Agnelo Alves

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Agnelo Alves
Deputado estadual do  Rio Grande do Norte
Período 1 de janeiro de 2011
até 21 de junho de 2015
Prefeito de  Parnamirim
Período de 1 de janeiro de 2001
até 1 de janeiro de 2009
Antecessor(a) Raimundo Marciano de Freitas
Sucessor(a) Maurício Marques
Senador pelo  Rio Grande do Norte
Período 19 de julho de 1999
até 31 de dezembro de 2000
Prefeito de  Natal
Período 1966 até 1969
Antecessor(a) Tertius César Rebello
Sucessor(a) Ernani Alvez da Silveira
Dados pessoais
Nascimento 16 de julho de 1932
Ceará-Mirim, RN
Morte 21 de junho de 2015 (82 anos)
São Paulo, São Paulo
Nacionalidade brasileiro Brasil
Cônjuge Celina Alves
Partido PMDB

PSB

PDT

Ocupação político, jornalista

Agnelo Alves (Ceará-Mirim, 16 de julho de 1932São Paulo (cidade), 21 de junho de 2015) foi um político e jornalista brasileiro.[1]

Foi membro de uma das famílias mais influentes do Rio Grande do Norte: irmão de Aluízio Alves, pai de Carlos Eduardo Alves e tio de Henrique Eduardo Alves e Garibaldi Alves Filho. Assim como o irmão, também foi jornalista.[2]

Eleito prefeito de Natal, governou de 1966 até 1969, pelo MDB, quando foi teve seus direitos políticos cassados em maio de 1969.

Como primeiro suplente do senador Fernando Bezerra, assumiu o mandato entre 3 de agosto de 1999 a 31 de dezembro de 2000 pelo PMDB.

Ainda em 2000, elegeu-se prefeito de Parnamirim, pelo PMDB, sendo reeleito em 2004, pelo PSB.[3]

Já filiado ao PDT, elegeu-se Dep. Estadual em 2010, sendo reeleito em 2014.

No dia 21 de junho de 2015 veio a falecer em São Paulo, vítima de um câncer.

Referências

  1. «Morre em São Paulo o deputado estadual Agnelo Alves». Tribuna do Norte. Empresa Jornalística Tribuna do Norte. 21 de junho de 2015. Consultado em 21 de junho de 2015. 
  2. Tribuna do Norte
  3. Natal Press

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Tertius César Rabello
Prefeito de Natal
1966 - 1969
Sucedido por
Ernani Alves da Silveira