Denise Weinberg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Denise Weinberg
Denise Weinberg, em outubro de 2010.
Nascimento 26 de abril de 1956 (62 anos)
Rio de Janeiro
Ocupação atriz
IMDb: (inglês)

Denise Espíndola Weinberg (Rio de Janeiro, 26 de abril de 1956) é uma atriz brasileira.

Biografia[editar | editar código-fonte]

A atriz e diretora teatral nasceu no Rio de Janeiro. É uma das fundadoras do Grupo TAPA, onde permaneceu por 21 anos, e da Oficina de Teatro do Grupo Tapa, que começou em 1994.

Sua formação e amadurecimento se confundem com a história do TAPA. Atuou em "Apenas um Conto de Fadas", texto e direção de Eduardo Tolentino de Araújo, 1979. Participou de "O Anel e a Rosa", de William Makepeace Thackeray, 1980; "Trágico Acidente Destronou Tereza", de José Wilker, 1981; "Tempo Quente na Floresta Azul", de Orígenes Lessa, 1982, todos sob direção de Eduardo Tolentino de Araújo. Em 1983, Denise Weinberg experimentou a interpretação de um Nelson Rodrigues em "Viúva, Porém Honesta". No ano seguinte, pela companhia Teatro dos Quatro, encena "Tio Vânia", de Anton Tchekhov, dirigida por Sérgio Britto, performance que lhe vale uma indicação de melhor atriz ao Troféu Mambembe.

Depois de vários espetáculos com o grupo, em 2000, Denise Weinberg deixa de integrar o Grupo TAPA e passa a trabalhar com diferentes encenadores. "O Acidente", de Bosco Brasil, foi o primeiro espetáculo dessa nova fase, dirigido por Ariela Goldmann.

Em 2001, Denise Weinberg protagonizou "As Lágrimas Amargas de Petra von Kant", de Fassbinder, com direção de Ticiana Studart. Em 2004, surpreende também com sua vertente humorística ao interpretar uma senhora que envenena homens solitários em "Arsênico e Alfazema", de Joseph Kesselring, com direção de Alexandre Reinecke, parceiro de futuras montagens.

No cinema, Denise Weinberg atuou nos filmes "Onde Anda Você" (2004); "My Father, Rua Alguem 5555" (2003); "Em Nome do Pai" (2002); "Lost Zweig" (2002); "Quase Nada" (2000); "BMW Vermelho" (2000); "Mauá - O Imperador e o Rei" (1999); "Guerra de Canudos" (1997).

Em 2006, Denise Weinberg recebeu o Prêmio Shell de melhor atriz pela peça "Oração para um Pé de Chinelo" (2005) e, também, o Prêmio APCA de melhor atriz pela mesma montagem. também ganhou dois Prêmio Molière, como melhor atriz, nas peças "Vestido de Noiva" (1994) e "A Megera Domada" (1991); três Prêmios Mambembe pelas peças "Do Fundo do Lago Escuro" (1997), "Vestido de Noiva" (1994) e "Viúva, Porém Honesta" (1987).

A atriz também ganhou três prêmios em cinema pelos filmes "BMW Vermelho" (2001), curta de Eduardo Ramos, "Quase Nada" (2000) de Sergio Resende e "Em Nome do Pai" (2000), curta-metragem de Julio Pessoa.

Em 2007 e 2008, encenou a peça "Álbum de Família", em sua quarta peça de Nelson Rodrigues. Denise Weinberg brilha como D. Senhorinha, numa composição irônica, frágil e altiva ao mesmo tempo, sem exageros, resplandecendo uma sensualidade feminina que não perpassa aos olhos de Jonas até o final, quando este reconhece na mulher o quê da filha Glória. Também em 2007, Denise Weinberg atua no curta-metragem "De Resto".

Desde 2005, Denise Weinberg é professora da Escola Livre de Teatro de Santo André, São Paulo.

Denise Weinberg estreou na televisão em 2008 com "Alice", série brasileira exibida pela HBO. O início do ano de 2009 traz Denise novamente à TV, integrando o elenco da minissérie "Maysa - Quando Fala o Coração", na Rede Globo. No mesmo ano, a atriz encena o espetáculo teatral "Da possibilidade da Alegria no Mundo", com direção de Newton Moreno.

Em 2009, Denise Weinberg dirige o espetáculo "O Pelicano", de August Strindberg, com duas temporadas de sucesso, eleito pela Revista Bravo uma das 10 melhores peças em cartaz, e recebendo 3 estrelas da Revista Veja.

Em 2010, a atriz participa da minissérie Dalva e Herivelto: uma Canção de Amor, interpretando a personagem Alice, mãe de Dalva de Oliveira. No teatro, interpreta a personagem Lisa na peça A Dança Final comédia rara de Plínio Marcos, ao lado do grande ator Norival Rizzo.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
2008 Alice Auxiliadora Neves (Dora)
2009 Maysa: Quando Fala o Coração Amália Matarazzo
2010 Dalva e Herivelto: uma Canção de Amor Alice de Oliveira
2012 Amor Eterno Amor Angélica de Souza
2014 A Teia Áurea Macedo
2017 Psi Denise
Questão de Família Camila
2018 Assédio Julieta Nascimento [1]
2019 Éramos Seis[2][3] Dona Maria (Mãe de Lola)

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem
1997 Guerra de Canudos Margot
1999 Mauá - O Imperador e o Rei Esposa de Queirós
2000 Quase Nada Idalina
2002 Em Nome do Pai Mãe
Lost Zweig Friderike
2003 My Father, Rua Alguem 5555 Magdalena Weinert
2004 Onde Anda Você?
2008 Linha de Passe Estela
Os Sapatos de Aristeu Clarice
2009 Salve Geral Ruiva
2010 De Pernas Pro Ar Marion
2011 Segundo Movimento para Piano e Costura Ewa
2012 De Pernas pro Ar 2 Marion
Nove Crônicas para um Coração aos Berros Denise
Super Nada Ester
2013 O Circo da Noite Márcia de Almeida
2015 A Página Mariana
2016 O Caseiro Nora
Meu Amigo Hindu Anita [4]
Vidas Partidas Juíza [5]
2018 De Pernas pro Ar 3 Marion
2019 “GRETA” Daniela[6]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Trabalho Resultado Ref.
1981 Prêmios Mambembe Melhor Atriz O Anel e a Rosa Indicada
1984 Prêmios Mambembe Melhor Atriz Tio Vânia Indicada
1986 Prêmios Mambembe Melhor Atriz Coadjuvante Pinóquio Venceu
Troféu APCA Venceu
1987 Prêmios Mambembe Melhor Atriz Viúva, Porém Honesta Venceu
1991 Prêmios Molière Melhor Atriz Megera Domada Venceu
1994 Prêmios Molière Melhor Atriz Vestido de Noiva Venceu
Prêmios Mambembe Melhor Atriz Venceu
1997 Prêmios Mambembe Melhor Atriz Fundo do Lago Escuro Venceu
2001 Grande Prêmio do Cinema Brasileiro Melhor Atriz Quase Nada Indicada
2001 Festival de Cinema do Ceará Melhor Atriz BMW Vermelho Venceu
2002 Festival de Cinema de Vitória Melhor Atriz Em Nome do Pai Venceu
2006 Prêmios Shell Melhor Atriz Oração para um Pé de Chinelo Venceu
Troféu APCA Melhor Atriz Venceu
2008 Festival de Cinema de Maringá Melhor Atriz De Resto Venceu [7]
FAM - Florianópolis Audiovisual Mercosul Melhor Atriz Venceu
2009 Cine PE Melhor Atriz Os Sapatos de Aristeu Venceu
Prêmio Qualidade Brasil Melhor Atriz Coadjuvante Dalva e Herivelto - Uma canção de amor Indicada
2010 Los Angeles Brazilian Film Festival Melhor Atriz Salve Geral Venceu
Grande Prêmio do Cinema Brasileiro Melhor Atriz Coadjuvante Venceu
Festival de Cinema e Vídeo de Natal Melhor Atriz Coadjuvante Venceu
Prêmio Contigo de Cinema Melhor Atriz Coadjuvante Indicada
2013 Prêmio Quem de Teatro Melhor Atriz Dançando em Lunassa Indicada
2015 Troféu APCA Melhor Diretora A Máquina Tchékhov Indicada
Prêmio Quem de Teatro Melhor Atriz As Criadas Indicada
2016 Troféu APCA Melhor Atriz Testamento de Maria Venceu
Festival Cine Tamoio Melhor Atriz A Página Venceu
Festival Latino-Americano de Canoa Quebrada Melhor Atriz Venceu
Prêmios Shell Melhor Atriz Sínthia Indicada
2017 Prêmio Cenym de Teatro Melhor Atriz Indicada
2018 International Emmy Awards Melhor Atriz Psi Pendente

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Conheça a história e os personagens da série Assédio». Observatório do Cinema. Consultado em 13 de outubro de 2018 
  2. «Elenco de "Éramos Seis" é definido na Globo». tvefamosos.uol.com.br. Consultado em 8 de abril de 2019 
  3. Naian Lucas (8 de abril de 2019). «Indicada ao Emmy, Denise Weinberg estará em "Éramos Seis"». Na Telinha. Consultado em 10 de abril de 2019 
  4. «Meu Amigo Hindu: Elenco». AdoroCinema. Consultado em 21 de maio de 2018 
  5. «Vidas Partidas». Globo Filmes. Consultado em 21 de maio de 2018 
  6. redação (21 de dezembro de 2018). «Com Marco Nanini, Greta é selecionado para mostra Panorama do Festival de Berlim». Observatório G. Consultado em 21 de dezembro de 2018 
  7. «Festival de Cinema de Maringá anuncia vencedores - BOL Notícias». noticias.bol.uol.com.br. Consultado em 18 de outubro de 2018 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.