Fokker 50

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Fokker 50
Avião
Fokker 50 em Reykjavik.
Descrição
Tipo / Missão Avião comercial
País de origem  Países Baixos
Fabricante Fokker
Quantidade produzida 207 unidade(s)
Primeiro voo em dezembro de 1985 (32 anos)
Passageiros 54 passageiro(s)
Especificações
Dimensões
Comprimento 25,25 m (82,8 ft)
Envergadura 29,00 m (95,1 ft)
Altura 8,32 m (27,3 ft)
Performance
Velocidade de cruzeiro 454 km/h (245 kn)
Teto máximo 7 620 m (25 000 ft)

O Fokker F27 Mk. 50, conhecido popularmente como Fokker 50, é uma aeronave turboélice regional, projetada e construída pela fabricante holandesa Fokker, designado para ser o sucessor do bem sucedido Fokker F27 Friendship. O Fokker 60 é uma versão cargueira alongada do Fokker 50.

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

O Fokker 50 foi desenhado após muitas vendas do Fokker F27 Friendship, que vinha sendo produzido desde 1958 e estava começando a cair em desuso na década de 1980. A direção da Fokker, na pessoa de Frans Swarttouw, decidiu que a aeronave com a aerodinâmica redesenhada e novos aviônicos, derivados de ambos Fokker F27 e Fokker F28 - um jato bimotor de curto alcance para 85 passageiros - levantaria novamente as vendas. O desenho do Fokker 50 iniciou-se em 1983 e seus primeiros clientes foram a VLT e a Ansett Airlines, da Austrália.

A fabricante construiu dois protótipos derivados da estrutura do F27, com o primeiro voo em 28 de dezembro de 1985.[1] A certificação do Fokker 50 pela autoridade de aviação Holandesa RLD foi completada com sucesso em 1987 e a primeira aeronave produzida entregue para a DLT, da Alemanha. A produção se encerrou em 1996 após a Fokker ter sido liquidada, com a última aeronave entregue no ano seguinte.[1] No fim do programa, 213 aeronaves haviam sido produzidas.

Em Agosto de 2006 um total de 171 Fokker 50 ainda permaneciam em serviço.

Fokker 60[editar | editar código-fonte]

O Fokker 60 é maior em 1,62 metros que o Fokker 50, com um comprimento total de 26,87 m. Este possui uma grande porta para cargo no lado direito, logo atrás da cabine de comando. Apenas 4 aeronaves foram construídas, todas entregues à Força Aérea Holandesa. Estes eram parte do 334º Esquadrão, baseado no Aeroporto de Eindhoven (EIN/EHEH). Eles foram utilizados para transportar cargas, equipamentos e soldados, além de saltadores de paraquedas. Outros F60 estiveram em construção mas nunca foram concluídos, devido à falência da Fokker. Dois dos Fokker 60 (U-01 e U-03) foram convertidos em 2005 para Aeronave de Patrulha Marítima (Maritime patrol aircraft) (MPA) como uma solução temporária enquanto os P-3 Orion da Marinha Holandesa estavam caindo em desuso devido à cortes no orçamento. Ficaram então baseados no Aeroporto Internacional de Hato, até que foram substituídos pelo Bombardier Dash 8 em Outubro de 2007. Quando a Força Aérea Holandesa decidiu comprar mais dois C-130 Hercules, os Fokker 60 foram aos poucos sendo colocados em desuso. O último voo de um Fokker 60 foi realizado em novembro de 2006.

Design[editar | editar código-fonte]

Royal Netherlands Air Force

O Fokker 50 foi baseado na estrutura alongada do F27-500, mas o 50 incluía muitas mudanças relevantes e outras menores.[1]

A construção básica da fuselagem, asas e a empenagem (cauda) continuaram praticamente os mesmos, apesar de terem sido reforçadas em várias seções necessárias. Entretanto, o Fokker 50 pode ser facilmente reconhecido em relação ao F27, possuindo menores e mais janelas, portas diferentes, um trem de pousop do nariz com duas rodas, ailerons modificados e pontas de asa (chamadas de 'foklets' pela Fokker) que agiriam efetivamente como winglets.

A maior modificação no desenho quanto ao Fokker F27 foram os motores, e em equipar a aeronave com um sistema de gerenciamento eletrônico de voo e de motores. O original Rolls-Royce Dart em várias versões variando entre 1.268 a 1.715 kW (1.700 a 2.300 hp) foram substituídos por turbo-hélices mais eficientes em termos de consumo de combustível. Originalmente, os Rolls-Royce RB506 ou Pratt & Whitney Canada PT7-2R de cerca de 2.200 hp eram considerados concorrentes, mas o mais forte Pratt & Whitney Canada PW125 de 1.864 kW (2.500 hp) foi escolhido, utilizando hélices da Dowty Rotol com seis pás.

O Fokker 50 é também conhecido pelo seu conceito de dark cockpit, onde as luzes indicadoras somente acenderiam se algo estivesse errado.[2]

O Fokker 50 pode levar 50 passageiros em uma configuração padrão ou até 58 passageiros em uma configuração de alta densidade. Possuía um alcance de mais de 2.000 km (1.080 nm) em uma velocidade de 530 km/h (286kn), um aumento de 50 km/h (27kn) se comparado ao Fokker F27.

Variações[editar | editar código-fonte]

Interior de um Fokker 50 da Skyways Express

Fokker 50[editar | editar código-fonte]

F27 Mark 050
Vendido como Fokker 50 (ou às vezes referido como Fokker 50-100), baseado no F27 Mark 500 com dois Pratt & Whitney Canada PW125B ou PW127B turbo-hélice com hélices de seis pás, sistemas e aviônicos atualizados, utilização de material composto aumentado, o dobro do número de janelas, e mudança do sistema pneumático para o hidráulico e a adição de um sistema eletrônico de Controle de motor e pás, além do Sistema Eletrônico de Instrumentos de Voo (EFIS) e sistema de alarme integrado.[2]
F27 Mark 0502
Vendido também como Fokker 50, o mesmo que o 050 com um interior modificado e a mudança nas saídas de emergência traseiras, seis foram construídos (duas para a Força Aérea Holandesa, duas para a Força Aérea da Singapura e duas para Brunei).[2]

Fokker 60[editar | editar código-fonte]

F27 Mark 0604
Vendido como Fokker 60, o mesm que o 0502, com um comprimento da fuselagem aumentado (1,02 metros na frente da asa e 0,80 metros após a asa), peso máximo aumentado e a adição de uma grande porta de carga na parte frontal direita da fuselagem, dois Pratt & Whitney PW127B em cada, com um total de quatro construídos.[2]

Operadores[editar | editar código-fonte]

Skyways Express em Hemavan

Em Agosto de 2009, 168 aeronaves ainda estavam sendo utilizados em empresas de transporte aéreo.

Operadores Civis do Fokker 50[editar | editar código-fonte]

Operadores Militares e Governamentais do Fokker 50[editar | editar código-fonte]

Os seguintes governos ou operadores militares voam atuamente o Fokker 50 nas versões passageiro ou cargas:[3]

 Países Baixos
  • Royal Netherlands Air Force.
Taiwan
  • Republic of China Air Force - como transporte VIP.
 Singapura
  • Republic of Singapore Air Force - Como uma aeronave utilitária de transporte (UTA) e Patrulha Marítima (MPA).

Operadores Iniciais[editar | editar código-fonte]

 Malásia
 Estónia
 Luxemburgo
 Áustria
 Alemanha
 Países Baixos
 Noruega
Filipinas
Nigéria
Taiwan
  • Mandarin Airlines
 Brasil

Operadores do Fokker 60[editar | editar código-fonte]

 Peru
  • Peruvian Naval Aviation - 2 aeronaves de Patrulha Marítima (MPA) adquiridos da Holanda em 23 de Fevereiro de 2010.[4].

Operadores Iniciais do Fokker 60[editar | editar código-fonte]

 Países Baixos
  • Royal Netherlands Air Force - utilizaram 2 modelos (UTA) e 2 de Patrulha Marítima (MPA) até 2006. As aeronaves de modelo UTA estão atualmente armazenadas.

Especificações[editar | editar código-fonte]

Fokker 50 série 100[editar | editar código-fonte]

  • Tripulantes: 2 (piloto & co-piloto)
  • Capacidade: 50 a 58 passageiros
  • Comprimento: 25,25 m
  • Envergadura: 29,00 m
  • Altura: 8,32 m
  • Área da asa: 70,0 m²
  • Peso Básico: 12.250 kg
  • Peso Máximo Zero Combustível: 18.600 kg
  • Peso Máximo de Decolagem: 20.820 kg
  • Motorização: Pratt & Whitney Canada PW125B
  • Tipo: Turbo-hélice
  • Número de Hélices: 2
  • Potência: 1.687 kW
  • Velocidade Máxima de Cruzeiro: 632 km/h (287 kn)
  • Velocidade de Cruzeiro: 453 km/h (245 kn)
  • Velocidade de estol: 139 km/h, 75 knots (KIAS) (max. takeoff weight, Flaps 35º)
  • Alcance: 2.055 km
  • Teto Máximo Operacional: 7.620 m (25.000 ft)
  • Armamento: Mísseis AGM-84D Harpoon, torpedos, sistemas sonares e radares (Fokker 50 da Republic of Singapore Air Force)

Fokker 60[editar | editar código-fonte]

  • Tripulantes: 2 (piloto & co-piloto)
  • Comprimento: 26,87 m
  • Envergadura: 29,00 m
  • Altura: 8,32 m
  • Área da Asa: 70.0 m²
  • Peso Máximo de Decolagem: 22,950 kg
  • Motorização: Pratt & Whitney Canada PW127B
  • Tipo: Turbo-hélice
  • Número de Hélices: 2
  • Potência: 1.953 kW
  • Velocidade Máxima de Cruzeiro: 632 km/h (287 kn)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Desenvolvimentos Relacionados[editar | editar código-fonte]

Aeronaves Similares[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Airliners.net Fokker 50 em inglês
  2. a b c Certificado Tipo da EASA (Agência de Segurança da Aviação Européia) em inglês
  3. Fokker Services - Operadores do F50 em inglês
  4. marina.mil.pe: (em espanhol) Convenio Específico para la transferencia de aeronaves entre Holanda y Perú
  • European Aviation Safety Agency Type-Certificate Data Sheet (Certificado Tipo da Agência de Segurança da Aviação Européia) - Fokker F27 (TCDS A.036 editado em 20 de Maio de 2005)