The Miracle (of Joey Ramone)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
"The Miracle (of Joey Ramone)"
Single de U2
do álbum Songs of Innocence
Lançamento 15 de setembro de 2014
Formato(s) Download digital
Gravação Electric Lady Studios (Nova York)
Gênero(s) Rock
Duração 4:16
Gravadora(s) Island, Universal
Composição Bono, The Edge, Adam Clayton, Larry Mullen Jr.
Letrista(s) Bono, The Edge
Produção Danger Mouse, Paul Epworth, Ryan Tedder, Declan Gaffney, Flood
Cronologia de singles de U2
"Invisible"
(2014)
"Every Breaking Wave"
(2014)
Vídeo musical
"The Miracle (of Joey Ramone)"

"The Miracle (of Joey Ramone)" é uma canção da banda de rock irlandesa U2. É a faixa de abertura do álbum como também o primeiro single do álbum Songs of Innocence (2014), lançada em 15 de setembro de 2014. Foi produzido por Danger Mouse, Paul Epworth e Ryan Tedder, sendo revelado pela banda durante o fim do evento que digulgava o lançamento do iPhone 6, pela Apple Inc. em 9 de setembro de 2014; coincidindo com o anúncio de que Songs of Innocence seria lançado digitalmente aos usuários da iTunes Store. O homônimo do título da canção é o músico americano Joey Ramone, vocalista da banda punk rock estadounidense Ramones.

Escrita e gravação[editar | editar código-fonte]

"The Miracle (of Joey Ramone)" originou-se a partir das sessões de gravação do grupo com Danger Mouse, em 2010, inicialmente constituído por um loop da bateria e guitarra.[1] De acordo com a inclusão dos produtores Ryan Tedder e Paul Epworth, ele evoluiu para uma música mais rock, denominada de "Siren", com uma letra comparando a música dos Ramones a um canto de sereia.[1] A banda ficou com a melodia final e as letras de Epworth durante os últimos dois meses de sessões do álbum.[1]

A canção presta homenagem a Joey Ramone, vocalista dos Ramones, que teve uma forte influência sobre Bono.[2] Durante as suas adolescências, os membros da banda escaparam para assistir a um concerto dos Ramones,[3] e a experiência de assistir Joey, fez Bono se sentir menos auto-consciente sobre o seu próprio canto[4]. Assim, o título da música é uma clara alusão feita à música "I Believe In Miracles", do álbum Brain Drain, lançado em 1989 pelos Ramones.

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Divulgação do álbum Innocence no evento da Apple, com a presença de Tim Cook (ponta esquerda), e os membros da banda.

Nos dias que antecederam ao evento da Apple Inc., lançado em 9 de setembro de 2014 em Cupertino, Califórnia, boatos começaram a circular de que o U2 estaria envolvido,[5] que foram prontamente negadas por um porta-voz da banda.[6] No entanto, no fim do evento, a banda apareceu e executou a nova canção "The Miracle (of Joey Ramone)", o primeiro single de seu décimo terceiro álbum de estúdio do grupo, com o diretor executivo da Apple, Tim Cook, anunciando que o álbum seria lançado digitalmente em toda sua totalidade, sem qualquer custo para os usuários do iTunes Store.[7] A apresentação foi concluída com a inauguração do anúncio publicitário da Apple, com U2 tocando a canção.[8]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Rodrigo Ortega, do G1, afirma que "a letra e a guitarra 'serra elétrica', remetem os americanos que influenciaram o punk europeu, inclusive a origem do U2".[9] Brian Wise, do The New Daily, disse que "'The Miracle' é um molde familiar do U2 – som estridente na guitarra de The Edge, e um gancho poderoso que terá fãs cantando junto em estádios do mundo inteiro, quando a banda definir sua próxima turnê. É praticamente irresistível – e tendo em conta que esta é a primeira amostra da banda em mais de cinco anos, os fãs ficarão salivando".[10] A Rolling Stone publicou: "A canção de abertura capta o big bang do despertar musical de Bono [...] Parece que a banda, propositalmente, tenta não soar como os Ramones, embora – em vez disso, a canção começa com poderosos sons, como a canção 'Mysterious Ways' – como explosões na guitarra de The Edge, sendo impulsionado por uma melodia cadenciada e um refrão overdub de Bono".[11] O jornal The National foi mais crítico à canção, afirmando que "o problema é o refrão sem brilho, sendo meio esquecido no segundo verso. É o mais fraco do álbum. Felizmente, ele melhora daí por diante".[12]

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

  • CD
  1. "The Miracle (of Joey Ramone)" – 4:16
  • Download digital
  1. "The Miracle (of Joey Ramone)" – 4:16
  2. "The Miracle (of Joey Ramone)" (Busker Version) – 4:07

Paradas e posições[editar | editar código-fonte]

Pessoal[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c "Brian Hiatt (6 de novembro de 2014). "Trying to Throw Their Arms Around the World". Rolling Stone (1221): 54–61. Página visitada em 22 de janeiro de 2015.
  2. James Reed (10 de setembro de 2014). «U2, 'Songs of Innocence'». The Boston Globe. Consultado em 22 de janeiro de 2015 
  3. Jason MacNeil (9 de setembro de 2014). «U2 Are Giving Away Their Surprise New Album 'Songs Of Innocence' For Free On iTunes». The Huffington Post. Consultado em 22 de janeiro de 2015 
  4. «Exclusive: Bono Reveals Secrets of U2's Surprise Album 'Songs of Innocence'». Rolling Stone. 9 de setembro de 2014. Consultado em 22 de janeiro de 2015 
  5. Bem Sisario. "U2 Said to Play Role at Apple". The New York Times (8 de setembro de 2014). Página visitada em 17 de setembro de 2014.
  6. "U2's new album will not be launched as iPhone 6 tie-in". Hot Press (5 de setembro de 2014). Página visitada em 17 de setembro de 2014.
  7. Nathan Ingraham. "U2 releases its new album for free today exclusively on iTunes". The Verge (9 de setembro de 2014). Vox Media. Página visitada em 17 de setembro de 2014.
  8. Jason Lipshitz."U2 Releases Free Album 'Songs of Innocence' at Apple Event". Billboard (9 de setembro de 2014). Prometheus Global Media. Página visitada em 17 de setembro de 2014.
  9. Rodrigo Ortega (10 de setembro de 2014). «U2 aponta ao futuro no lançamento e ao saudosismo no som». Globo.com. G1. Consultado em 26 de janeiro de 2015 
  10. Brian Wise (10 de setembro de 2014). «Review: 'The Miracle (of Joey Ramone)' by U2». The New Daily. Consultado em 26 de janeiro de 2015 
  11. «U2's 'Songs of Innocence': A Track-by-Track Guide». Rolling Stone. 9 de setembro de 2014. Consultado em 26 de janeiro de 2015 
  12. Saeed Saeed (14 de setembro de 2014). «Track-by-track review of U2's Songs of Innocence». The National. Consultado em 26 de janeiro de 2015 
  13. "Belgiancharts.com – U2 – The Miracle (of Joey Ramone)". Ultratop 50 (18 de outubro de 2014). Página visitada em 18 de outubro de 2014.
  14. "Belgiancharts.com – U2 – The Miracle (of Joey Ramone)". Ultratop 40 (18 de outubro de 2014). Página visitada em 18 de outubro de 2014.
  15. "U2 Album & Song Chart History". Billboard Adult Alternative Songs. Página visitada em 21 de setembro de 2014.
  16. "U2 Album & Song Chart History". Billboard Alternative Songs. Página visitada em 18 de outubro de 2014.
  17. "U2 Album & Song Chart History". Billboard Hot Rock Songs. Página visitada em 3 de janeiro de 2015.
  18. "U2 Album & Song Chart History". Billboard Rock Airplay. Página visitada em 21 de setembro de 2014.
  19. ""Netlistinn viku 43, 2014" Tónlist.is. Página visitada em 30 de outubro de 2014.
  20. "U2 Album & Song Chart History". Billboard Japan Hot 100. Página visitada em 3 de janeiro de 2015.
  21. "ČNS IFPI" (em tcheco). Hitparáda – Radio Top 100 Oficiální. Página visitada em 26 de outubro de 2014.
  22. "Adult Alternative Songs: Year End 2014". Billboard. Página visitada em 3 de janeiro de 2015.
  23. a b c "Songs of Innocence - U2 [Encarte]. Página visitada em 26 de janeiro de 2015.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]