Messier 109

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Messier 109
Messier 109, projeto 2MASS
Descoberto por Pierre Méchain
Data de descoberta 1781de 19 de fevereiro
Dados observacionais (J2000)
Constelação Ursa Major
Tipo SB(s)cd[1]
Asc. reta 11h 57m 36.0s[2]
Declinação +53° 22′ 28″[2]
Distância 83,5 ± 24 Mal (25,6 ± 7,4 Mpc)
Redshift 0,003496 ± 0,000004[2]
(1121 ± 3 km/s)[2]
Magnit. apar. 10,6[2]
Dimensões 7,6 × 4,7 minutos de arco[2]
Outras denominações
NGC 3992,[2] MCG +09-20-044,[2] PGC 037617,[2] IRAS 11549+5339,[2] UGC 6937[2]
Mapa
Messier 109
Ursa Major constellation map.png

Messier 109 (NGC] 3992) é uma galáxia espiral barrada localizada a cerca de cinquenta e cinco milhões de anos-luz (aproximadamente 16,86 megaparsecs) de distância na direção da constelação de Ursa Maior. Possui aproximadamente cento e trinta mil anos-luz de diâmetro, uma magnitude aparente de 9,8, uma declinação de +53º 23' 28" e uma ascensão reta de 11 horas, 57 minutos e 36,0s.

A galáxia NGC 3992 foi descoberta em 12 de Março de 1781 por Pierre Méchain.

Descoberta e visualização[editar | editar código-fonte]

Messier 109, Hunter Wilson

A galáxia espiral barrada foi descoberta por Pierre Méchain em 19 de fevereiro de 1781, três semanas após a descoberta de Messier 97. O objeto chegou a ser considerado pelo astrônomo francês Charles Messier como a entrada "99" de seu catálogo de objetos do céu profundo, mas não encontrou oportunidades de medir com precisão sua posição. Como a data limite de submissão de trabalhos no anuário astronômico francês Connaissance des temps estava chegando, não houve tempo hábil para incluí-lo na edição final de seu catálogo.[3]

Anos mais tarde, Méchain menciona novamente o objeto em uma carta a Jacob Bernoulli e havia a pretensão de adicioná-la a uma quarta versão do catálogo, nunca concretizado. Finalmente, foi adicionado à versão moderna do catálogo de Messier por Owen Gingerich já nos meados do século XX.[3]

Características[editar | editar código-fonte]

A galáxia espiral barrada tem um comprimento aparente máximo de 7 minutos de arco, o que corresponde a um diâmetro real de 112 000 anos-luz, considerando sua distância em relação à Terra de 55 milhões de anos-luz. A galáxia de magnitude aparente 9,8 exibe apenas seu núcleo galáctico brilhante em telescópios amadores.[3]

Está se afastando radialmente do Sistema Solar a uma velocidade de 1142 km/s e é um membro do grupo esparso de galáxias de Ursa Maior, embora seja a maior galáxia de seu próprio grupo galáctico, o grupo M109.[3]

Apenas uma supernova, SN 1956A, do tipo I, foi registrada; descoberta em 17 de março de 1956, alcançou a magnitude aparente máxima de 12,3.[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Tully, R. B.; Fisher, J. R.. (1977). "A new method of determining distances to galaxies". Astronomy and Astrophysics 54 (3): 661–673 pp.. Bibcode1977A&A....54..661T.
  2. a b c d e f g h i j k NASA/IPAC Extragalactic Database. Results for M 109. Página visitada em 2006-10-10.
  3. a b c d e Hartmut Frommert e Christine Kronberg (21 de agosto de 2007). Messier Object 109 (em inglês). SEDS. Página visitada em 7 de junho de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Science.jpg    NGC 3990  •  NGC 3991  •  NGC 3992  •  NGC 3993  •  NGC 3994