Norman Foster

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Norman Foster
Norman Foster em Dresden, 2006.
Nome completo Norman Robert Foster, Barão Foster de Thames Bank
Nascimento 1 de junho de 1935 (78 anos)
Stockport, Cheshire
Nacionalidade Reino Unido britânica
Movimento Contemporâneo
Obras notáveis 30 St Mary Axe
Estádio de Wembley
8 Canada Square
Commerzbank Tower
Millennium Bridge
Aeroporto de Pequim
Prêmios Prémio Stirling(1998 e 2004)
Prémio Pritzker 1999
Prémio Mies van der Rohe 1990
Prémio Príncipe das Astúrias 2009

Norman Foster, Barão Foster do Tâmisa OM, RIBA (Stockport, 1 de junho de 1935) é um renomado arquiteto inglês, conhecido mundialmente pelo seu estilo ousado de desenhar prédios importantes, principalmente na Europa e na Ásia, e por sua preocupação com o meio ambiente.

Vida[editar | editar código-fonte]

Norman Foster nasceu na região de Stockport, numa família de origem humilde. Sempre se destacou como um aluno aplicado e por seu excelente desempenho nas escolas onde estudou e desde cedo demonstrou certo interesse pela arquitetura, principalmente pelas obras de Frank Lloyd Wright, Ludwig Mies van der Rohe e Le Corbusier.

Mas teve de abandonar os estudos aos 16 anos de idade para trabalhar no Manchester City antes de se alistar na RAF. Depois disso, Foster estudou arquitetura da Universidade de Manchester, graduando-se em 1961. Mais tarde se tornou amigo de Richard Rogers, seu futuro parceiro comercial, na Universidade de Yale onde concluiu seu mestrado. Retornou ao Reino Unido em 1962 e se tornou um dos maiores arquitetos da Europa.

Atualmente[editar | editar código-fonte]

Hoje, a Foster and Partners é conhecida mundialmente pelo estilo de arquitetura arrojada e por concretizar obras e restaurações dos prédios pertencentes aos órgãos do governo de diferentes países, utilizando sistemas inteligentes de projeto como, por exemplo, computadores.

Com 74 anos de idade, Norman Foster já declarou que não pensa em se aposentar, sendo que ele representa 85% das ações da Foster and Partners com uma fortuna avaliada entre 300 e 500 milhões de libras esterlinas.[1]

Reconhecimento[editar | editar código-fonte]

Foster foi condecorado com a Ordem do Mérito em 1997 e em 1999 foi feito elevado à condição de Barão, sendo conhecido atualmente como Barão Foster do Tâmisa. É também o segundo arquiteto britânico a ganhar o Prémio Stirling duas vezes, sendo a primeira vez pelo Museu Imperial de Duxford em 1998 e a segunda pelo 30 St Mary Axe em 2004. Em 2009 foi premiado com o Prémio Príncipe das Astúrias.

Principais obras[editar | editar código-fonte]

Alemanha[editar | editar código-fonte]

China[editar | editar código-fonte]

Espanha[editar | editar código-fonte]

França[editar | editar código-fonte]

Reino Unido[editar | editar código-fonte]

Estados Unidos[editar | editar código-fonte]

Referências


Precedido por
Renzo Piano
Prémio Pritzker
1999
Sucedido por
Rem Koolhaas