Mustafá Contursi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade. (desde junho de 2011)
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Mustafá Contursi em 2011

Mustafá Contursi Goffar Majzoub (São Paulo, 22 de setembro de 1940) é um dirigente esportivo brasileiro, mais precisamente do futebol. Ficou conhecido por ter sido presidente do Palmeiras entre 1993 e início de 2005.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Mustafá Contursi é casado, pai de três filhos, e tem origens na Síria - pai (Abdel Majzoub) – e na Itália - mãe (Annunziata Contursi). Mustafá Contursi ficou conhecido por ter sido presidente da Sociedade Esportiva Palmeiras entre 1993 e início de 2005.

Nascido no bairro paulistano do Brás, foi criado na Mooca, e tornou-se sócio do Palmeiras em 1951, aos onze anos, graças à influência de seus primos e avós, que foram responsáveis por pagar suas primeiras mensalidades.

Mustafá ingressou pela primeira vez na diretoria do Palmeiras em 1965 e nos anos seguintes atuou em vários cargos diretivos do clube, o que culminou com sua indicação a conselheiro vitalício no ano de 1973.

Presidência[editar | editar código-fonte]

No primeiro semestre de 1992, durante a gestão de Facchina Nunes a Sociedade Esportiva Palmeiras fechou um contrato de parceria com a multinacional Parmalat. Em janeiro de 1993 Mustafá foi eleito presidente do Sociedade Esportiva Palmeiras. Em 12 de junho do mesmo ano, o Palmeiras sairia da fila vencendo o Corinthians no Campeonato Paulista, sendo campeão, ainda, do Campeonato Brasileiro e do Torneio Rio São Paulo (este último também contra o Corinthians.

Sob sua gestão, houve a construção das piscinas aquecidas, as reformas na Academia de Futebol da Barra Funda, a aquisição da Academia de Futebol de Guarulhos, anexo ao clube social, bem como diversos imóveis localizados na Rua Padre Antônio Tomas que, por anos a fio, serviram como escritório aos mais diversos departamentos do Clube e, no futuro, seriam utilizados como garantia das dívidas que o Palmeiras viria a possuir.

Ainda durante sua gestão o clube conquistou o título da Copa Libertadores da América de 1999 e foi rebaixado para a série B no Campeonato Brasileiro de futebol de 2002.

Títulos no Palmeiras[editar | editar código-fonte]

  • Campeão Paulista (1993)
  • Torneio Rio São Paulo (1993)
  • Campeão Brasileiro (1993)
  • Bicampeão Paulista (1994)
  • Bicampeão Brasileiro (1994)
  • Copa Brasil-Itália (1994)
  • Torneio Lev Yashin-Rússia (1994)
  • Campeão Paulista (1996)
  • Copa da China (1996)
  • Torneio Euro-América (1996)
  • Torneio Naranja-Espanha (1997)
  • Taça Maria Quitéria (1997)
  • Copa do Brasil (1998)
  • Copa Mercosul (1998)
  • Copa Libertadores da América (1999)
  • Troféu da Federação Internacional de Futebol-Alemanha (1999)
  • Torneio Rio São Paulo (2000)
  • Copa dos Campeões (2000)
  • Campeão Brasileiro da Série B (2003)

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.