São João do Polêsine

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de São João do Polêsine
"Polêsine"
A igreja do Corpus Christi, em Vale Vêneto

A igreja do Corpus Christi, em Vale Vêneto
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Fundação 20 de março de 1992 (22 anos)
Gentílico polesinense
CEP 97230-000
Prefeito(a) Valserina Maria Bulegon Gassen (PMDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de São João do Polêsine
Localização de São João do Polêsine no Rio Grande do Sul
São João do Polêsine está localizado em: Brasil
São João do Polêsine
Localização de São João do Polêsine no Brasil
29° 36' 50" S 53° 26' 45" O29° 36' 50" S 53° 26' 45" O
Unidade federativa  Rio Grande do Sul
Mesorregião Centro Ocidental Rio-grandense IBGE/2008[1]
Microrregião Restinga Seca IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Faxinal do Soturno, Restinga Seca e Silveira Martins
Distância até a capital 230 km
Características geográficas
Área 85,633 km² [2]
População 2 635 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 30,77 hab./km²
Altitude 37 m
Clima subtropical úmido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,804 muito alto PNUD/2000[4]
PIB R$ 33 719,216 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 12 124,85 IBGE/2008[5]
Página oficial

São João do Polêsine é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 29º36'50" sul e a uma longitude 53º26'44" oeste, estando a uma altitude de 37 metros.

Possui uma área de 89,32 km² e sua população estimada em 2004 era de 2 891 habitantes, a maioria de origem italiana.

Têm sete distritos: sede, Vale Vêneto, Recanto Maestro, Vila Nova São Lucas, Vila Ceolim, Linha do Monte e Linha Bonfim.

História[editar | editar código-fonte]

Em 2006 foi inaugurada sua primeira biblioteca pública, que hoje conta com um acervo de duas mil obras.

Protegida por um belo vale na tranquilidade do interior gaúcho, São João do Polêsine nasceu da união da religiosidade e da saudade da velha terra.

Uma forma de agradecer ao Padroeiro São João Batista a boa acolhida na terra nova e manter viva na lembrança a Polêsine das planícies do Rio Pôm no norte da Itália.

Situada na parte central do Vale do Jacuí, está a 45 quilometros de Santa Maria e integra a Quarta Colônia de Imigração Italiana do Estado. Com seus 3 mil habitantes é uma cidade em desenvolvimento. A emancipação chegou em 1992 com o empenho da população, que acreditou no potencial de crescimento desta terra. A vocação para trabalhar a terra fica visível antes mesmo de chegar-se em São João do Polêsine, quando as plantações de arroz indicam ao visitante que a cidade está próxima. Essa relação com a natureza fez com que os seus recursos naturais se mantivessem muito bem preservados. Programar-se para um passeio pelos vales e morros que cercam São João do Polêsine ou conhecer a reserva das Pedras Brancas, uma área de mata nativa, com trilhas ecológicas são opções das mais saudáveis.

Como toda a cidade italiana, ainda que de imigrantes, a religiosidade em São João do Polêsine é marcante. Capelas e capitéis se espalham pelas muitas localidades, com sua arquitetura muito peculiar. Em São João do Polêsine, fica o marco onde nasceu o Diácono João Luiz Pozzobon, que poderá vir a ser santo. Para conhecer o Monumento à Nossa Senhora da Salete, a Padroeira dos Agricultores, e conteplar a beleza do vale é preciso antes subir os seus 77 degraus, mas a visão é recompensadora.

Andar pela tranquila Polêsine, é respirar os ares do passado. A máquina a vapor, usada para irrigar as lavouras ainda mantém a imponência dos velhos tempos e ajuda a contar parte da história da cidade. Grande parte da população de Polêsine trabalha na agricultura. São famílias que tiram seu sustento da terra, cultivando arroz - o forte da produção - milho, feijão ou trabalhando na agropecuária e indústrias de beneficiamento. A Festa Regional do Arroz realizada no 3º. domingo de maio, traz a Polêsine gente de diversas cidades vizinhas, que vêm para provar o melhor arroz produzido na região e demais pratos da gastronomia italiana.

Filhos ilustres[editar | editar código-fonte]

É a cidade natal do missionário João Luiz Pozzobon, que está com processo de canonização em aberto.

O livro Heroi hoje, não amanhã, conta a vida do nosso parente João Luiz Pozzobon

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.