Vicente Matheus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Vicente Matheus
Presidente do Sport Club Corinthians Paulista
Período 1987-1991

(2 mandatos consecutivos)

Antecessor Roberto Pasqua
Sucessor Marlene Matheus
Presidente do Sport Club Corinthians Paulista
Período 1977-1981

(2 mandatos consecutivos)

Antecessor Roberto Pasqua (interino)
Sucessor Waldemar Pires
Presidente do Sport Club Corinthians Paulista
Período 1971-1977

(3 mandatos consecutivos)

Antecessor Miguel Martínez
Sucessor Roberto Pasqua (interino)
Presidente do Sport Club Corinthians Paulista
Período 1959-1961
Antecessor Alfredo Ignácio Trindade
Sucessor Wadih Helu
Dados pessoais
Nascimento 28 de maio de 1908
Toro, Espanha[1]
Morte 8 de fevereiro de 1997 (88 anos)
São Paulo, São Paulo
Nacionalidade Espanhol

Naturalizado brasileiro

Cônjuge Ruth Pereira

Marlene Matheus

Filhos Abigail e Dalva

Vicente Mateos Valle,[2] conhecido como Vicente Matheus (Toro, 28 de maio de 1908São Paulo, 8 de fevereiro de 1997), foi um empresário espanhol naturalizado brasileiro. Foi presidente do Sport Club Corinthians Paulista por dezoito anos durante vários mandatos não consecutivos de 1959 a 1991. Como empresário, Matheus atuava no ramo da mineração de pedreiras (extração de pedras e areia para construção civil).[3]

Imigrante espanhol, nasceu num pequeno município da província de Zamora na região Castela e Leão,[1] filho de Luís Mateos Encarnación e Mangloria Valle Sánchez.[4]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Tornou-se nacionalmente conhecido como presidente do Sport Club Corinthians Paulista por oito mandatos, sendo eleito pela primeira vez em 1959[5] além de ter logrado a eleição de sua segunda esposa, Marlene Matheus, para sucedê-lo.[3] Era considerado um dirigente à moda antiga, que usava recursos próprios para financiar projetos do clube. Era uma figura folclórica que produzia máximas (alguns dizem que propositadamente) carregadas de incorreções e divertiam amigos e desafetos.[3] Foi sepultado no Cemitério da Quarta Parada em São Paulo.

Sua primeira esposa, Ruth Pereira, filha de um grande desenvolvimentista do bairro de Guaianases encontra-se sepultada no Cemitério do Lajeado, no mesmo bairro. Vicente Matheus e sua primeira esposa tiveram duas filhas, Abigail e Dalva.

Títulos no Corinthians[editar | editar código-fonte]

  • Campeão do Torneio do Povo (1971)
  • Campeão da Copa Cidade de São Paulo - Internacional (1975)
  • Campeão Paulista (1977)
  • Campeão Paulista (1979)
  • Campeão do Torneio Feira de Hidalgo (1981)
  • Campeão Paulista (1988)
  • Campeão Brasileiro (1990)

Referências

  1. a b TV Cultura - Roda Viva (20 de abril de 1987). «Entrevista de Vicente Matheus ao Roda Viva da TV Cultura». Consultado em 6 de março de 2017 
  2. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome tardesdepacaembu
  3. a b c Silva, Sidney Barbosa da (13 de abril de 2010). «Vicente Matheus, o Presidente Fanático». Campeoesdofutebol.com.br. Consultado em 24 de junho de 2013 
  4. Secretaria da Segurança Pública (12 de maio de 1949). «Ficha de prontuário de registro de estrangeiro». Consultado em 6 de março de 2017 
  5. «Há 50 anos: Esporte: Vicente Matheus é o novo presidente corintiano». Folha de S.Paulo. Folha da Tarde. 13 de abril de 1959. Consultado em 28 de março de 2013 
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Vicente Matheus
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.