Língua piemontesa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde outubro de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Piemontês (Piemontèis[1])
Falado em: Itália
Região: Piemonte, Lombardia, Vale de Aosta[1]
Total de falantes: 700 000 (2012)[1]
Família: Língua indo-européia
 Línguas itálicas
  Línguas românicas
   Línguas galo-românicas
    Línguas galo-itálicas
     Piemontês
Estatuto oficial
Língua oficial de: -
Regulado por: -
Códigos de língua
ISO 639-1: -
ISO 639-2: roa
Piedmontese linguistic map

A língua piemontesa (piemontèis na língua piemontesa, piemontese na língua italiana) é uma língua românica do noroeste da Itália, embora considerada um dialeto pela maioria de seus falantes, dificultando sua proteção estatal.[2] Seus falantes são bilíngues em italiano, e é frequentemente usada como segunda língua por nativos de arpitano, occitano e walser.[1]

Classificação[editar | editar código-fonte]

O piemontês pertence ao grupo das Línguas românicas, como o francês, o occitano e o catalão entre outras, sendo cercado geográfica e linguisticamente pelas línguas regionais do norte da Itália: lombardo, emiliano-romanholo, lígure e vêneto, que constituem o grupo das línguas galo-itálicas,[3] categoria agrupada sobre as línguas galo-românicas, assim como o francês, o arpitano e as línguas reto-românicas.[4]

Linguistas de grande prestígio do mundo inteiro (Einar Haugen, Hans Göbl, Helmut Lüdtke, George Bossong, Klaus Bochmann, Karl Gebhardt, Guiu Sobiela Caanitz, Gianrenzo P. Clivio) reconhecem o piemontês como língua independente.

No mundo[editar | editar código-fonte]

O piemontês era a primeira língua dos emigrantes que deixaram o Piemonte, no período 1850-1950, para França, Brasil, Argentina, Uruguai e Estados Unidos. Em 1927, nos Estados Unidos em particular, constatou-se que o maior número de falantes estava na Califórnia, com números consideráveis em Nova Iorque, Colorado e Pensilvânia.[5]

Alfabeto[editar | editar código-fonte]

Enquanto que o alfabeto italiano oficial tem apenas 21 letras (é o Alfabeto latino sem as letras K, W, X, Y), o Alfabeto Piemontês apresenta mais três letras: Ó, Ë, J ("i" longa).

Como exemplo, considere-se um dos mais importantes clubes de Futebol da Itália, a Juventus ("La Juve"), cuja inicial é a letra J. Isso se explica pois o clube é de Turim, Piemonte, onde a língua local, ao contrário do Italiano, utiliza normalmente o "J"

Pronunciação[editar | editar código-fonte]

Letra ou grafema Fonemas
A, a /a/ /ɑ/
B, b /b/
C, c /k/ /t͡ʃ/
CH, ch /k/
D, d /d/
E, e /e/
È, è /ɛ/
Ë, ë /ə/
EU, eu /ø/
F, f /f/
G, g /g/ /ʒ/
GN, gn /ɲ/
GLI, gli /ʎ/
H, h
I, i /i/
J, j /j/
L, l /l/
M, m /m/
N, n /n/ /ŋ/
O, o /u/ /ʊ/
Ò, ò /ɔ/
P, p /p/
Q, q /k/
R, r /r/ /ɺ/
S, s /s/ /z/
S-C, s-c /s-t͡ʃ/
T, t /t/
U, u /y/
V, v /v/ /w/
Z, z /z/ /s/

Números en piemontês[editar | editar código-fonte]

Número Piemontês Número Piemontês
1 un 30 tranta
2 doi 40 quaranta
3 tre 50 sinquanta
4 catr 60 sessanta
5 sinch 70 stanta
6 ses 80 otanta
7 set 90 novanta
8 eut 100 sent
9 neuv 101 sent e un
10 des 200 dosent
11 óndes 300 tërsent
12 dódes 400 quatsent
13 tërdes 500 sinchsent
14 quatòrdes 600 sessent
15 quìndes 700 setsent
16 sëddes 800 eutsent
17 disset 900 neuvsent
18 disdeut 1000 mila
19 disneuv 1006 mila e ses
20 vint

Semelhanças léxico entre piemontês e francês e suas diferenças com o italiano[editar | editar código-fonte]

Piemontês em contraste com o italiano padrão tem um grande número de palavras compartilhadas com o francês e as outras línguas galo-itálicas que o tornam muito diferente do último, muitas destas palavras eram estrangeirismos ou palavras que evoluíram na mesma posição como o francês .

Piamontês Francês Italiano Português
Aleman allemand tedesco alemão
Abimé abimer sommergere inundação
Adress adresse indirizzo direção
Amusé amuser divertire divertir
Ambrassé embrasser abbracciare abraçar
Anlevé enlever allevare reprodução
Anviron environ circa sobre
Antamné entamer incominciare començar
Anvìa envie voglia desejo
Apress après dopo depois
Appelé appeler ciamare chamar
Anch'euj aujourd'hui oggi hoje
Aragn araignée ragno aranha
Arlev relève ricambio substituir
Arsòrt ressort molla primavera
Articiòch artichaut carciofo alcachofra
As as hanno tem
Asard hasard caso caso
Atrapé attraper prendere tomar
Assiëtta assiette piatto placa
Assè assez abbastanza suficiente
Bajé bailler sbadigliare bocejo
Beceria boucherie macelleria açougue
Bërgé berger pastore pastor
Biso bijou gioiello joia
Blaga blague scherzo piada
But but scopo finalidade
Boita boîte scatola caixa
Bòsch bois legno madeira
Brisé briser rompere pausa
Bogé bouger muovere mover
Bonet bonnet cappello chapéu
Bòneur bonheur felicità felicidade
Car car perché por que
Cassé casser rompere pausa
Camion camion autocarro caminhão
Campé camper buttare acampamento
Cadò cadeau regalo presente
Cadrega châise sedia cadeira
Caté acheter comprare comprar
Chité quitter lasciare deixar
Chèna chaîne catena cadeia
Ciar char carro carruagem
Ciat chat gatto gato
Ciòfeur chauffeur autista motorista
Clavié clavier tastiera teclado
Còfro coffre forziere cofre
Còrbeila corbeille cesto cesta
Cotin cotillon gonna cotillion
Crajon crayon matita lápis
Cress crèche asilo nido berçário
Cogé coucher coricare pôr do sol
Cómplent complaint lamentazione lamentação
Danger danger pericolo perigo
Darmage dommage danno dano
Dëscrocé décrocher sganciare desengatar
Dësrangé déranger disturbare perturbar
Degrò degré grado grau
Dont dont di cui/del quale de quem
Dròlo drôle strano estranho
Drapò drapeau bandiera bandeira
Scran écran schermo tela
Euvra œuvre opera ópera
Eva eau acqua água
Fat fade insipido brando
Fasson façon modo maneira
Folar foulard fazzoletto da collo cachecol
Fusëtta fusée missile míssil
Lapìn lapin coniglio coelho
Lingeria lingerie biancheria lingerie
Logé loger alloggiare acomodar
Gravé graver imprimere imprimir
Grimassa grimace smorfia careta
Lerma larme lacrima lágrimma
Lésa luge slitta trenó
Madama madame signora senhora
Marié marier sposare casar-se
Mois mois mese meses
Menage menage gestione gerência
Mersi merci grazie obrigado(a)
Minusié menuisier falegname carpinteiro
Mitoné mitonner cuocere a fuoco lento cozinhar a fogo lento
Miroj miroir specchio espelho
Meison maison casa casa
Mucioar mouchoir fazzoletto lenço
Monsù monsieur signore senhor
Mojen moyen mezzo médio
Monté monter salire montar
Mosse mousser spumare espuma
Mòt mot parola palavra
Novod neveu nipote neto
Parpajon papillon farfalla borboleta
Partagé partager spartire partilhar
Parèj pareil così assim
Pie pie gazza ladra
Planeur planeur aliante planador
Plent plainte querela reclamar
Poas pois pisello ervilhas
Pom pomme mela maçã
Possé pousser spingere empurrão
Pròce proche vicino próximo
Ój oui sim
Ordinator ordinateur computer computador
Òrange orange arancione laranja
Reinura rayure graffio arranhão
Rangé arranger aggiustare encaixar
Ravin ravin burrone ravina
Regret regret dispiacere descontentamento
Rèid raid rigido rígido
Ridò rideau tenda cortina
Sabòt sabot zoccolo pasco
Sagrin chagrin preoccupazione preocupação
Sapin sapin abete pinheiro
Siresa cerise ciliegia cereja
Salòp sale sporco sujo
Spurì pourri appassito podre
Soagné soigner curare curar
Seurte sortir uscire sair
Stropo troupeau gregge rebanho
Stagera étagere scaffale prateleira
Sombr sombre scuro escuro
Tasté tâter assaggiare sentir
Toit toit tetto telhado
Tisòire cisoire forbici tesoura
Tramblé trembler tremare agitar
Travajé travailler lavorare trabalhar
Tricoté tricoter lavorare a maglia tecer
Tombé tomber cadere cair
Utiss outil attrezzo ferramenta
Vile ville città cidade
Vitur voiture auto carro
Zibié gibier selvaggina jogo

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d «Piedmontese». Ethnologue (em inglês) 
  2. Tropeano, Maurizio (14 de maio de 2010). «Per la Consulta il piemontese non è una lingua». La Stampa (em italiano). Arquivado do original em 1 de março de 2012 
  3. «Gallo-Italian». Ethnologue 
  4. «Gallo-Romance». Ethnologue 
  5. Zallio, A. G. (1927). «The Piedmontese Dialects in the United States». American Speech. 2 (12). pp. 501–4. JSTOR 452803. doi:10.2307/452803