Chicago Fire Soccer Club

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Chicago Fire SC
Chicago Fire SC.png
Nome Chicago Fire Soccer Club
Alcunhas La Maquina Roja
Men in Red
Firemans
Firesoldiers
Fundação 8 de outubro de 1997 (20 anos)
Estádio Toyota Park
Capacidade 20.000
Localização Bridgeview, Illinois
Proprietário Estados Unidos Andrew Hauptman
Treinador Sérvia Veljko Paunovic
Patrocinador Estados Unidos Valspar paint
Material (d)esportivo Alemanha Adidas
Competição Major League Soccer
Website [1]
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

O Chicago Fire Soccer Club, mais conhecido como Chicago Fire, é um clube profissional de futebol dos Estados Unidos localizado em Bridgeview, Illinois. Participa da Major League Soccer. Foi fundado em 8 de outubro de 1997 no aniversário de 126 anos do Grande Incêndio de Chicago, fato que ocorreu em 1871, por integrantes do Corpo de Bombeiros de Chicago. Em 1998, sua primeira temporada na Major League Soccer, o Chicago Fire conquistou a MLS Cup e a U.S. Open Cup. Também ganhou em a U.S. Open Cup em 2000, 2003 e 2006.

O Chicago Fire tem um acordo de cooperação com o Morelia, time da Primeira Divisão Mexicana desde 2001. O acordo prevê trocas de experiencias tais como jogadores, treinadores e comissão tecnica e o desenvolvimento de ambos os clubes.

As cores oficiais do time são vermelho e branco; preto, azul marinho e azul claro também tem sido usado pelo Fire como cores alternativas no decorrer da sua história.

História[editar | editar código-fonte]

Vista Geral[editar | editar código-fonte]

O Clube foi fundado em 8 de outubro de 1997,por integrantes do Corpo de Bombeiros de Chicago, sendo o mais bem sucedido clube na história moderna da U.S Open Cup, ganhando-a em 1998, 2000, 2003, e 2006. Um dos maiores rivais do clube é o FC Dallas. Desde 2001, os dois clubes competem anualmente pela Brimstone Cup (que foi estabelecido pelos torcedores de ambos os clubes) que vai para a equipe que vencer mais jogos entre eles na temporada. Enquanto o FC Dallas permanece como o rival histórico, recentemente a rivalidade que mais cresce é contra o New England Revolution com os clubes sempre jogando o último jogo da temporada desde 2001. O Fire sempre jogou no Soldier Field, mas agora eles tem o seu próprio estádio, o Toyota Park. O Fire também tem uma relação bem próxima com outro time de Chicago, o Chicago Sting. Frequentemente são realizados jogos entre ambas as equipes em eventos, reuniões etc.

O Chicago Fire já teve vários astros vestindo sua camisa, tais como: Chris Armas, Frank Klopas, Eric Wynalda, DaMarcus Beasley, Josh Wolff, Tony Sanneh, Carlos Bocanegra, Justin Mapp, Jesse Marsch, C.J. Brown, Ante Razov, Zach Thornton, Chris Rolfe, Piotr Nowak, Luboš Kubík, Hristo Stoichkov, Tomasz Frankowski e Cuauhtémoc Blanco.

Fundação e Sucesso[editar | editar código-fonte]

Fundado no aniversário do Grande Incêndio de Chicago em 1997 por integrantes do Corpo de Bombeiros da referida cidade, com uma grande festa em seu quartel, o Chicago Fire Soccer Club imediatamente trouxe jogadores das mais variadas nacionalidades, trazendo por exemplo os Polonêses Peter Nowak, Jerzy Podbronzny, e Roman Kosecki, o Mexicano Jorge Cmpos e o Tcheco Lubos Kubik. Enquanto esses mostravam os seus jogando pelo Chicago Fire (especialmente Nowak, que foi capitão por 5 anos) foram os jovens jogadores americanos que promoveram em sua grande maioria o sucesso continuado até os dias de hoje, além de ter em seu quadro de atletas vários soldados e oficiais, não somente do Corpo de Bombeiros de Chicago, mas de várias outras corporações. O clube, contra todas as expectativas, conquistou o chamado "double" em 1998: Vencendo o DC United no final da liga no Rose Bowl, levando assim a MLS Cup, e uma semana depois vencendo o Columbus Crew em Chicago, vencendo U.S Open Cup.

O sucesso continuou algumas temporadas depois, atigindo em 2000 a MLS CUP (perdendo para o Kansas City) mas ganhando a U.S Open Cup do mesmo ano.

Liga dos Campeões da CONCACAF[editar | editar código-fonte]

Na Liga dos Campeões da CONCACAF foi terceiro colocado em duas ocasiões: em 1999 e 2004.

Superliga[editar | editar código-fonte]

Em 2008, o Chicago fire ficou em 3º lugar na MLS Supporters' Shield o que habilitou a equipe a disputar pela primeira vez a Superliga em 2009. Chegou à final da competição e obteve o vice-campeonato.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Nacionais
Competição Títulos Temporadas
MLS Cup.svg MLS Cup 1 1998
CommunityShield.png MLS Supporters' Shield 1 2003
Carling.png Lamar Hunt U.S. Open Cup 4 1998, 2000, 2003, 2006
Estados Unidos MLS Reserve Division 1 2014
Regionais
Competição Títulos Temporadas
Estados Unidos Carolina Challenge Cup 1 2013
Estados Unidos Brimstone Cup 6 1998, 2000, 2001, 2012, 2013, 2014
Carling.png Desert Diamond Cup 1 2014
Conferência
Competição Títulos Temporadas
Estados Unidos MLS Eastern Conference (Playoff) 1 2003
Estados Unidos MLS Eastern Conference (Regular Season) 1 2003
Estados Unidos MLS Western Conference (Playoff) 1 1998
Estados Unidos MLS Central Division (Regular Season) 2 2000, 2001
Outros Títulos
Competição Títulos Temporadas
Estados Unidos MLS Fair Play Award 1 2009

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Internacionais[editar | editar código-fonte]

Nacionais[editar | editar código-fonte]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Participações[editar | editar código-fonte]

Participações em 2017
Competição Temporadas Melhor campanha Estreia Última P Aumento R Baixa
Estados Unidos Major League Soccer 20 Campeão (1998) 1998 2017
Estados Unidos Lamar Hunt U.S. Open Cup 20 Campeão (1998, 2000, 2003, 2006) 1998 2017

Números do Clube[editar | editar código-fonte]

Baseados somente na temporada da MLS 2005

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

Soccerball current event.svg Última atualização: 2 de fevereiro de 2018.

Elenco atual do Chicago Fire Soccer Club[1]
N.º Pos. Nome N.º Pos. Nome N.º Pos. Nome
2 M Estados Unidos Matt Polster 16 D Estados Unidos Jonathan Campbell 45 G México Richard Sánchez (HGP)
3 LE Estados Unidos Brandon Vincent 18 M Estados Unidos Drew Conner (HGP) TBA M Inglaterra Mo Adams (GA)
4 Z Países Baixos Johan Kappelhof 20 M Estados Unidos Daniel Johnson TBA A Espanha Jon Bakero
6 Z Estados Unidos Dax McCarty 23 A Hungria Nemanja Nikolić (DP) TBA D Estados Unidos Grant Lillard (HGP)
8 A Países Baixos Michael de Leeuw 25 D Cuba Jorge Luis Corrales TBA D Portugal Rafael Ramos
9 A Argentina Luis Solignac 26 D Estados Unidos Christian Dean
13 M Estados Unidos Brandt Bronico 30 G Estados Unidos Stefan Cleveland
14 M Estados Unidos Djordje Mihailovic (HGP) 31 M Alemanha Bastian Schweinsteiger (DP)

Técnico: Sérvia Veljko Paunović


Principais jogadores[editar | editar código-fonte]

Legenda:

EstrelaÍdolo.png Grande Ídolo

Goleiros
Estados Unidos Brad Guzan
México Jorge Campos
Estados Unidos Zach Thornton
Defensores
Alemanha Arne Friedrich
Estados Unidos Carlos Bocanegra EstrelaÍdolo.png
Meio-Campos
Alemanha Bastian Schweinsteiger EstrelaÍdolo.png
Estados Unidos Chris Armas
México Cuauhtémoc Blanco EstrelaÍdolo.png
Estados Unidos DaMarcus Beasley
Ucrânia Dema Kovalenko
Suécia Fredrik Ljungberg
Tchecoslováquia Luboš Kubík
Polónia Piotr Nowak EstrelaÍdolo.png
Atacantes
Estados Unidos Ante Razov EstrelaÍdolo.png
Estados Unidos Brian McBride
Estados Unidos Eric Wynalda
Bulgária Hristo Stoichkov EstrelaÍdolo.png
Estados Unidos Josh Wolff
Treinadores

Ring of Fire[editar | editar código-fonte]

O "Ring of Fire" foi fixado em 2003 pelo Chicago Fire e Chicago Fire Alumni Association como forma de tributo aos que ajudaram na construcção de uma história de sucesso e orgulho deste mesmo clube.

Com excepção do membro inaugural, apenas os membros dotados do título Ring of Fire podem escolher os novos indicados e apenas um indicado pode ser selecionado em cada ano. Os nomes do "Ring of Fire" são postos em uma placa no estádio do Chicago.

Treinadores[editar | editar código-fonte]

Uniformes[editar | editar código-fonte]

1º Uniforme[editar | editar código-fonte]

Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2006–2007
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2008–2009
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2010–2011
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2012–2013
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2014–2015
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2016–2017
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2018–2019

2º Uniforme[editar | editar código-fonte]

Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2006–2007
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2008–2009
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2010–2011
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2012–2013
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2014
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2015–2016
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2017–2018

Estádios[editar | editar código-fonte]

Estrutura[editar | editar código-fonte]

  • Chicago Fire (clube principal, joga na MLS)
  • Chicago Fire Premier (joga na Premier Development League das USL)
  • Chicago Fire Academy (nível estadual, dos 14 aos 18 anos)
  • Chicago Fire Juniors (nível local, dos 8 aos 23 anos)

Média de público[editar | editar código-fonte]

Temporada regular/playoffs

  • 1998: 17,887
  • 1999: 16,016
  • 2000: 13,387
  • 2001: 16,338
  • 2002: 12,992
  • 2003: 14,005/14,871
  • 2004: 17,153/missed playoffs
  • 2005: 17,238/11,193
  • Todos os tempos: 15,419


Referências

  1. «Players». Site Oficial do Chicago Fire Soccer Club 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]