Rock argentino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Rock argentino
Origens estilísticas blues
jazz
rock and roll
country&western
funk
R&B
doo wop
boogie woogie
swing
Contexto cultural Musicalmente, segunda metade dos anos 50, como parte da explosão internacional do rock and roll americano. Como movimento artístico com a sua própria identidade e cantado em espanhol, meados dos anos 60, causada pela opressão militar, ideias da juventude, o ambiente intelectual e contracultura.
Instrumentos típicos voz
guitarra
bateria
baixo elétrico
teclados
violão acústico (opcional)
saxofone (opcional)
piano (opcional)
Popularidade Muito alto na Argentina desde a sua criação, popular a nível hispano-americano desde os anos oitenta.
Gêneros de fusão
Blues argentino
Metal argentino

O rock argentino é uma denominação musical muito ampla, aplicada a qualquer variedade de rock and roll, blues rock, jazz rock, pop rock, punk rock, new wave, garage rock, ska punk, rock psicodélico, hard rock, heavy metal e outros estilos musicais afins, criada, produzida ou gerada de alguma forma nesse país. A expressão coincide em parte com o "rock nacional", um conceito que apareceu na segunda metade da década de 1960 para se referir a uma corrente musical roqueira de sentido amplo, cantada em espanhol e que inicialmente estaria voltada para produtos "comerciais" desenvolvidas pela mídia e gravadoras.

A Argentina foi um dos primeiros países ibero-americanos que, depois do âmbito anglo-saxão (Estados Unidos, Reino Unido, Austrália, Canadá e Nova Zelândia, seus lugares de origem), combinou diversos estilos derivados do rock and roll com elementos autóctonos,[carece de fontes?] desenvolvendo assim uma música de identidade própria,[carece de fontes?] sendo assim denominado rock nacional. Também foi um dos primeiros a utilizar o espanhol para comunicar e descrever temas semelhantes às suas próprias idiossincrasias e abundantes referências à geografia local.[carece de fontes?]

Desde meados dos anos cinquenta grupos locais que cantavam em inglês (ocasionalmente em espanhol) versões de sucessos internacionais do rock and roll, mesmo sem conferirem uma identidade que os diferenciavam de seus modelos estrangeiros. Foi na segunda metade dos anos sessenta, quando vários grupos underground que vinham de uma área intelectual e boêmia começaram a compor canções em espanhol sobre temas que interessavam aos jovens, assim o rock argentino começou a ser interpretado em sua própria maneira, moldando um gênero musical que primeiramente foi denominado «beat», mais tarde «música progressiva» e finalmente «rock nacional» Depois disso, o rock argentino iniciou um processo de constante evolução durante os anos setenta e oitenta, e, especialmente, depois da Guerra das Malvinas, cristalizou um movimento de características estéticas bem definidas e de grande aceitação popular.

1956−1964: 'Pré-história' do Rock & Roll na Argentina[editar | editar código-fonte]

O Rock and Roll emergiu nos Estados Unidos a partir do Rhythm & Blues, ganhando popularidade internacional da década de 1950 com artistas como Elvis Presley e Bill Haley (que visitaram a Argentina em 1958), despertando o interesse de alguns artistas argentinos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

A Wikipédia possui o
Portal do Rock.
Ícone de esboço Este artigo sobre Rock é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.