Junqueirópolis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Junqueirópolis
"Capital da Acerola"
Junqueirópolis.JPG

Bandeira de Junqueirópolis
Brasão de Junqueirópolis
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 13 de junho de 1949 (65 anos)
Gentílico junqueiropolense
Prefeito(a) Hélio Aparecido Mendes Furini (PSDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Junqueirópolis
Localização de Junqueirópolis em São Paulo
Junqueirópolis está localizado em: Brasil
Junqueirópolis
Localização de Junqueirópolis no Brasil
21° 30' 54" S 51° 26' 02" O21° 30' 54" S 51° 26' 02" O
Unidade federativa  São Paulo
Mesorregião Presidente Prudente IBGE/2008[1]
Microrregião Dracena IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Nova Independência, Guaraçaí, Mirandópolis, Irapuru, Flora Rica, Emilianópolis, Ribeirão dos Índios, Dracena, Tupi Paulista e Monte Castelo
Distância até a capital 645 km
Características geográficas
Área 582,836 km² [2]
População 19 918 hab. Censo IBGE/2014[3]
Densidade 34,17 hab./km²
Altitude 421 m
Clima Tropical Cwa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,745 alto PNUD/2010[4]
PIB R$ 191 521,063 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 9 714,48 IBGE/2008[5]
Página oficial
Prefeitura www.junqueiropolis.sp.gov.br/
Câmara www.cmjunqueiropolis.sp.gov.br/

Junqueirópolis é um município brasileiro do estado de São Paulo. Localiza-se a uma latitude 21º30'53" sul e a uma longitude 51º26'01" oeste, estando a uma altitude de 421 metros. Sua população estimada em 2014 era de 19.918[3] habitantes. Possui uma área de 582,836 km².

História[editar | editar código-fonte]

A origem do nome Junqueirópolis é uma homenagem de seu fundador, Álvaro de Oliveira Junqueira (1901-1977), à familia. Aqui se instalou, nos idos de 1945. Seu senso de retidão e uma ética inflexível,muitas vezes retardaram o desenvolvimento local, mas garantiram bases "sólidas" para o futuro. Junqueirópolis, situada na Alta Paulista, região oeste do estado de São Paulo, de características agrícolas, é produtora de milho, algodão, café e frutas, especialmente de acerola e uva.

A família Junqueira é considerada tradicional. O primeiro Junqueira teria vindo de São Simão dos Junqueiras (Portugal), e existe uma versão de que "a" primeira Junqueira, seria uma viúva gravida fugindo de perseguições do marquês de pombal. seu primeiro filho foi o primeiro Junqueira[carece de fontes?]

Economia[editar | editar código-fonte]

É o maior produtor de acerola do estado e, por isso, conhecido como a "Capital da Acerola".[carece de fontes?] A variedade predominante desta cultura é a "Olivier", cujo teor médio de vitamina C é de 1 200 mg/100ml de suco e 1 400 mg/100g de polpa. É uma fruta em cujo cultivo praticamente não se utiliza agrotóxicos. No município são cultivados 55 mil pés de acerola, cuja produção na safra de 1998-99 foi de aproximadamente 2 450 toneladas. Além da acerola, o município produz uvas finas de mesa, das variedades Itália, Rubi, Benitaka e Brasil.

Atualmente a cultura que mais vem crescendo no município e em toda a região é a da cana-de-açúcar, utilizada na fabricação de açúcar e álcool.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2010

População total: 18 726

  • Urbana: 15 399
  • Rural: 3 327
  • Homens: 9 921
  • Mulheres: 8 805

Densidade demográfica (hab./km²): 31,99

Mortalidade infantil até um ano (por mil): 12,4

Expectativa de vida (anos): 76,6

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 1,7

Taxa de alfabetização: 89,68%

Índice de Gini: 0,43

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,745

  • IDH-M Renda: 0,727
  • IDH-M Longevidade: 0,860
  • IDH-M Educação: 0,662

(Fonte: http://atlasbrasil.org.br/2013/perfil/junqueiropolis_sp)

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima predominante na região é o tropical típico com duas estações bem definidas, uma quente e úmida, de novembro a abril; e outra fria e seca, de maio a outubro. As temperaturas são em média 25°C, com variações de 10°C a 35°C.

A região, de uma forma geral, está sujeita, durante o inverno, a ação da Massa Polar Atlântica(mPa) provocando grandes friagens e em determinadas localidades as geadas. Durante o verão, a Massa Polar Atlântica recua cedendo espaço a Massa Equatorial Continental(mEc) provocando grande volume de chuvas. Em média o índice pluviométrico é por volta dos 1.400 mm anuais.

Administração[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. a b Censo Populacional 2014 Censo Populacional 2014 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2014). Visitado em 6 de fevereiro de 2015.
  4. (PNUD) Título não preenchido, favor adicionar. Visitado em 11 de novembro de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]