Galáxia do Rodamoinho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
M51
Galáxia do Rodamoinho (M51A/B ou NGC5194/5). Crédito:NASA/ESA.
Dados observacionais (J2000)
Constelação Canes Venatici
Tipo SA(rs)bc
Asc. reta 13h 29m 52.7s
Declinação +47° 11′ 43″
Distância 23 ± 4 milhões de anos-luz (7.1 ± 1.2 Mpc)
Redshift 463 ± 3 km/s
Magnit. apar. 9.0
Dimensões 11′.2 × 6′.9
Características físicas
Raio anos-luz
Satélites NGC 5195 (M51B)
Outras denominações
Galáxia do Ponto de Interrogação, Galáxia de Rosse, M51a, NGC 5194, UGC 8493, PGC 47404, VV 001a, VV 403, Arp 85.
Mapa
Galáxia do Rodamoinho
Canes Venatici constellation map.png

Messier 51 (NGC 5194), conhecida como a Galáxia do Rodamoinho, é uma galáxia espiral (Sbc) na direção da constelação de Canes Venatici. Possui uma ascensão reta 13 horas, 29 minutos e 52,7 segundos e uma declinação de +47° 11' 43". Ela é o membro mais brilhante do Grupo M51, e possui uma galáxia companheira, denominada NGC 5195 ou M51B.

Foi descoberta originalmente pelo astrônomo francês Charles Messier em 13 de outubro de 1773.

Descoberta e visualização[editar | editar código-fonte]

A galáxia do Rodamoinho, Telescópio Espacial Hubble

A galáxia é uma das descobertas originais do astrônomo francês Charles Messier, que descobriu o objeto em 13 de outubro de 1773 enquanto observava um cometa, descrevendo-a como uma nebulosa tênue, sem estrelas, difícil de visualizar. Sua galáxia satélite, NGC 5195, também conhecida como Messier 51b, foi descoberta por Pierre Méchain em 21 de março de 1781 e mencionado na última edição do Catálogo Messier.[1]

Segundo Méchain, assistente de Messier, o sistema "é duplo, cada um tem um centro brilhante, separados por 4 minutos e 35 segundos de grau. As duas 'atmosferas' tocam uma a outra, sendo a primeira mais tênue que a segunda." Além de adicionar a descrição, Messier também adicionou ao catálogo um pequeno esboço, um desenho das duas "nebulosas", M51 e NGC 5195, um dos raros casos de um desenho detalhado elaborado por Messier de um de seus objetos ainda preservados. William Herschel catalogou a galáxia satélite como a entrada H I.186 de seu catálogo. Ainda há certa confusão de ambas as galáxias são o objeto Messier 51, justificada pelas próprias palavras de Messier, ou designa apenas a galáxia espiral, às vezes referida como M51a.[1]

Pode ser visto com telescópios amadores em um céu noturno em excelentes condições. Telescópios de abertura de 4 polegadas podem até mesmo definir alguns de seus braços.[1]

Características[editar | editar código-fonte]

É a galáxia dominante de um pequeno grupo galáctico, grupo M51, que também contém Messier 63 e várias outras galáxias menores. Está a cerca de 30 milhões de anos-luz em relação à Terra.[2] É uma galáxia grande e brilhante e é a primeira galáxia espiral a ser reconhecida como tal em 1845 por William Parsons, que fez um desenho rico em detalhes da galáxia e seu satélite. Por isso, a galáxia é às vezes referida como a galáxia de Rosse (Parsons era o terceiro conde de Rosse).[1]

A estrutura espiral pronunciada da galáxia do Rodamoinho é resultado do encontro com sua galáxia satélite, NGC 5195. Devido à interação, o gás na galáxia foi perturbado em comprimido em certas regiões, resultando na formação de novas estrelas. Comum em galáxias espirais, a estrutura espiral é preferivelmente induzido na galáxia mais maciça.

É classificado como uma galáxia Seyfert tipo 2.5, e seu núcleo já foi investigado pelo Telescópio Espacial Hubble, que também já investigou seus braços mais interiores e o Infrared Space Observatory já visualizou a galáxia no infravermelho.[1]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e Hartmut Frommert e Christine Kronberg (21 de agosto de 2007). Messier Object 51 (em inglês) SEDS. Página visitada em 28 de maio de 2012.
  2. M51: The Whirlpool Galaxy in Dust and Stars (em inglês) Astronomy Picture of the Day. Página visitada em 26 de fevereiro de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um objeto do céu profundo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Science.jpg    NGC 5192  •  NGC 5193  •  NGC 5194  •  NGC 5195  •  NGC 5196