New York City Football Club

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou seção está a ser traduzido de «New York City FC» na Wikipédia em inglês. Ajude e colabore com a tradução.
New York City FC
New York City FC logo.png
Nome New York City Football Club
Alcunhas The New Champion
Fundação 21 de maio de 2013 (3 anos)
Estádio Yankee Stadium
Capacidade 33,488 pessoas (futebol)
Localização Nova Iorque (estado) Nova Iorque,  Estados Unidos
Presidente Estados Unidos Jon Patricof
Treinador França Patrick Vieira
Patrocinador =Emirados Árabes Unidos Etihad Airways
Estados Unidos RCA
Material (d)esportivo Alemanha Adidas
Competição Estados Unidos Major League Soccer
Estados Unidos A 2016 Conferência Leste: 2° Colocado
Total: 4° Colocado
Playoffs: Semi-Final da Conf.
Estados Unidos A 2015 Conferência Leste: 8° Colocado
Total: 17° Colocado
Playoffs: Não qualificado
Website nycfc.com
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

O New York City Football Club é um time de futebol profissional dos Estados Unidos com sede na cidade de Nova Iorque que joga na Major League Soccer. O New York City Football Club foi anunciado como o 20º clube da liga americana em 21 de maio de 2013.[1][2] O clube surgiu de uma criação que envolveu o City Football Group que atuará como dono majoritário do clube, juntamente com a equipe de beisebol New York Yankees, que atuarão com um papel de investidores. É o segundo clube da Região Metropolitana de Nova Iorque na MLS, sendo o New York Red Bulls o primeiro clube.

História[editar | editar código-fonte]

O comissionário da MLS, Don Garber disse publicamente que a intenção da liga era ter mais um time na área de Nova Iorque (que já contava com o New York Red Bulls) em 2010, e que fizesse a sua estreia na liga a partir de 2013.[3] Inicialmente, a segunda intenção seria a volta do New York Cosmos.[4] mas os donos do Cosmos se retiraram das negociações com a intenção de entrar em um nível mais baixo da MLS, o que posteriormente aconteceu.[5]

David Villa, primeira contratação da história do NYCFC.

Claudio Reyna , foi nomeado como diretor de futebol da equipe, responsável pela equipe técnica e por recrutar jogadores para a temporada 2015.[6]

Em março de 2014, a equipe revelou seu escudo. O brasão é inspirado nas antigas placas do Metropolitano de Nova Iorque, com as cores da bandeira da cidade - laranja, azul e branco - e pentágonos representando os cinco bairros de Nova York.[7]

Com a intenção de formar um time com grandes nomes do futebol mundial, o New York City teve como sua primeira grande contratação o atacante espanhol David Villa, vindo do Atlético de madrid. Após a contratação do espanhol, o New York City anunciou no dia 24 de julho de 2014, a contratação do experiente meia inglês Frank Lampard, de 36 anos, que deixou o Chelsea depois de 13 temporadas pelo clube inglês.[8]. Além dos dois jogadores, o time de Nova York trouxe também o defensor Jeb Brovsky, o meia Andrew Jacobson, o goleiro Josh Saunders e os meias Mikkel Diskerud e Andrea Pirlo.

Partida inaugural[editar | editar código-fonte]

Em 8 de março de 2015, o New York City fez sua primeira partida oficial, no jogo inaugural da temporada 2015 da MLS, num jogo contra o Orlando City, time que também fez sua estreia na liga americana. O time de New York empatou a partida por 1-1, o gol saiu após escanteio de David Villa e, o camisa 10 do time nova-iorquino, Mix, marcou o gol, sendo o primeiro gol oficial da história do clube.

Primeiro Hat-trick[editar | editar código-fonte]

O primeiro hat-trick da história do clube foi marcado pelo inglês Frank Lampard, no dia 30 de julho de 2016, dia em que o New York City goleou o Colorado Rapids por 5x1. O primeiro gol, que abriu o placar do jogo, saiu aos 27 minutos do primeiro tempo. O segundo, quando o jogo já estava sendo ganho por 3x0, foi marcado aos 35 minutos do segundo tempo. O terceiro e último gol do meia foi marcado por pênalti, três minutos depois, sendo o último dos cinco gols do time nova-iorquino.[9]

Estádio[editar | editar código-fonte]

Estádio do New York Yankees, utilizado também pelo New York City

Antes da equipe oficial ser anunciada, projetos foram apresentados pela MLS para construir o estádio no parque Flushing Meadows-Corona Park que foi sede da feira mundial em 1939, no Queens[10], mas o projeto não foi continuado. O local mais indicado para a construção do estádio é o Citi Field, a casa do rival dos Yankees (time de Basebol), o New York Mets. Os Mets se opuseram à construção de um novo estádio tão perto de seu próprio, com uma demanda aparente de até US$ 40 milhões em compensação financeira pela utilização de suas instalações em jogos de futebol se o novo estádio for construído.[11] Este plano também não agradou um grupo de advogados, por converter um espaço público em uma empresa privada. A liga anunciou que o clube irá procurar por outros estádios em potencial. Em 21 de abril de 2014, o clube confirmou que ele iria jogar sua primeira temporada jogando no estádio dos Yankees o Yankee Stadium[12]. O CEO do Manchester City, Ferran Soriano, disse que a equipe terá que jogar em uma casa temporária de dois até três anos e, que projetos para um futuro estádio já estavam em andamento.[13]

Cores e escudo[editar | editar código-fonte]

Emblema usado no lançamento do clube

Com a equipe anunciada quase dois anos antes que fosse jogado seu primeiro jogo, a diretoria do clube de Nova York anunciou sua intenção de criar um clube. Já na cerimônia lançamento da equipe, ela não revelou o emblema ou as cores do clube, em vez disso, apenas mostraram uma imagem de um círculo azul com o nome de New York City FC escrito dentro. Muitos designers gráficos tentaram adivinhar as cores do clube e criaram suas próprias desenhos e modelos de camisa.[14]

As cores bandeira da cidade de New York deram origem ao atual escudo do time

Embora o Presidente do clube Ferran Soriano tivesse o desejo de criar um clube com identidade própria, em vez de depender de seus proprietários, o Manchester City e o New York Yankees, mas, com a presença de pessoas on-line em várias redes sociais, quiseram que o escudo usasse o azul claro do clube de Manchester e o azul marinho da equipe americana de baseball, juntamente com o branco empregado no escudo de ambos os clubes. A mídia chegou a decretar que o emblema do time seria um reflexo do esquema de cores do clube inglês, com a cor azul claro, com partes brancas.[15][16][17][18]

As duas opções de emblema que poderiam ser votadas, foram projetadas por Rafael Esquer e, foram revelados no dia 10 de março. O emblema escolhido tem as cores azul marinho, azul claro e laranja. O laranja foi uma homenagem à herança holandesa da cidade de Nova Iorque, e a mesma sombra encontra-se na bandeira da cidade.[19] os fãs receberam três dias para votar o projeto final, e o vencedor foi anunciado em 20 de março.[20]

Uniformes[editar | editar código-fonte]

Uniformes atuais[editar | editar código-fonte]

  • 1º uniforme: Camisa azul celeste, calção branco e meias azul celeste;
  • 2º uniforme: Camisa azul escuro, calção e meias azuis.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time

Uniformes dos goleiros[editar | editar código-fonte]

  • Camisa preta, calção e meias pretas;
  • Camisa verde, calção e meias verdes.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'

Patrocinadores[editar | editar código-fonte]

A patrocinadora oficial do City Football Group, Etihad Airways foi anunciado para ser o primeiro patrocinador do New York City[21], em um evento em Nova York, em 13 novembro de 2014, no mesmo evento em que a primeira camisa do clube foi apresentada. O anúncio também apresentou as patrocinadoras secundárias, a Heineken[22] e a Adidas.[23]

Material esportivo e patrocinadores[editar | editar código-fonte]

Período Material esportivo Patrocínio
2015 Alemanha Adidas =Emirados Árabes Unidos Etihad Airways

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

  • Atualizado em 23 de fevereiro de 2016.[24]
  • Capitão: Capitão
  • Lesionado: Jogador contundido


Goleiros
Jogador
1 Jamaica Sean Johnson
24 Estados Unidos Andre Rawls
25 Noruega Eirik Johansen
Defensores
Jogador Pos.
3 Estados Unidos Ethan White Z
4 França Maxime Chanot Z
6 Peru Alexander Callens Z
13 França Fréderic Brillant Z
27 Estados Unidos Robert James Allen LD
52 Trinidad e Tobago Shannon Gómez LD
2 Estados Unidos Ben Sweat LE
22 Costa Rica Rónald Matarrita LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
5 Estados Unidos Mikey Lopez V
14 Gana Kwame Awuah V
21 Itália Andrea Pirlo V
30 Venezuela Yangel Herrera V
8 Finlândia ALexander Ring M
10 Argentina Maxi Moralez M
12 Estados Unidos John Stertzer M
99 Panamá Miguel Camargo M
Atacantes
Jogador
7 Espanha David Villa Capitão
9 Nigéria Sean Okoli
11 Inglaterra Jack Harrison
15 Estados Unidos Tommy McNamara
17 Estados Unidos Jonathan Lewis
19 Estados Unidos Khiry Shelton
23 Costa Rica Rodney Wallace
Comissão técnica
Nome Pos.
França Patrick Vieira T
Estados Unidos Robert Vartughian AS

Transferências[editar | editar código-fonte]

Jogadores Notáveis[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. MLSSoccer.com (21 de maio de 2013). «Major League Soccer announces New York expansion team: New York City Football Club» (em inglês) 
  2. Veja (21 de maio de 2013). «Manchester City e Yankees criam o New York City Football Club» 
  3. MLSsoccer.com (7 de maio de 2010). «MLS commissioner eyes possible New York franchise for 2013» (em inglês) 
  4. MLSsoccer.com (19 de novembro de 2010). «MLS focused on making NY club its 20th team» (em inglês) 
  5. MLSsoccer.com (12 de outubro de 2012). «Garber: NYC still aim for 20th team, but Cosmos not ready» (em inglês) 
  6. MLSsoccer.com (22 de maio de 2013). «New York City FC name Claudio Reyna director of football operations» (em inglês) 
  7. New York City FC reveal subway token-inspired badge with heavy NYC influence
  8. «Após deixar o Chelsea, Lampard é anunciado no New York City, da MLS». Globoesporte.com. 24 de julho de 2014. Consultado em 24 de julho de 2014 
  9. Rodriguez, Alicia (30 de julho de 2016). «Frank Lampard scores first hat trick in New York City FC history». Frank Lampard scores first hat trick in New York City FC history (em inglês). www.mlssoccer.com/. Consultado em 30 de julho de 2016 
  10. Daily News (13 de maio de 2013). «Be Our Guest: Major League Soccer stadium would pollute Flushing Meadows-Corona Park» (em inglês) 
  11. The New York Times (21 de maio de 2013). «A Team Is Born, but Not All Cheer» (em inglês) 
  12. New York City FC confirm Yankee Stadium will be first MLS home
  13. MLSsoccer.com (21 de maio de 2013). «New York City FC to play at temporary location for "two years, maybe three"» (em inglês) 
  14. Kent, David (21 de junho de 2013). «"Could this be New York City's kit? Design firm knock up slick strip (and merchandise) for new MLS franchise in unofficial portfolio"» (em inglês). Daily Mail. Consultado em 23 de dezembro de 2015. Cópia arquivada em 23 de dezembro de 2015 
  15. Rugari, Vince (24 de janeiro de 2014). «"Facelift needed for Melbourne Heart to start again"» (em inglês). The Roar. Consultado em 23 de dezembro de 2015. Cópia arquivada em 23 de dezembro de 2015 
  16. leboff, Michael (21 de maio de 2013). «"New York Gets Second MLS Franchise: NYCFC"» (em inglês). Next Impulse Sports. Consultado em 23 de dezembro de 2015. Cópia arquivada em 23 de dezembro de 2015 
  17. Blum, Ronald (22 de maio de 2013). «"Ex-US captain Reyna to direct NYC soccer team"» (em inglês). The Big Story. Consultado em 23 de dezembro de 2015. Cópia arquivada em 23 de dezembro de 2015 
  18. Sandor, Steven (22 de maio de 2013). «"NYCFC announcement leaves more questions than answers — and that's good for MLS"» (em inglês). The 11. Consultado em 23 de dezembro de 2015. Cópia arquivada em 23 de dezembro de 2015 
  19. Martinez, Dave (12 de março de 2014). «"Speaking to Rafael Esquer, Creator of the NYCFC badges"» (em inglês). Empire of Soccer. Consultado em 23 de dezembro de 2015. Cópia arquivada em 23 de dezembro de 2015 
  20. «"Vote Now: It's up to you, New York"» (em inglês). New York City FC. 10 de março de 2014. Consultado em 23 de dezembro de 2015. Cópia arquivada em 23 de dezembro de 2015 
  21. [1]
  22. [2]
  23. [3]
  24. «"Roster"» (em inglês). Site oficial do New York City FC 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]