Grande Prêmio do Brasil de 2012

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Grande Prêmio de Brasil de F-1 de 2012
Autódromo José Carlos Pace (AKA Interlagos) track map.svg
Grande Prêmio do Brasil de 2012.
Detalhes da corrida
Data 25 de novembro de 2012
Nome oficial Formula 1 Grande Prêmio Petrobras do Brasil 2012
Local Autódromo José Carlos Pace, São Paulo, Brasil
Percurso 4,309 km
Total 71 voltas / 305,909 km
Pole
Piloto
Reino Unido Lewis Hamilton McLaren Mercedes
Tempo 1:12:458
Volta mais rápida
Piloto
Reino Unido Lewis Hamilton McLaren Mercedes
Tempo 1:18:069 (na volta 38)
Pódio
Primeiro
Reino Unido Jenson Button McLaren Mercedes
Segundo
Espanha Fernando Alonso Scuderia Ferrari
Terceiro
Brasil Felipe Massa Scuderia Ferrari

O Grande Prêmio do Brasil de 2012 (formalmente conhecido como Formula 1 Grande Prêmio Petrobras do Brasil 2012)[1] foi a vigésima e última corrida da temporada de 2012 da Fórmula 1.[2] A prova foi disputada no dia 25 de novembro no Autódromo José Carlos Pace, São Paulo, Brasil e teve como vencedor o inglês Jenson Button.[3]

De acordo com estatísticas da Pirelli, fornecedora de pneus, a prova teve o maior número de ultrapassagens da temporada, com um total de 147.[4] Foi também a corrida com chuva com mais ultrapassagens em toda a história da Fórmula 1.[5]

Resultados[editar | editar código-fonte]

Classificatório[editar | editar código-fonte]

Pos. No. Piloto Construtor Q1 Q2 Q3 Grid
1 4 Reino Unido Lewis Hamilton McLaren-Mercedes 1:15.075 1:13.398 1:12.458 1
2 3 Reino Unido Jenson Button McLaren-Mercedes 1:15.456 1:13.515 1:12.513 2
3 2 Austrália Mark Webber Red Bull-Renault 1:12.513 1:13.667 1:12.581 3
4 1 Alemanha Sebastian Vettel Red Bull-Renault 1:15.644 1:13.209 1:12.760 4
5 6 Brasil Felipe Massa Ferrari 1:16.263 1:14.048 1:12.987 5
6 18 Venezuela Pastor Maldonado Williams-Renault 1:16.266 1:13.698 1:13.174 161
7 12 Alemanha Nico Hülkenberg Force India-Mercedes 1:15.536 1:13.704 1:13.206 6
8 5 Espanha Fernando Alonso Ferrari 1:16.097 1:13.856 1:13.253 7
9 9 Finlândia Kimi Räikkönen Lotus-Renault 1:16.432 1:13.698 1:13.298 8
10 8 Alemanha Nico Rosberg Mercedes 1:15.929 1:13.848 1:13.489 9
11 11 Reino Unido Paul di Resta Force India-Mercedes 1:15.901 1:14.121 10
12 19 Brasil Bruno Senna Williams-Renault 1:15.333 1:14.219 11
13 15 México Sergio Pérez Sauber-Ferrari 1:15.974 1:14.234 12
14 7 Alemanha Michael Schumacher Mercedes 1:16.005 1:14.334 13
15 14 Japão Kamui Kobayashi Sauber-Ferrari 1:16.400 1:14.380 14
16 16 Austrália Daniel Ricciardo Toro Rosso-Ferrari 1:16.744 1:14.574 15
17 17 França Jean-Éric Vergne Toro Rosso-Ferrari 1:16.722 1:14.619 17
18 10 França Romain Grosjean Lotus-Renault 1:16.967 18
19 21 Rússia Vitaly Petrov Caterham-Renault 1:17.073 19
20 20 Finlândia Heikki Kovalainen Caterham-Renault 1:17.086 20
21 24 Alemanha Timo Glock Marussia-Cosworth 1:17.508 21
22 25 França Charles Pic Marussia-Cosworth 1:18.104 22
23 22 Índia Narain Karthikeyan HRT-Cosworth 1:19.576 23
24 23 Espanha Pedro de la Rosa HRT-Cosworth 1:19.699 24
Tempo dos 107%: 1:20.330
Fonte:[6]
Notas
  • ↑1Pastor Maldonado perdeu 10 posições no grid depois de perder uma chamada para a pesagem, e recebendo assim a sua terceira repreensão da temporada.

Corrida[editar | editar código-fonte]

Pos Piloto Construtor Voltas Tempo/Aban. Grid Pontos
1 3 Reino Unido Jenson Button McLaren-Mercedes 71 1:45:22.656 2 25
2 5 Espanha Fernando Alonso Ferrari 71 +2.7 s 7 18
3 6 Brasil Felipe Massa Ferrari 71 +3.6 s 5 15
4 2 Austrália Mark Webber Red Bull Racing-Renault 71 +4.9 s 3 12
5 12 Alemanha Nico Hulkenberg Force India-Mercedes 71 +5.7 s 6 10
6 1 Alemanha Sebastian Vettel Red Bull Racing-Renault 71 +9.4 s 4 8
7 7 Alemanha Michael Schumacher Mercedes 71 +11.9 s 13 6
8 17 França Jean-Éric Vergne Toro Rosso-Ferrari 71 +28.6 s 17 4
9 14 Japão Kamui Kobayashi Sauber-Ferrari 71 +31.2 s 14 2
10 9 Finlândia Kimi Raikkonen Lotus-Renault 70 +1 volta 8 1
11 21 Rússia Vitaly Petrov Caterham-Renault 70 +1 volta 19
12 25 França Charles Pic Marussia-Cosworth 70 +1 volta 22
13 16 Austrália Daniel Ricciardo Toro Rosso-Ferrari 70 +1 volta 16
14 20 Finlândia Heikki Kovalainen Caterham-Renault 70 +1 volta 20
15 8 Alemanha Nico Rosberg Mercedes 70 +1 volta 10
16 24 Alemanha Timo Glock Marussia-Cosworth 70 +1 volta 21
17 22 Espanha Pedro de la Rosa Hispania-Cosworth 69 +2 voltas 24
18 23 Índia Narain Karthikeyan Hispania-Cosworth 69 +2 voltas 23
19 11 Reino Unido Paul di Resta Force India-Mercedes 68 Acidente 10
Ret 4 Reino Unido Lewis Hamilton McLaren-Mercedes 54 Acidente 1
Ret 10 França Romain Grosjean Lotus-Renault 5 Acidente 18
Ret 18 Venezuela Pastor Maldonado Williams-Renault 1 Acidente 16
Ret 19 Brasil Bruno Senna Williams-Renault 0 Acidente 11
Ret 15 México Sergio Pérez Sauber-Ferrari 0 Acidente 12
Fonte:[7]

Notas:

Referências

  1. Formula 1 Grande Prêmio Petrobras do Brasil 2012
  2. «Calendário da F1 de 2012 confirmado». Autosport. 31 de agosto de 2011. Consultado em 22 de março de 2012. 
  3. «Button vence em Interlagos, e Vettel se torna o tricampeão mais jovem da história». UOL Esporte. 25 de novembro de 2012. 
  4. «Interlagos teve recorde de ultrapassagens na temporada 2012 da Fórmula 1». UOL Esporte. 4 de dezembro de 2012. 
  5. «esporte.ig.com.br/».  F1 teve 1139 ultrapassagens em 2012. Confira estatísticas da temporada
  6. «Formula 1 ® - The Official F1 ® Website» (em inglês). Site oficial da Fórmula 1. 24 de novembro de 2012. Consultado em 22 de novembro de 2013. 
  7. FORMULA 1 GRANDE PRÊMIO PETROBRAS DO BRASIL 2012

Ver também[editar | editar código-fonte]

Prova Anterior:
GP dos Estados Unidos de 2012
Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1
Temporada 2012
Próxima Prova:
GP da Austrália de 2013

Prova Anterior:
GP do Brasil de 2011
Grande Prêmio do Brasil Próxima Prova:
GP do Brasil de 2013