Lasier Martins

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lasier Martins
Nome completo Lasier Costa Martins
Nascimento 14 de abril de 1942 (72 anos)
General Câmara, RS
Nacionalidade  brasileiro
Ocupação jornalista e comentarista de televisão

Lasier Costa Martins (General Câmara, 14 de abril de 1942) é um jornalista e comunicador de televisão brasileiro.

Advogado de formação, trabalhou nas emissoras do Grupo RBS, uma das maiores empresas de comunicação do Brasil, onde foi comentarista, especialmente, por cerca de de 27 anos no Jornal do Almoço, da RBS TV (afiliada da Rede Globo no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina).

Em 7 de outubro de 2013, anunciou seu desligamento do Grupo RBS para concorrer a uma vaga no Senado Federal nas eleições de 2014.

Tornou-se um fenômeno da internet brasileira após a publicação de um vídeo em que recebe um choque elétrico ao vivo durante uma transmissão do programa Jornal do Almoço. A frase célebre "essas (pausa) mais de mesa", o fatídico choque elétrico e a pitoresca expressão da Âncora que segue o jornal como se nada tivesse acontecido, tornam o vídeo uma das pérolas incontestáveis da Internet.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira trabalhando na editoria de esportes da Rádio Guaíba, onde permaneceu por 24 anos. Paralelamente trabalhou como advogado da Souza Cruz, posteriormente desistindo de sua carreira como advogado.

Incidente[editar | editar código-fonte]

Um vídeo publicado em 2006, no site de vídeos YouTube, em que recebe um choque elétrico, ao tocar em um cacho de uvas durante a Festa da Uva de 1996, um evento na cidade de Caxias do Sul. Sendo distribuído rapidamente entre as pessoas, o vídeo teve mais de 2 milhões de visualizações em 4 anos no ar. Além disso, recebeu diversas versões modificadas, que parodiam o incidente.

A publicação do vídeo na internet se deu sete anos após o acidente, que foi transmitido ao vivo no programa Jornal do Almoço. O choque elétrico de 220 volts causado por um fio de iluminação desencapado derrubou o comunicador no chão, fazendo com que ficasse desacordado por alguns segundos.

Em entrevista para o portal G1, o apresentador relatou que não achou graça na divulgação do vídeo em que é protagonista: "O YouTube não tem graça".[1]

Em 23 de outubro de 2010, em uma edição comemorativa dos 38 anos de Jornal do Almoço no ar, Lasier desabafou o choque pela primeira vez aos telespectadores da televisão gaúcha, que mostrou também os bastidores do desespero no estúdio enquanto ele se recuperava; depois de usuários do Twitter que seguem o programa elegerem o feito como uma das imagens que fizeram sua história.

Entrada na política[editar | editar código-fonte]

No dia 7 de outubro de 2013, Lasier comunicou ao vivo, durante seu comentário no Jornal do Almoço, sua saída do Grupo RBS para se candidatar ao Senado, pelo PDT, em 2014.[2] O comunicado levou a uma representação contra o jornalista e ao Grupo RBS por propaganda eleitoral antecipada [3]

Referências