Lucho Nizzo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Lucho Nizzo
Lucho Nizzo.jpg
Informações pessoais
Nome completo Luiz Antônio Nizzo
Data de nasc. 13 de fevereiro de 1963 (55 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro (RJ),  Brasil
Informações profissionais
Equipa atual Brasil América - RJ
Posição Treinador
Clubes de juventude
1977-1978
1979-1980
1981-1983
Brasil Vasco da Gama (infantil)
Brasil Vasco da Gama (juvenil)
Brasil Vasco da Gama (juniores)[1]
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1984
1985-1987
1987
1988
1988
1989-1992
Brasil Araçatuba
Brasil Mesquita
Brasil Rio Branco-ES
Brasil Nacional-SP
Brasil Itaperuna
Brasil Madureira
Times/Equipas que treinou
1989-1994
1998-1999
2000
2001
2002
2002
2002
2003
2004
2004
2004
2005
2006
2006
2007
2007
2007
2007-2008
2008
2009
2009
2010
2010
2010
2010
2010
2011
2012
2012
2013
2014
2015
2016
Brasil Madureira Sub-17
Brasil Madureira Sub-13
Brasil Madureira Sub-15
Brasil Fluminense Sub-15
Brasil Botafogo Sub-15
Malásia Malásia Sub-15
Malásia Malásia Sub-17
Brasil Seleção Brasileira Sub-15
Brasil Madureira
Brasil Seleção Brasileira Sub-17
Brasil Goiás Sub-17
Brasil Sendas/Pão de Açúcar Sub-17
Brasil Sendas/Pão de Açúcar Sub-20
Brasil Juventus-SP Sub-20
Brasil Sendas/Pão de Açúcar
Brasil Juazeiro-BA
Brasil Seleção Brasileira Sub-15
Brasil Seleção Brasileira Sub-17
Brasil Tigres do Brasil
Brasil Flamengo-SP
Brasil Seleção Brasileira Sub-17
Brasil America (assistente)
Brasil Bonsucesso
Brasil Seleção Brasileira Sub-17
Inglaterra Arsenal (assistente)
Arábia Saudita Al-Raed[2]
Brasil Cabofriense
Brasil CRAC
Brasil America
Brasil Boavista
Brasil Goytacaz
Brasil CRAC
Brasil Palmeiras

Luiz Antônio Nizzo, mais conhecido como Lucho Nizzo[3] (Rio de Janeiro, 13 de fevereiro de 1963) é um ex-futebolista brasileiro e atua como treinador de futebol. Atualmente está no Palmeiras

Carreira[editar | editar código-fonte]

Lucho Nizzo é um caso raro no futebol brasileiro. O treinador do Tigres, vice-campeão da Segundona de 2008, já foi técnico de todas as categorias de base. Profundo conhecedor dos aspectos técnicos e físicos do esporte, Nizzo deixa bem claro que não é a favor de ex-jogadores virarem técnicos sem uma formação. De acordo com ele, profissional tem que ter base. Nessa linha, concilia o comando da Fera da Baixada, seu primeiro clube profissional, com o da seleção brasileira sub-17, na qual tem vasta experiência.

Por sua mão já passaram jogadores como o lateral-esquerdo Marcelo, do Real Madrid, e os meias Anderson, do Internacional e ex-Manchester United, e Renato Augusto, hoje no Beijing Guoan, mas com pasagens por grandes clubes como Flamengo, Bayer Leverkusen e Corinthians.

Começou a carreira no Vasco da Gama, com passagens pelas categorias de base da equipe cruzmaltina. Atuou também pelo Madureira, entre outros clubes. Formou-se em Educação Física na Universidade Castelo Branco. Sendo professor do Curso de Formação de Treinadores do Sindicato dos Treinadores de Futebol do Estado do Rio de Janeiro e da Escola Brasileira de Futebol, Lucho foi treinador de várias equipes na base, entre elas das Seleções Brasileira sub-15, 16, 17 e 19 e da Malásia. Além da base dos seguintes clubes: Fluminense, Botafogo, Madureira e Flamengo.

Além desses, foi treinador do Juazeiro, no qual esteve por pouco tempo; Tigres do Brasil; Flamengo de Guarulhos (onde acertou no dia 23 de fevereiro de 2009 e pediu demissão uma semana depois); Bonsucesso, além de ser auxiliar-técnico de Bebeto no America-RJ.

Dentre suas passagens mais recentes, Nizzo esteve anteriomente no Al-Raed[4], da Arábia Saudita e no Cabofriense[5]. Na temporada 2012, esteve no comando do CRAC de Goiás[6] e em abril do mesmo ano, assumiu o America. recentemente comandou o Boavista. recentemente comandou novamente o CRAC, mas após uma sequência negativa no Campeonato Goiano, pediu pra sair do clube.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Seleção Brasileira
Boavista
America

Referências

  1. [1]
  2. ESP Brasil (15 de julho de 2010). «Técnico Lucho Nizzo vai comandar o Al-Raed». Consultado em 12 de julho de 2011. 
  3. www.jbarbosaonline.com.br/destaques/lucho-nizzo/
  4. Globoesporte.com (17 de setembro de 2010). «Longe do glamour dos petrodólares, Lucho Nizzo faz sucesso na Árabia». Consultado em 12 de julho de 2011. 
  5. LANCE!NET (4 de fevereiro de 2011). «Lucho Nizzo é o novo técnico da Cabofriense». Consultado em 12 de julho de 2011. 
  6. Globoesporte.com (7 de dezembro de 2011). «Confiante, Lucho Nizzo se apresenta ao Crac nesta quinta-feira». Consultado em 6 de janeiro de 2012. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um treinador de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.