Petra Leão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Petra Leão
Nascimento 14 de maio de 1980 (39 anos)
São Paulo
Cidadania Brasil
Ocupação redatora, roteirista

Petra Leão (São Paulo,[1] 14 de maio de 1980) é uma roteirista, redatora e cosplayer brasileira. Colaborou em roteiros de histórias em quadrinhos em estilo mangá relacionadas ao universo de Tormenta, como Holy Avenger, para a Mauricio de Sousa Produções, fez roteiros de Turma da Mônica Jovem, Tina e Chico Bento Moço.[2]

Trabalhou também em revistas voltadas a RPGs e animes, incluindo Dragão Brasil e Anime EX.

Recebeu o Prêmio Angelo Agostini, na categoria roteirista, em 2013.

Quadrinhos[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira no mercado editorial em 2000 criando roteiros do personagem Capitão Ninja para os três números da Revista Dragão Games. Ainda na editora Talismã escreveu três edições especiais do universo de Holy Avenger;[3] dos personagens Sandro e Niele em parceria com Fran Briggs, e o da personagem Petra Tpish. Também em parceria com Fran Briggs escreveu Dado Selvagem, mini-série interrompida com a mudança de direção da Revista Dragão Brasil.

Publicou nos EUA a continuação da mini-série Victory,[4] tornando-se a primeira roteirista feminina brasileira a publicar quadrinhos nos Estados Unidos.

A parceira com Fran Briggs continuou no 1º número da minissérie Mercenário$,[5] que também não teve continuidade com a mudança de direção da editora quando Marcelo Cassaro (com quem hoje faz parceria na revista Turma da Mônica Jovem), Rogério Saladino e JM Trevisan pediram demissão da editora.

Em 2004 participou do fanzine Orbital, em parceria com Elza Keiko,[6] que se tornaria editora da linha da mangás da Panini.[7] Ministrou aulas de roteiro de quadrinhos na escola Animangá e deu palestras relacionadas a roteiro em São Paulo, Brasília e Londrina. Em 2005 colaborou com matérias e histórias em quadrinhos para a revista especial do Anime Friends, distribuída no evento daquele ano.

Após um hiato de alguns anos trabalhando com revistas informativas e em outras áreas, em 2008 volta a trabalhar com quadrinhos fazendo roteiro para a revista Turma da Mônica Jovem. A partir do nº 9, se fixou como roteirista oficial.


Em 2012, ao lado de Maurcelo Cassaro, produziu uma história uma história sobre o casamento de Mônica e do Cebolinha para o álbum Ouro da Casa[8] e assina a edição da Turma da Mônica Jovem que apresenta um crossover com Safiri, Kimba, o leão branco e Astro Boy, personagens de Osamu Tezuka, ainda em 2012, publicou no Almanaque Ação Magazine, Assombrado, roteirizado por ela e ilustrado por Roberta Pares.[9] Em 2014, escreve histórias da Tina em uma revista própria.[10]


Em 2018, é publicado um outro crossover com Astroboy com a Turma da Mônica Jovem.[11] Atualmente, também roteiriza histórias da revista Chico Bento Moço[2] e Turma da Mônica - Geração 12, ilustrado por Roberta Pares.[12]

Redação[editar | editar código-fonte]

Colaborou com a Revista Dragão Brasil, assinando as adaptações e matérias de Cowboy Bebop, Harry Potter e Senhor dos Anéis. Entre 2000 e 2005 colaborou regularmente com a revista Anime EX (revista informativa de animes), editada por Sérgio Peixoto Silva. Em 2006 tornou-se colaboradora fixa da Revista Anime Invaders (depois chamada Animation Invaders), da Editora Europa, onde ficou até início de 2008, quando a revista foi descontinuada.


Cosplay[editar | editar código-fonte]

Petra faz parte da geração pioneira de cosplayers brasileiros, hobby que iniciou antes de se tornar roteirista profissional. Fez seu primeiro cosplay aos 17 anos, representando o personagem Yusuke Urameshi de Yuyu Hakusho.[10] Em parceria com Alessandra Fernandes, participa de todas as edições brasileiras do World Cosplay Summit, desde 2006 (até então, a única dupla a participar de todas as edições nacionais do evento e com a mesma formação). Soma mais de trinta cosplays apresentados em diversos eventos.

Cronologia:

* 1997: - vence o segundo lugar do primeiro evento de anime brasileiro aberto ao público, o Mangácon II;

* 1999 a 2002: - apresenta o concurso de cosplay do Animecon;

* 2004: - vence o Anime Friends em 1º lugar na categoria feminina com cosplay de Maria Antonieta, do anime Rosa de Versalhes;

- vence em 1º lugar o Circuito Cosplay, competição promovida pela Yamato Produções e Eventos;

- Participa da fundação do site Cosplay World;

* 2006 a 2009: - participa de todas as edições do World Cosplay Summit, formando dupla com Alessandra Fernandes;

* 2007: - Participa da fundação do site Cosplayers.Net, do qual pede afastamento temporário no ano seguinte para poder participar de competições de cosplay sem comprometer a neutralidade do site;

* 2008: - juntamente com Alessandra Fernandes dá início ao grupo de teatro Cosplay Em Cena, que fez sua estréia no Anime Dreams 2008 com a peça de One Piece

- Apresenta com o grupo de teatro uma esquete baseada na paródia de Harry Potter, Potter Puppet Pals no Anime Friends;


* 2009: - No Anime Dreams, juntamente com o Cosplay em Cena apresenta o teatro cosplay de Cowboy Bebop

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

2013 Prêmio Trabalho Indicado Resultado
Prêmio Ângelo Agostini Melhor Roteirista do Brasil Venceu[13]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]