Dikko Henderson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dikko Henderson
Personagem da série James Bond
Nikko main.jpg
Profissão espião
Categoria aliado de James Bond
Status morto
Interpretado(a) por Charles Gray
Filmes Com 007 Só Se Vive Duas Vezes (1967)

Dikko Henderson é uma personagem fictícia do filme Com 007 Só Se Vive Duas Vezes (1967), quinto da franquia cinematográfica de James Bond, estrelado por Sean Connery e criado por Ian Fleming. Foi vivido nas telas pelo ator britânico Charles Gray, que quatro anos depois interpretaria o supervilão e inimigo mortal de Bond, Ernst Stavro Blofeld em 007 Os Diamantes São Eternos. Isto faz de Gray um dos dois únicos a terem a terem vivido vilões e aliados de 007 em filmes diferentes da série. O outro foi o norte-americano Joe Don Baker, o vilão Brad Whitaker em 007 Marcado para a Morte (1987) e o agente da CIA e aliado Jack Wade em 007 contra Goldeneye (1995) e 007 O Amanhã Nunca Morre (1997).

Características[editar | editar código-fonte]

Personagem divertido, injeta entusiasmo dando um tom cômico à conversa que tem com Bond em sua casa em Tóquio. Depois de ter sua perna mecânica checada para confirmação de identidade, ele explica a Bond que apesar de viver há muitos anos no Japão – desde o fim da Segunda Guerra Mundial – ainda não incorporou totalmente a cultura do lugar por querer ainda manter algum estilo ocidental.[1]

Filme[editar | editar código-fonte]

A participação de Nikko é pequena. Um contato americano entre Bond e Tiger Tanaka, o chefe do Serviço Secreto Japonês, ele recebe 007 em sua casa, levado pela agente Aki, mas no meio da conversa ele pára subitamente de falar e se mantém estático. Bond então descobre que ele foi assassinado com uma facada nas costas dada por trás da parede de tela da casa japonesa de Nikko.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Dikko Henderson (Charles Gray)». James Bond Multimedia. Consultado em 24 de dezembro de 2014 
  2. «You Only Live Twice (1967)». filmsite.org. Consultado em 24 de dezembro de 2014