Juliï Borisovich Khariton

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Juliï Borisovich Khariton
Física
Julii Borisovich Khariton em 1924
Nascimento 27 de fevereiro de 1904
Morte 18 de dezembro de 1996 (92 anos)
Atividade
Campo(s) Física
Orientador(es) Ernest Rutherford

Julii Borisovich Khariton ({{lang-ru|Ю́лий Бори́сович Харито́н; 27 de fevereiro de 190418 de dezembro de 1996) foi um físico soviético. Dedicado à pesquisa no campo da energia nuclear, foi o chefe do projeto da bomba atômica soviética e permaneceu no programa nuclear soviético por muitos anos.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Julii Khariton nasceu numa família judia, filho do jornalista Bóris Osipovich Khariton e da atriz Mirra Yakovlevna Burovskaya[1] . Seu pai trabalhou para o jornal Rech, órgão principal do Partido Democrático Constitucional. Em 1922, em função de um decreto de Lênin Boris foi expulso da Rússia Soviética e trabalhou num jornal de imigrantes na Letônia. Após a anexação da Letônia pela União Soviética, foi preso pela NKVD (a antecessora da KGB) e morreu num Gulag[2] . A mãe de Julii, Mira Burovskaya, também emigrou e na década de 1930 juntou-se a um grupo sionista de imigração para o então Mandato Britânico da Palestina. Julii foi proibido de manter contato com seus pais após ter começado a trabalhar em projetos sigilosos[3] .

Julii estudou no Instituto Politécnico de Leningrado de 1920 a 1925 sob o comando de Abram Ioffe e na Universidade de Cambridge de 1926 a 1928, sob o comando de Ernest Rutherford, obtendo um doutorado. Entre 1931 a 1946 ele chefiou o Laboratório de Explosão do Instituto de Físico-Química e recebeu um doutorado em de Ciências Físicas e Matemáticas em 1935. Durante esse período, Julii Khariton e Yakov Borisovich Zel'dovich conduziram cálculos da reação em cadeia do urânio. Ele foi eleito membro-correspondente da Academia de Ciências da União Soviética em 1946, tornando-se membro em 1953. Recebeu três condecorações de Herói do Trabalho Socialista (1949, 1951 e 1954), uma Ordem de Lenin em 1956 e três Prêmios do Estado Soviético (1949, 1951 e 1953), também recebendo a Medalha de Ouro de I.V.Kurchatov em 1974 e uma Medalha de Ouro Lomonossov, em 1982.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]