Lista de ministros da Economia de Portugal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bandeira de ministro de Portugal.
Manuel Caldeira Cabral, atual ministro da Economia.

Esta é uma lista de ministros com a pasta da Economia em Portugal, entre a criação do Ministério da Economia a 28 de agosto de 1940 e a atualidade. A lista cobre o período ditatorial do Estado Novo (1926–1974) e o atual período democrático (1974–atualidade).

Designação[editar | editar código-fonte]

O primeiro ministério dedicado à área económica surgiu em 1852, com a designação de Ministério das Obras Públicas, Comércio e Indústria, renomeado Ministério do Fomento com o advento da República. A partir 1917, os assuntos relacionados com o setor económico foram, sucessivamente, separados e reunidos em diferentes ministérios, nomeadamente: Ministério do Comércio (1917–1919), Ministério da Agricultura (1918–1932; 1933–1940), Ministério do Comércio e Comunicações (1919–1932), Ministério do Comércio, Indústria e Agricultura (1932–1933), Ministério do Comércio e Indústria (1933–1940). Em 1940 é criado o Ministério da Economia, com atribuição de regulação da maior parte do setor económico.

Entre 1940 e o presente, o atual cargo de ministro da Economia teve as seguintes designações:

  • Ministro da Economia — designação usada entre 28 de agosto de 1940 e 15 de março de 1974;
  • Ministro das Finanças e Coordenação Económica — designação usada entre 15 de março de 1974 e 16 de maio de 1974;
  • Ministro da Coordenação Económica — designação usada entre 16 de maio de 1974 e 17 de julho de 1974;
  • Ministro da Economia — designação usada entre 17 de julho de 1974 e 26 de março de 1975;
  • Ministro do Planeamento e Coordenação Económica — designação usada entre 26 de março de 1975 e 19 de setembro de 1975;
  • Cargo abolido — entre 19 de setembro de 1975 e 23 de julho de 1976;
  • Ministro do Plano e Coordenação Económica — designação usada entre 23 de julho de 1976 e 30 de janeiro de 1978
  • Coordenação económica integrada no Ministério das Finanças e do Plano — entre 30 de janeiro de 1978 e 22 de novembro de 1978;
  • Coordenação económica repartida:
    • Vice-primeiro-ministro para os Assuntos Económicos e Integração Europeia — designação usada entre 22 de novembro de 1978 e 1 de agosto de 1979;
    • Coordenação económica integrada no Ministério das Finanças e do Plano — entre 22 de novembro de 1978 e 1 de agosto de 1979;
  • Ministro da Coordenação Económica e do Plano — designação usada entre 1 de agosto de 1979 e 3 de janeiro de 1980;
  • Coordenação económica integrada no Ministério das Finanças e do Plano — entre 3 de janeiro de 1980 e 6 de novembro de 1985;
  • Área económica dispersa por vários ministérios — entre 6 de novembro de 1985 e 28 de outubro de 1995;
  • Ministro da Economia — designação usada entre 28 de outubro de 1995 e 17 de julho de 2004;
  • Ministro de Estado, das Atividades Económicas e do Trabalho — designação usada entre 17 de julho de 2004 e 12 de março de 2005;
  • Ministro da Economia e da Inovação — designação usada entre 12 de março de 2005 e 26 de outubro de 2009;
  • Ministro da Economia, da Inovação e do Desenvolvimento — designação usada entre 26 de outubro de 2009 e 21 de junho de 2011;
  • Ministro da Economia e do Emprego — designação usada entre 21 de junho de 2011 e 24 de julho de 2013;
  • Ministro da Economia — designação usada entre 24 de julho de 2013 e o presente.

Ministérios de coordenação económica e períodos sem ministério[editar | editar código-fonte]

A partir de 26 de março de 1975, com a tomada de posse do IV Governo Provisório, vários setores da economia (como o da Agricultura, o do Comércio e o da Indústria) obtiveram um ministério próprio, existindo, contudo, e não obstante, um ministério destinado à coordenação econónima geral (Ministério do Planeamento e Coordenação Económica), que duraria até 19 de setembro do mesmo ano, e à tomada de posse do VI Governo Provisório onde era inexistente. A 23 de julho de 1976, com a tomada de posse do I Governo Constitucional (1976–1978), é recriado um ministério de coordenação económica (o Ministério do Plano e Coordenação Económica), mantendo-se, no entanto, várias áreas da economia com ministério próprio. No II e no III Governo Constitucional (ambos de 1978) este ministério foi novamente abolido, integrando-se a coordenação económica no Ministério das Finanças e do Plano. Uma nova supervisão sobre as áreas económicas surge através de um vice-primeiro-ministro para os Assuntos Económicos e Integração Europeia, com o IV Governo Constitucional (1978–1979), mantendo-se os vários outros ministérios de cariz económico. A par do vice-primeiro-ministro, continuou também a estar integrada parte da coordenação económica no Ministério das Finanças e do Plano. No V Governo Constitucional (1979–1980), essa função de coordenação coube ao Ministério da Coordenação Económica e do Plano. Entre 1980 e 1985, os vários setores económicos mantiveram-se divididos em vários ministérios, com a coordenação económica integrada novamente no Ministério das Finanças e do Plano. A partir de 1985, com a criação do Ministério do Plano e da Administração do Território, o planeamento e coordenação económicos deixaram de ter ministério próprio, já que nas suas atribuições o novo ministério perde o cariz exclusivamente económico, sendo de cariz estratégico nacional, de administração local, de ordenamento do território, entre outros. Desta feita, entre 1985 e 1995 não houve um ministério único para coordenar a área económica. Em 1995, com a tomada de posse do XIII Governo Constitucional, os ministérios de cariz económico (na altura, Ministério do Comércio e Turismo e Ministério da Indústria e Energia) são fundidos, recriando-se o Ministério da Economia. Hoje o ministério engloba não só as áreas do comércio, turismo e indústria, como também as áreas dos transportes, comunicações ou obras públicas.

Nesta lista incluem-se, não apenas os ministros da Economia, mas também os ministros detentores da pasta da coordenação económica quando essa nomenclatura é utilizada para o respetivo ministério (e também no caso do vice-primeiro-ministro para os Assuntos Económicos e Integração Europeia). Para os ministros do Plano ou do Planeamento ver, para os períodos em que a coordenação económica esteve a cargo do ministro das Finanças e do Plano, o Lista de ministros das Finanças de Portugal, e para os ministros do Plano/Planeamento ver Lista de ministros do Plano e do Planeamento de Portugal.

Numeração[editar | editar código-fonte]

Os períodos em que o cargo foi ocupado por órgãos coletivos também não contam na numeração desta lista. São contabilizados os períodos em que o ministro esteve no cargo ininterruptamente, não contando se este serve mais do que um mandato consecutivo.

Lista[editar | editar código-fonte]

Legenda de cores
[nota 1]

(para partidos e correntes políticas)

Segunda República (1926–1974)[editar | editar código-fonte]

# Ministro da Economia
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato Governo
Estado Novo (1933–1974)
1 Rafael da Silva Neves Duque
(1893–1969)
Rafael Duque.jpg 28 de agosto de 1940 6 de setembro de 1944  
II
Oliveira Salazar
2 Clotário Luís Supico Ribeiro Pinto
(1909–1986)
Clotário Luís Supico Pinto.jpg 6 de setembro de 1944 4 de fevereiro de 1947
3 Daniel Maria Vieira Barbosa
(1908–1986)
Daniel Maria Vieira Barbosa.jpg 4 de fevereiro de 1947 16 de outubro de 1948
4 António Júlio de Castro Fernandes
(1903–1975)
António Júlio de Castro Fernandes.jpg 16 de outubro de 1948 2 de agosto de 1950
5 Ulisses Cruz de Aguiar Cortês
(1900–1975)
Ulisses Cortês.jpg 2 de agosto de 1950 14 de agosto de 1958
6 José do Nascimento Ferreira Dias Júnior
(1900–1966)
José Ferreira Dias.jpg 14 de agosto de 1958 4 de dezembro de 1962
7 Luís Maria Teixeira Pinto
(1927–2012)
Sin foto.svg 4 de dezembro de 1962[nota 2] 19 de março de 1965
8 José Gonçalo da Cunha Sottomayor Correia de Oliveira
(1921–1976)
José Gonçalo Correia de Oliveira.jpg 19 de março de 1965 27 de março de 1969  
II
Oliveira Salazar
 
III
Caetano
9 João Augusto Dias Rosas
(1921–)
Sin foto.svg 27 de março de 1969 11 de agosto de 1972
10 Manuel Artur Cota Agostinho Dias
(1929–)
Sin foto.svg 11 de agosto de 1972 15 de março de 1974
# Ministro das Finanças e Coordenação
Económica
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato
Manuel Artur Cota Agostinho Dias
(continuação)
(1929–)
Sin foto.svg 15 de março de 1974 25 de abril de 1974

Terceira República (1974–presente)[editar | editar código-fonte]

# Ministro das Finanças e Coordenação
Económica
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato Governo
Junta de Salvação Nacional (1974)
Junta de Salvação Nacional
composta por:
António Sebastião Ribeiro de Spínola (Presidente)
Francisco da Costa Gomes
Jaime Silvério Marques
Manuel Diogo Neto
Carlos Galvão de Melo
José Baptista Pinheiro de Azevedo
António Alva Rosa Coutinho
Coat of arms of Portugal.svg 25 de abril de 1974 16 de maio de 1974  
——
Governos Provisórios (1974–1976)
# Ministro da Coordenação Económica
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato Governo
11 Vasco Vieira de Almeida
(1932–)
Sin foto.svg 16 de maio de 1974 17 de julho de 1974  
I Prov.
Palma Carlos
# Ministro da Economia
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato Governo
12 Emílio Rui da Veiga Peixoto Vilar
(1939–)
Sin foto.svg 17 de julho de 1974 26 de março de 1975  
II Prov.
Gonçalves
 
III Prov.
Gonçalves
# Ministro do Planeamento e Coordenação
Económica
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato Governo
13 Mário Luís da Silva Murteira
(1933–2013)
Mário Murteira.jpg 26 de março de 1975 19 de setembro de 1975  
IV Prov.
Gonçalves
 
V Prov.
Gonçalves
Cargo extinto Coat of arms of Portugal.svg 19 de setembro de 1975 23 de julho de 1976   ——
Governos Constitucionais (1976-Presente)
# Ministro do Plano e Coordenação
Económica
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato Governo
14 António Francisco Barroso de Sousa Gomes
(1936–2015)
António Sousa Gomes.jpg 23 de julho de 1976 30 de janeiro de 1978  
I
Soares
Cargo extinto Coat of arms of Portugal.svg 30 de janeiro de 1978 22 de novembro de 1978   ——
# Vice-primeiro-ministro para os Assuntos
Económicos e Integração Europeia
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato Governo
15 Manuel Jacinto Nunes
(1926–2014)
Manuel Jacinto Nunes.jpg 22 de novembro de 1978 1 de agosto de 1979  
IV
Mota Pinto
# Ministro da Coordenação Económica
e do Plano
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato Governo
16 Carlos Jorge Mendes Corrêa Gago
(1934–2015)
Carlos Corrêa Gago.JPG 1 de agosto de 1979 3 de janeiro de 1980  
V
Pintasilgo
Cargo extinto Coat of arms of Portugal.svg 3 de janeiro de 1980 28 de outubro de 1995   ——
# Ministro da Economia
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato Governo
17 Daniel Bessa Fernandes Coelho
(1948–)
Daniel Bessa na Exponor.jpg 28 de outubro de 1995 27 de março de 1996  
XIII
Guterres
18 Augusto Carlos Serra Ventura Mateus
(1950–)
Sin foto.svg 27 de março de 1996 25 de novembro de 1997
19 Joaquim Augusto Nunes de Pina Moura
(1952–)
Sin foto.svg 25 de novembro de 1997 14 de setembro de 2000  
XIII
Guterres
 
XIV
Guterres
20 Mário Cristina de Sousa
(1946–)
Sin foto.svg 14 de setembro de 2000 3 de julho de 2001
21 Luís Garcia Braga da Cruz
(1942–)
Sin foto.svg 3 de julho de 2001 6 de abril de 2002
22 Carlos Manuel Tavares da Silva
(1953–)
Sin foto.svg 6 de abril de 2002 17 de julho de 2004  
XV
Durão Barroso
# Ministro de Estado, das Atividades
Económicas e do Trabalho
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato Governo
23 Álvaro Roque de Pinho de Bissaia Barreto
(1936–)
Sin foto.svg 17 de julho de 2004 12 de março de 2005  
XVI
Santana Lopes
# Ministro da Economia e da Inovação
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato Governo
24 Manuel António Gomes de Almeida de Pinho
(1954–)
Manuel Pinho.jpg 12 de março de 2005 6 de julho de 2009  
XVII
Sócrates
25 Fernando Teixeira dos Santos
(1951–)
Teixeira dos Santos-2.jpg 6 de julho de 2009 26 de outubro de 2009
# Ministro da Economia, da Inovação e
do Desenvolvimento
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato Governo
26 José António da Fonseca Vieira da Silva
(1953–)
ImageGen.jpg 26 de outubro de 2009 21 de junho de 2011  
XVIII
Sócrates
# Ministro da Economia e do Emprego
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato Governo
27 Álvaro Miguel Rodrigues dos Santos Pereira
(1972–)
Álvaro Santos Pereira (cropped).jpg 21 de junho de 2011 24 de julho de 2013  
XIX
Passos Coelho
# Ministro da Economia
(Nascimento–Morte)
Retrato Início do mandato Fim do mandato
28 António de Magalhães Pires de Lima
(1962–)
António Pires de Lima.jpeg 24 de julho de 2013 30 de outubro de 2015
29 Luís Miguel Gubert de Morais Leitão
(1964–)
Miguel Morais Leitão.jpg 30 de outubro de 2015 26 de novembro de 2015  
XX
Passos Coelho
30 Manuel de Herédia Caldeira Cabral
(1968–)
Retrato oficial Caldeira Cabral.jpg 26 de novembro de 2015 presente  
XXI
Costa

Lista de ministros da Economia vivos[editar | editar código-fonte]

Nome Mandato(s) Idade
João Dias Rosas 1969–1972 96 anos e 301 dias
Manuel Cota Dias 1972–1974 88 anos e 296 dias
Vasco Vieira de Almeida 1974 85 anos e 248 dias
Rui Vilar 1974–1975 78 anos e 212 dias
Daniel Bessa 1995–1996 69 anos e 223 dias
Augusto Mateus 1996–1997 67 anos e 110 dias
Joaquim Pina Moura 1997–2000 65 anos e 296 dias
Mário Cristina de Sousa 2000–2001 71 anos e 64 dias
Luís Braga da Cruz 2001–2002 75 anos e 199 dias
Carlos Tavares 2002–2004 64 anos e 255 dias
Álvaro Barreto 2004–2005 81 anos e 348 dias
Manuel Pinho 2005–2009 63 anos e 48 dias
Fernando Teixeira dos Santos 2009 66 anos e 93 dias
José António Vieira da Silva 2009–2011 64 anos e 304 dias
Álvaro Santos Pereira 2011–2013 45 anos e 342 dias
António Pires de Lima 2013–2015 55 anos e 252 dias
Miguel Morais Leitão 2015 53 anos e 312 dias
Manuel Caldeira Cabral 2015– 49 anos e 231 dias

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Na atribuição das cores tenta-se, nesta lista, respeitar as cores predominantes na simbologia dos partidos políticos do pós-25 de abril, bem como da União Nacional/Ação Nacional Popular.
  2. Luís Maria Teixeira Pinto foi exonerado a seu pedido temporariamente a 29 de março de 1963, tendo sido novamente nomeado ministro da Economia, dezoito dias depois, a 16 de abril. Contudo, durante este período, surgem publicados vários diplomas em Diário de Governo com a sua assinatura.

Ver também[editar | editar código-fonte]