Mary Goodnight

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mary Goodnight
Personagem da série James Bond
Britt-ekland-00004.jpg
Organização MI-6
Profissão espiã
Categoria bond girl
Status viva
Interpretado(a) por Britt Ekland
Filmes 007 contra o Homem com a Pistola de Ouro (1974)

Mary Goodnight é uma personagem do livro e do filme 007 contra o Homem com a Pistola de Ouro, nono da franquia cinematográfica do espião britânico James Bond, criado pelo escritor Ian Fleming.

Características[editar | editar código-fonte]

Enquanto no livro Goodnight é uma secretária da seção 00 do MI-6 – que também aparece em mais outras duas novelas do espião, 007 A Serviço Secreto de Sua Majestade e Com 007 Só Se Vive Duas Vezes – no filme, o único em que participa, ela é uma agente do serviço secreto britânico, aliada de 007 na caça ao assassino profissional Francisco Scaramanga, o Homem da Pistola de Ouro.

Filme[editar | editar código-fonte]

Uma personagem levemente inepta e trapalhona, Goodnight, funcionária do MI-6 baseada em Hong Kong, encontra Bond pela primeira vez na cidade quando ele está seguindo Andrea Anders, amante de Scaramanga, para conseguir localizar o assassino. Ela bloqueia inadvertidamente o táxi em que o espião se encontra, fazendo-o perder a presa, mas o leva até o hotel de Anders, por reconhecer que o Rolls-Royce dela era uma cortesia aos hóspedes do Peninsula Hotel.[1]

Seu interesse romântico e amoroso por Bond é sempre interrompido de alguma maneira no filme, o que faz dela uma bond girl peculiar. Suas tentativas de levar o espião para a cama são sempre impedidas, como quando se prepara para dormir com ele no quarto do hotel mas os dois são interrompidos pela chegada de Anders, o que faz com que Goodnight tenha que dormir dentro de um armário.

Apenas no fim do filme, depois de ser raptada por Scaramanga e salva por Bond, que explode a base e as instalações da luxuosa ilha do assassino com a ajuda de Goodnight - ela empurra um dos capangas do vilão dentro de um tanque de hélio líquido, provocando o aumento da temperatura e a explosão do tanque que leva a ilha pelos ares - é que ela consegue finalmente ter Bond em seus braços, no junco do assassino em que fogem da praia, durante a destruição da ilha. Mas não sem antes serem obrigados a impedir a tentativa de assassinato dos dois pelo anão e capanga de Scaramanga, Nick Nack, que depois de dominado faz a viagem de barco preso numagaiola de madeira, suspensa no alto do mastro principal da embarcação. [1]

Atriz[editar | editar código-fonte]

Mary Goodnight foi interpretada no cinema pela atriz sueca Britt Ekland, que havia sido escalada primeiramente para ser a bond girl secundária, Andrea Anders, mas fez os produtores mudarem de idéia quando a viram de biquíni.[2] Ekland, por sinal, queria ser uma bond girl desde a adolescência, quando viu Ursula Andress saindo do mar num biquíni branco em 007 contra o Satânico Dr. No, primeiro filme da série, de 1962. [3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências