Christmas Jones

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Dra. Christmas Jones
Personagem da série James Bond
Img 13.jpg
Organização International Decommissioning Agency
Profissão física
cientista nuclear
Categoria bond girl
Status viva
Interpretado(a) por Denise Richards
Filmes 007 O Mundo não é o Bastante (1999)

Dra. Christmas Jones é uma personagem do livro original e do filme 007 O Mundo não é o Bastante, décimo-nono da série cinematográfica de James Bond, criado por Ian Fleming. Mais uma das bond girls de nomes divertidos, excêntricos ou de duplo sentido (Christmas em português: Natal), ela foi interpretada nas telas pela atriz norte-americana Denise Richards.

Características[editar | editar código-fonte]

Doutora em Física Atômica, Jones ajuda a desmantelar armamento nuclear obsoleto e excedente da antiga União Soviética. Perita em armas nucleares, ela é enviada pela agência ao Cazaquistão, para ajudar a desmontar mísseis numa antiga base soviética no agora país independente.

Uma personagem intelectual, ela usa seus conhecimentos para ajudar James Bond a enfrentar o vilão Renard e impedir a eclosão de um atentato nuclear terrorista.[1] Particularmente, ela detesta piadas com seu nome de batismo.[2]

Filme[editar | editar código-fonte]

Bond chega na base disfarçado de Dr. Arkov um cientista nuclear e encontra Jones, que trabalha no local. Ela não fica totalmente convencida da identidade de 007 e tenta surpreendê-lo com algumas perguntas técnicas, sem sucesso. Após apresentações rápidas, os dois acabam se escondendo nos subterrâneos do complexo, por causa de um bomba deixada no local por Renard - que usa a confusão e o pânico para roubar um artefato nuclear - que explode e provoca uma cadeia de outras explosões.[1]

Ela e Bond viajam pelo oleoduto que corta a região, para localizar a bomba deixada nele por Renard e depois de encontrá-la, Jones se recusa a desarmá-la mas avisa 007 que metade do plutônio necessário para ativá-la está faltando. Entendendo então o sinistro plano de Elektra King, Bond pede a Jones que deixe a bomba explodir, e fogem do local, evitando por pouco serem atingidos. Os dois então viajam juntos para descobrir o envolvimento do pretenso aliado de Bond, Valentin Zukovsky, com Elektra.

Investigando o lugar onde Elektra e Renard estão se escondendo, Bond e Jones são capturados, e enquanto 007 fica prisioneiro de Elektra, ela é sequestrada por Renard e levada até o submarino nuclear escondido. Depois de matar Elektra, com a ajuda e à custa da vida de Zukovsky, Bond consegue chegar ao submarino e, com a ajuda de Christmas, mata Renard e impede-o de provocar uma catástrofe nuclear, fugindo do submarino prestes a explodir pela câmara de lançamento de torpedos.[3]

O filme termina com 007, entre taças de champagne e fogos de artifício, tendo "um Natal fora de época" íntimo com Christmas Jones na Turquia.[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «jamesbond multimedia Denise Richards (Dr. Christmas Jones)». Consultado em 16 de abril de 2011 
  2. Simpson, Paul, 2002, The Rough Guide to James Bond, Rough Guides, ISBN 1843531429.
  3. a b «filmsite The World is Not Enough (1999)». Consultado em 16 de abril de 2011