves para a saúde do utilzador, sendo a morte uma delas. O seu uso intravenoso é certamente muito mais degradante para a saúde fisíca e mental do seu utilizador.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre fármacos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Under construction icon-yellow.svg
Este artigo carece de caixa informativa.