Rio do Sul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Município de Rio do Sul
Bandeira de Rio do Sul
Brasão de Rio do Sul
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 15 de abril de 1931 (88 anos)
Gentílico rio-sulense
Prefeito(a) José Eduardo Rothbarth Thomé (PSDB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Rio do Sul
Localização de Rio do Sul em Santa Catarina
Rio do Sul está localizado em: Brasil
Rio do Sul
Localização de Rio do Sul no Brasil
27° 12' 50" S 49° 38' 34" O27° 12' 50" S 49° 38' 34" O
Unidade federativa Santa Catarina
Mesorregião Vale do Itajaí IBGE/2008 [1]
Microrregião Rio do Sul IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Agronômica, Aurora, Ibirama, Laurentino, Lontras e Presidente Getúlio
Distância até a capital 188 km
Características geográficas
Área 260,97 km² [2]
População 71 061 hab. Estimativa IBGE/2019[3]
Densidade 272,3 hab./km²
Altitude 339,88 m
Clima subtropical Cfa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,802 (BR: 36º) – muito alto PNUD/2010
PIB R$ 2 610 753 mil IBGE/2012[4]
PIB per capita R$ 41 666,72 IBGE/2012[4]

Rio do Sul é um município brasileiro do estado de Santa Catarina. Localiza-se a uma latitude 27º12'51" sul e a uma longitude 49º38'35" oeste (entre a Serra do Mar e a Serra Geral), estando a uma altitude de 339,88 metros acima do nível do mar. O Ponto culminante está localizado na Serra do Mirador, com 824m de altitude. Sua população estimada em 2019 é de 71.061 habitantes, conforme dados do IBGE.


Principal município da região do Alto Vale do Itajaí, faz divisa com os municípios de Laurentino, Agronômica, Aurora, Lontras, Ibirama e Presidente Getúlio.

Um dos cartões postais do município é sua Igreja matriz (Catedral de São João Batista), construída pelos Salesianos. Outras construções importantes são a Ponte dos Arcos, a Estação Ferroviária e algumas edificações em estilo alemão. Também no município encontra-se o local onde nasce o Rio Itajaí-Açu (do encontro dos rios Itajaí do Sul e Itajaí do Oeste).

Clima[editar | editar código-fonte]

De clima temperado úmido,a temperatura média anual é de 18°C (max: 40°C; min: 0°C),com possibilidade de geadas no inverno, temperaturas negativas e raramente a possibilidade de nevar.

Enchentes[editar | editar código-fonte]

Rio do Sul tem um histórico longo de enchentes, pois no centro do município existe a confluência de dois rios, o Itajaí do Sul e Itajaí do Oeste, que ao se juntarem formam o Itajaí-Açu, fazendo com que a cidade sofra ciclicamente com grandes cheias. Ocorrem também as famosas "mini enchentes", onde a elevação das águas não chega a ultrapassar os sete metros, sendo estas mais comuns e afetam a rotina de grande parte população.

As maiores cheias que se tem notícia nos últimos anos são as dos anos de 1983 (13,58 metros) 1984 (12,80) e 2011 (12,96 metros). Em setembro de 2013, o nível das águas atingiu os 10,39 metros, em outubro de 2015 o nível do rio chegou em 10,71 metros, causando muitos prejuízos e destruição. A mais recente ocorreu em 2017 chegando a 10,89 metros.

Economia[editar | editar código-fonte]

O município destaca-se na área industrial, com foco nos setores metalmecânico, eletrônico e vestuário (principalmente na confecção de jeans).

No setor agropecuário, destaca-se pela produção de leite, suinocultura e avicultura. Vem apresentando também nos últimos anos forte crescimento na construção civil e no desenvolvimento de software.

Indicadores[editar | editar código-fonte]

  • Índice de Desenvolvimento Social: alto
  • Estabelecimentos industriais: 415 (2004)
  • Estabelecimentos comerciais: 1204 (2004)
  • Prestadores de serviços: 1876 (2004)
  • PIB: R$ 1,2 bilhões (IBGE - 2010)
  • PIB per capita: R$ 31.666,72 (IBGE - 2012)
  • Exportações: US$ 80,5 milhões (2004) - mais de 40% do total do Alto Vale
  • Importações: US$ 2,6 milhões (2004)
  • Arrecadação de ICMS: R$ 108,6 milhões (2004)

Divisão do PIB[editar | editar código-fonte]

Composição do PIB
Fonte Participação(%)
Agropecuária 0,3
Indústria 41,5
Serviços 47,1
Impostos 11,1

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do censo demográfico de 2010 (IBGE):

  • População masculina: 29.978
  • População feminina: 31.220
  • População total: 61198
  • Taxa de crescimento anual: 1,94%
  • População urbana: 56.785
  • População rural:4.413
  • Expectativa de vida ao nascer: 76,02 anos

Cultura[editar | editar código-fonte]

Rio do Sul possui forte influência germânica e italiana na cultura de seu povo,tanto na arquitetura quanto nos costumes locais.É comum se encontrar nos bairros e valadas mais afastadas pessoas que ainda preservam a culinária e o idioma de seus antepassados de forma muito presente no dia a dia.

Esportes[editar | editar código-fonte]

Sempre obteve boas participações nos Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC), principalmente nas categorias de bolão e xadrez.

No futebol, teve três equipes de relativo destaque a nível estadual:

Já no futsal, foi campeã catarinense com a Nerede, em 1994, e vice em 1992. Ambas as finais foram contra a Sadia, de Concórdia.

Rio do Sul tem importante contribuição nacional no desenvolvimento e na história do bicicross (ou BMX), com destaque para dois grandes atletas rio-sulenses: Adriano Medeiros (primeiro campeão mundial brasileiro) e Robson Telles (multi-campeão nacional).

Em junho de 2009 foi criado o Kuaray Clube de Orientação, para a prática e o desenvolvimento do esporte orientação. Obteve, com o atleta Marcelo Arnoldo Hoffmann, o segundo lugar no Campeonato Brasileiro de Orientação - CAMBOR 2009.

Rio do Sul também conta com a atual e três vezes campeã brasileira de xadrez Vanessa Feliciano, e é considerada a maior enxadrista da história no Brasil. No xadrez masculino, a cidade já contou com o atleta Thiago Nascimento, campeão estadual diversas vezes em torneios rápidos por categoria, e já chegou na quarta colocação em torneio nacional.

Superliga Brasileira de Voleibol[editar | editar código-fonte]

Rio do Sul integra-se a Superliga Feminina Brasileira de Voleibol patrocinada pela prefeitura de Rio do Sul e pelas empresas Equibrasil, Pamplona Alimentos e Nutrifarma.

A equipe conta com as levantadoras Giovana Gasparini e Luciana Bezerra, com as ponteiras Ju Nogueira, Fernanda, Juliana Paz, Isabela, Vanessa e Gabi, com as opostas Duda e Helô, com as centrais Camila Paracatú, Fran, Mimi Sosa e Jéssica, com as líberos Tatiana e Nanda, e com o experiente técnico Spencer Lee.

Na superliga 2015/2016, a equipe de Rio do Sul ficou conhecida por, apesar do baixo investimento em relação a outras equipes, montar uma equipe extremamente aguerrida. Com as estrangeiras Tatiana e Mimi Sosa, Spencer comanda o time de Rio do Sul a colocações histórias na Superliga.

Rio do Sul é conhecido também por possuir uma torcida impactante. A equipe de vólei da cidade foi desativado em 2017, apesar do esforço de seus dirigentes. a equipe acabou por não participar da Super Liga 2017/ 2018 a poucos dias de seu inicio, e assim encerrou uma bonita história de 8 anos.

Turismo[editar | editar código-fonte]

  • Encontro dos Rios

Para apreciar o rio, há um mirante dentro do Parque Universitário Norberto Frahm, que apresenta ainda um painel da bacia hidrográfica da região em fotos antigas e atuais.

  • Morro dos Três Picos

Situado na Serra Taboão, com 965 metros.

  • Pico da Bandeira

Com 847 metros de altura, onde é possível observar quase toda a cidade e trilhas nas quais é possível observar a flora nativa.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2013). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 1 de junho de 2015 
  3. «Estimativa Populacional 2019». Estimativa Populacional 2019. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2019. Consultado em 28 de agosto de 2019 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2012». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 1 de junho de 2015 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikcionário Definições no Wikcionário
Commons Categoria no Commons