Real Salt Lake

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Real Salt Lake
Nome Real Salt Lake
Alcunhas RSL
Real
Monarcas
Fundação 2005
Estádio Rio Tinto Stadium
Capacidade 20.008 pessoas
Presidente Flag of the United States.svg SCP Worldwide
Treinador Flag of the United States.svg Jeff Cassar
Patrocinador Estados Unidos Xango Juice
Material esportivo Alemanha Adidas
Competição MLS
Website Site oficial (em inglês)
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar


O Real Salt Lake é um clube de Futebol dos Estados Unidos e disputa a MLS (Major League Soccer), a liga de futebol dos Estados Unidos.

História[editar | editar código-fonte]

Fundação[editar | editar código-fonte]

Com a grande evolução do futebol após a Copa do Mundo de 1994, foi criado um campeonato profissional de futebol. O Real Salt Lake foi criado em 2005 na cidade de Salt Lake City em Utah.O nome Real foi por influência da equipe espanhola Real Madrid e o uniforme é semelhante a da Seleção da Espanha.

Primeiros Anos[editar | editar código-fonte]

2007/2008, inauguração do Rio Tinto e Rocky Mountain Cup[editar | editar código-fonte]

Em 20 de outubro de 2007, conquistou seu primeiro título: a Rocky Mountain Cup, um torneio local, batendo o seu arquival, o Colorado Rapids por 1 a 0.

Em 2008, além do bicampeonato da Rocky Mountain Cup , chegou pela primeira vez aos playoffs finais da MLS Cup, mas foi eliminado pelo Red Bull New York. Além disso, teve inaugurado o seu estádio, o Rio Tinto, em Sandy, cidade do subúrbio de Salt Lake City.

Título da Major League Soccer e participação da Liga dos Campeões da Concacaf[editar | editar código-fonte]

Em 22 de novembro de 2009, o Real Salt Lake conquista pela primeira vez, a MLS Cup. Empatou com o Los Angeles Galaxy em 1x1 no tempo normal e venceu nos pênaltis por 5x4. Em 2010, foi vice campeão da MLS Supporters' Shield.

Participação da Liga dos Campeões da Concacaf[editar | editar código-fonte]

A vitória na MLS Cup lhe permitiu participar pela primeira vez em sua história da Liga dos Campeões da CONCACAF, na temporada 2010-2011 e em 5 de abril de 2011, chegou às semifinais da competição.[1] Com uma vitória de 2x0 em casa contra o Deportivo Saprissa e uma derrota de 2x1 para essa mesma equpe fora, fazendo um placar agredado favorável de 3x2, o Real Salt Lake chegou, pela primeira vez em sua história, à grande final da competição.[2]


Títulos[editar | editar código-fonte]

Nacionais
Competição Títulos Temporadas
Estados Unidos MLS Cup 1 2009
Regionais
Competição Títulos Temporadas
Estados Unidos Rocky Mountain Cup 7 2007, 2008, 2009, 2010, 2011, 2012, 2014
Estados Unidos Carolina Challenge Cup 1 2009
Estados Unidos Desert Diamond Cup 1 2015
Conferência
Competição Títulos Temporadas
Estados Unidos MLS Playoffs Conference Champions West 1 2013
Estados Unidos MLS Playoffs Conference Champions East 1 2009

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Internacionais[editar | editar código-fonte]

Nacionais[editar | editar código-fonte]

Estádio[editar | editar código-fonte]

Rio Tinto Stadium, RSL's home stadium since 2008

O Real Salt Lake possuiu dois estádios desde a sua fundação:

Com a entrada do Real Salt Lake na Major League Soccer em 2005, houve-se a necessidade de se construir um estádio específico para futebol. Com isso se decidiu construir um estádio na cidade de Sandy, próxima a capital, Salt Lake City.

Enquanto o Rio Tinto não ficava pronto, o time disputou seus jogos no Rice Eccles, estádio de futebol americano da Universidade de Utah. O time chegou a jogar dois anos no estádio que era adaptado para as partidas de futebol.

O Rio Tinto finalmente ficou pronto em 2007 e teve seu jogos de inauguração no dia 9 de outubro de 2008, em um jogo contra o New York Red Bulls, partida a qual terminou empatada em 1x1.

O Estádio tem capacidade para 20.213 e foi palco da edição de 2009 da MLS All-Star, o "jogo das estrelas" da MLS.

Símbolos do Time[editar | editar código-fonte]

Nome[editar | editar código-fonte]

A origem do nome vem do clube espanhol Real Madrid. Por esse motivo o clube apresenta o nome "Real", dado o exposto que o mesmo seja de origem espanhola, sendo a palavra "Royal" o equivalente em inglês.

Mascote[editar | editar código-fonte]

Leo the Lion

Em 15 de abril de 2006, o Real Salt Lake apresentou oficialmente o seu mascote: um leão com uma coroa chamado Leonardo.

Cor e Uniforme[editar | editar código-fonte]

O clube possui tradicionalmente os cores Vinho, Amarelo, Azul e Branco, cores que normalmente aparecem nos uniformes do time, normalmente Vinho e Amarelo no primeiro uniforme, e Azul e Branco no segundo uniforme. Suas cores são bem parecidas com as do uniforme da Seleção Espanhola.

Evolução dos Uniformes[editar | editar código-fonte]

Casa, Visitante, e terceiro uniforme.[3]

  • Casa
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2005
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2006–2007
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2008–2009
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2010–2011
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2012–2013
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2014 [4] [5]
  • Visitante
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2005
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2006–2007
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2008–2009
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2010–2011
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2012–2014
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2015
  • Terceiro Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2008
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2010–2011

Plantel Atual[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 22 de julho de 2015[6]

Legenda:

  • Capitão - Capitão
  • Lesionado - Jogador lesionado
  • Seleção Americana - Seleção Americana
  • Seleção Argentina - Seleção Argentina
  • Seleção Brasileira - Seleção Brasileira
  • Seleção Chilena - Seleção Chilena
  • Seleção Colombiana - Seleção Colombiana
  • Seleção Equatoriana - Seleção Equatoriana
  • Seleção Mexicana - Seleção Mexicana


Goleiros
Jogador
1 México Lalo Fernández
18 Estados Unidos Nick Rimando Seleção Americana
24 Estados Unidos Jeff Attinella
Defensores
Jogador Pos.
2 Estados Unidos Tony Beltran Z
3 República Democrática do Congo Phanuel Kavita Z
4 Colômbia Jámison Olave Z
6 Estados Unidos Boyd Okwuonu Z
28 Estados Unidos Chris Schuler Z
21 Estados Unidos Aaron Maund Z
14 Estados Unidos Justen Glad Z
16 Jamaica Demar Phillips Z
29 Gâmbia Kenny Mansally Z
12 Guatemala Elias Vasquez Z
Meio-campistas
Jogador Pos.
5 Estados Unidos Kyle Beckerman Capitão Seleção Americana M
11 Argentina Javier Morales M
27 Estados Unidos John Stertzer M
19 Inglaterra Luke Mulholland M
7 Estados Unidos Jordan Allen M
10 Estados Unidos Luis Gil M
26 Chile Adolfo Ovalle M
16 Brasil Wellington Paeckart M
22 Argentina Juan Manuel Martínez M
Atacantes
Jogador
23 Argentina Sebastián Jaime
49 Estados Unidos Devon Sandoval
13 Colômbia Olmes García
8 Equador Joao Plata
Comissão técnica
Nome Pos.
Estados Unidos Jeff Cassar T


Transferências em 2015[editar | editar código-fonte]

Volta de Empréstimo: Jogadores que voltam de empréstimo

Emprestado: Jogadores emprestados

Principais jogadores[editar | editar código-fonte]

Legenda:

EstrelaÍdolo.png Grande Ídolo

Goleiros
Estados Unidos Nick Rimando EstrelaÍdolo.png
Defensores
Estados Unidos Chris Wingert
Estados Unidos Eddie Pope EstrelaÍdolo.png
Estados Unidos Nat Borchers
Estados Unidos Tony Beltran
Meio-Campos
Estados Unidos Clint Mathis
Estados Unidos Jason Kreis EstrelaÍdolo.png
Argentina Javier Morales
Estados Unidos Kyle Beckerman EstrelaÍdolo.png
Atacantes
Estados Unidos Alecko Eskandarian
Costa Rica Álvaro Saborío EstrelaÍdolo.png
Estados Unidos Freddy Adu
Estados Unidos Jeff Cunningham
Treinadores
Estados Unidos Jason Kreis EstrelaÍdolo.png

|}

Técnicos[editar | editar código-fonte]

Técnicos
País Nome Período
Estados Unidos John Ellinger 2005-2007
Estados Unidos Jason Kreis 2007-2013
Estados Unidos Jeff Cassar 2013-

|}

Recordes[9] [editar | editar código-fonte]

  • Atualizado em 03 de Agosto de 2015

Desempenhos[editar | editar código-fonte]

Ano MLS Supporters' Shield MLS Cup US Open Cup Liga dos Campeões da CONCACAF SuperLiga
2005 5º lugar da Conferência Oeste Não se classificou Terceiro Round Não se classificou Começou em 2007
2006 6º lugar da Conferência Oeste Não se classificou Quarto Round Não se classificou
2007 6º lugar da Conferência Oeste Não se classificou Não se classificou Não se classificou Não participou
2008 3º lugar da Conferência Oeste Semi-finais Não se classificou Não se classificou Não participou
2009 5º lugar da Conferência Oeste Campeões Não se classificou Não se classificou Não se classificou
2010 2º lugar da Conferência Oeste Quartas-de-finais Não se classificou Não se classificou Não se classificou
2011 finais classificado

Clássicos[editar | editar código-fonte]

Real Salt Lake x Colorado Rapids[editar | editar código-fonte]

O Colorado Rapids, do estado de Colorado, é o principal rival do Real Salt Lake. Eles disputam todo o ano um torneio chamado Rocky Mountain Cup, no qual se compara todos os jogos entre essa duas equipes e o que tiver mais vitória naquele ano leva a taça do torneio.


Real Monarchs[editar | editar código-fonte]

Seguindo o passos de outras equipes da Major League Soccer, o Real Salt Lake fundou em 25 de fevereiro de 2014 uma equipe afiliada na USL, equivalente a terceira divisão dos Estados Unidos. A equipe é na prática uma equipe reserva do Real Salt Lake.

Média de público[editar | editar código-fonte]

temporada regular/playoffs

  • 2005: 18,037/não se classificou para os playoffs
  • 2006: 16,366/não se classificou para os playoffs
  • 2007: 15,960/não se classificou para os playoffs
  • 2008: 16,179/19,632
  • 2009: 16,375/11,499

Notas[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de Estados UnidosSoccer icon Este artigo sobre clubes de futebol estadunidenses é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.