Alfredo Bruto da Costa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Alfredo Bruto da Costa
Alfredo Bruto da Costa
Ministro(a) de Portugal Portugal
Período V Governo Constitucional
  • Ministro da Coordenação Social
    e dos Assuntos Sociais
Dados pessoais
Nascimento 5 de agosto de 1938
Morte 11 de novembro de 2016 (78 anos)

Alfredo Bruto da Costa (Goa, Goa Sul, Salsete, Margão, 5 de agosto de 1938Lisboa, 11 de novembro de 2016) foi um político português.

Família[editar | editar código-fonte]

Filho de António Anastásio Bruto da Costa (Goa, Goa Sul, Salcete, Margão, 9 de Agosto de 1902 - Goa, Goa Sul, Salcete, Margão, 16 de Agosto de 1984) que liderou um grupo também conhecido como o "Círculo de Margão" que pretendia uma maior autonomia de Goa perante Portugal durante o Estado Novo[1], descendente directo por varonia de Marada Poi, Brâmane Gaud Saraswat do século XVI, e de sua mulher e prima (Goa, Goa Sul, Salcete, Margão, 20 de Janeiro de 1934) Lucília Esmeralda da Costa Barbosa (Goa, Goa Sul, Salcete, Margão, 19 de Agosto de 1912 - ?), ambos Goeses católicos.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Casado, licenciado em Engenharia pelo IST Instituto Superior Técnico da Universidade Técnica de Lisboa, ocupou o cargo de Ministro da Coordenação Social e dos Assuntos Sociais no V Governo Constitucional da então Primeira Ministra Maria de Lurdes Pintassilgo.

Foi o 203.º Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa de 1974 a 1980.

Doutorou-se em Ciências Sociais pela University of Bath, Reino Unido, com tese intitulada “O Paradoxo da Pobreza - Portugal, 1980-1989”, com equivalência ao Grau de Doutor em Sociologia, pela Universidade Nova de Lisboa.

Exerceu funções de docência universitária na Universidade Católica Portuguesa (UCP), no Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG) e no Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (ISCTE) e Catedrático na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, nas áreas da pobreza e exclusão social, problemas sociais e política social.

Foi Presidente da CNJP Comissão Nacional Justiça e Paz desde 2008 até finais de 2014.

Foi membro do Conselho de Estado entre Setembro de 2014 e Janeiro de 2016, em substituição de António José Seguro, que renunciou ao cargo quando perdeu as eleições internas do PS.

Morreu a 11 de novembro de 2016, aos 78 anos de idade, vítima de cancro, na sua residência, em Lisboa.[2]

Funções governamentais exercidas[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Acácio Pereira Magro
(como ministro dos Assuntos Sociais)
Ministro da Coordenação Social
e dos Assuntos Sociais

V Governo Constitucional
1979 – 1980
Sucedido por
João Morais Leitão
(como ministro dos Assuntos Sociais)
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.