Palácio Gorjão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Palácio Gorjão - Bombarral - Portugal (8082684001).jpg

O Palácio Gorjão, sito no Bombarral, pertenceu inicialmente à família da Cunha Coimbra, tendo depois, no século XVII, passado, por sentença judicial, para os parentes mais próximos do seu último proprietário, Manuel da Cunha e Noronha, à família Gorjão Henriques da Cunha Coimbra Botado e Serra (na pessoa de Francisco Gorjão Henriques da Cunha Coimbra Botado e Serra, nascido em 1641 e falecido em 1710), tendo-se conservado nesta família, que enriquecera através do tráfico de escravos, até ao século XX. Actualmente, pertence ao Município do Bombarral e nele está instalado o Museu Municipal do Bombarral.

A família Gorjão Henriques da Cunha Coimbra Botado e Serra representa ainda um conjunto importante de famílias na Região Oeste (Portugal), designadamente os Botado e os de Araújo, da Abrigada - Quinta de Abrigada, os Henriques do Bombarral, os Mingão e os Fialho, de Óbidos, os Serra, de Torres Vedras (tronco da varonia), os de Sequeira de Santarém, os Infante (de Nuno Tristão e de João Infante, que comandou um dos navios na viagem de Bartolomeu Dias em que se transpôs o Cabo da Boa Esperança) ou os Correia da Silva, Senhores do Prazo da Torre da Murta.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Património de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.