Aerith Gainsborough

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Ni hon go2.png Este artigo contém texto em japonês.
Sem suporte multilingual apropriado, você verá interrogações, quadrados ou outros símbolos em vez de kanji ou kana.
Aerith Gainsborough
Aerith Gainsborough
Nome no Japão Earisu Geinzubūru (エアリス・ゲインズブール)
Série de jogos Final Fantasy
Primeiro jogo Final Fantasy VII
Designer Tetsuya Nomura
Dublador em inglês Mandy Moore (Kingdom Hearts)
Mena Suvari (Kingdom Hearts II e Advent Children)
Andrea Bowen (Crisis Core)
Dublador japonês Maaya Sakamoto
Informações pessoais
Raça Cetra
Terra natal Icicle Lodge
Portal Games

Aerith Gainsborough (エアリス・ゲインズブール, Earisu Geinzubūru), também conhecida como Aeris Gainsborough nas versões americanas de Final Fantasy VII e Final Fantasy Tactics, é uma protagonista da série de jogos Final Fantasy VII, desenvolvida pela empresa Squaresoft (atualmente Square Enix).

Em Final Fantasy VII, Aerith é uma vendedora de flores que mais tarde se junta ao grupo de libertação do planeta conhecido como AVALANCHE. No decorrer da história, descobre-se que Aerith é uma "Cetra" ou "Ancient". Os Cetras foram os primeiros habitantes a viverem no planeta. Ela foi desenvolvida por Tetsuya Nomura. Aerith também teve aparição na série de jogos Kingdom Hearts.

Aerith teve sua voz japonesa nas séries Kingdom Hearts e Final Fantasy VII Advent Children interpretada por Maaya Sakamoto. Nas versão americana de Kingdom Hearts, sua voz foi interpretada pela atriz e cantora Mandy Moore. Em Kingdom Hearts 2 e Final Fantasy VII Advent Children, foi interpretada pela atriz Mena Suvari.


Criação e influências[editar | editar código-fonte]

Aerith de Final Fantasy VII foi desenvolvida por Tetsuya Nomura sob a influência de Yoshinori Kitase, Hironobu Sakaguchi e Yoshitaka Amano. Amano desenvolveu o conceito artístico para Final Fantasy VII, que teve uma grande colaboração para em seu design. Ela possui olhos verdes, longos cabelos castanhos presos por uma fita vermelha. Ela veste uma jaqueta vermelha, um longo vestido rosa e utiliza botas marrom. O vestido longo foi criado como um contraste do mini-short de Tifa Lockhart.

Seus olhos verdes serviam para simbolizar a natureza e também contrastar com os olhos marrons de Tifa. Nomura não mudou muito do design de Aerith para Final Fantasy VII Advent Children, mas seu design foi atualizado em Kingdom Hearts com a remoção de seu bolero o que a fez com que seu traje aparecesse mais como Amano tinha originalmente a desenhado. Outras mudanças incluem a adição dos braceletes e um cinto. Nomura modificou seu vestido em Before Crisis: Final Fantasy VII, adicionando as cores branco e verde, e esta versão foi também usada como base para seu design em Kingdom Hearts 2.


Nos tempos de planejamento de Final Fantasy VII, Aerith era para ser uma das três protagonistas: ela, Cloud e Barret. Durante um telefonema para Kitase, foi sugerido que em algum ponto no jogo, um dos personagens principais deveria morrer, e depois de muita discussão para saber se deveria ser Barret ou Aerith, os produtores escolheram Aerith. Nomura disse na Electronic Gaming Monthly de 2005 em uma entrevista: "Cloud é o personagem principal, então você não pode matá-lo. E Barret... [sic] bem, isso é meio óbvio." Enquanto fazia o design para Final Fantasy VII, Nomura estava frustado com o "clichê perene onde o protagonista ama alguém muito e então deve se sacrificar e morrer em um dramático jeito de expressar aquele amor." Ele encontrou essa metáfora em ambos os filmes e video games dos EUA e Japão, e perguntou "É certo colocar tal exemplo para as pessoas?""[1] Kitase concluí:

No mundo real as coisas são muito diferentes. Você precisa olhar a sua volta. Ninguém quer morrer desse jeito. Pessoas morrem de doenças e acidentes. A morte vem de repente e não há noção de bom ou mal. Isso deixa, não uma sensação dramática mas um grande vazio. Quando você perde alguém que ama muito você sente esse gigantes espaço vazio e pensa, "Se eu soubesse que isso ocorreria, eu teria feito coisas diferentes." Esses são os sentimentos que eu quis que os jogadores sentissem com a morte prematura da Aerith no jogo. Sentimentos de verdade, e não de Hollywood.
Yoshinori Kitase
Edge, Maio 2003[1]

Aparições[editar | editar código-fonte]

Crisis Core: Final Fantasy VII[editar | editar código-fonte]

Aerith Gainsborough aparece como uma jovem apaixonada por flores. Recebe uma inesperada e repentina visita na igreja (localizada no Sector 5, também vulgarmente conhecida como "Igreja da Aerith") que costuma ficar quando o SOLDIER 1st Class Zack Fair cai após um ataque desferido pelo também SOLDIER e mentor Angeal Hewley que o faz desabar sobre uma região inacabada da parte superior do Sector 5. Zack e Aerith logo se tornam amigos. Zack diz que em troca de seu salvamento, ele a retribuiria com um encontro. Zack sugere a idéia de vender flores ao redor de Midgar que ele chama de Midgar full of flowers, Wallet full of money (Midgar cheia de flores, carteira cheia de dinheiro) que agrada a Aerith. Várias missões e contratempos separam ambos de poder se ver. Zack consegue um tempo livre antes de sair para sua última missão e resolve passar o tempo com Aerith e propõe a ajudar a fazer um carrinho para levar as flores para vender. Durante a busca de materiais, Zack tem sua carteira roubada por um garoto. Depois de conseguir alcançá-lo, o garoto explica que sua própria carteira foi comida por um monstro. Sem refutar, Zack se dispõe a derrotar o monstro e recuperar a carteira do garoto, o que faz com sucesso. Aerith aprova a atitude de Zack, e apesar de ficar surpresa com a capacidade do mesmo em poder se defender de monstros, ela possui uma relutância com lutas, principalmente com os SOLDIER, descrevendo-os como "amantes incondicionais de combates". Tempo depois, Zack compra para Aerith a sua fita rosa, marca registrada a qual ela usa durante todo a continuação de sua história. Aerith diz para Zack que possui "23 desejos pequeninos", e ele a pede para anotá-los num pedaço de papel. Ela os resume em apenas um: "Eu gostaria de passar mais tempo com você". Essa foi a última vez que se encontraram, tendo em vista que Zack foi enviado para a sua última missão em Nibelheim.

Descobre-se depois que 4 anos se passaram desde o incidente em Nibelheim, e que Aerith esteve escrevendo para Zack, totalizando 89 cartas. Tseng está em posse delas, e envia os Turks para encontrar Zack antes que a armada da Shinra para poder salvá-lo e entregar as cartas, porém, estes falham. Eventualmente, em Final Fantasy VII, Aerith tem uma conversa com Cloud sobre Zack, dando a entender que ela acredita que ele, por ser mulherengo, encontrou outra moça pelo caminho e não voltou mais.

É dito por Aerith em Final Fantasy VII que ela desconhece o destino final de Zack, apesar de que no final de Crisis Core: Final Fantasy VII", ela é mostrada olhando para o céu apreensiva, de forma a parecer que ela pressentiu a morte de Zack.


Final Fantasy VII[editar | editar código-fonte]

Aerith Gainsborough é apresentada como uma vendedora de flores, quando se encontra com Cloud Strife, um mercenário ex-membro do grupo de soldados de elite da Shinra co., conhecidos como SOLDIER. Após a explosão de um dos reatores de Mako da Shinra, Cloud cai na igreja localizado no Sector 5, onde Aerith costuma cultivar suas flores. A partir daí, começa sua jornada. Ainda na igreja, Reno, membro de outro grupo da Shinra, conhecido como Turks, aparece e tenta capturar Aerith. Aerith pede que Cloud seja seu guarda-costa pelo custo de um encontro. Cloud aceita a proposta dela, mesmo sendo alguem que não aceita outra coisa a não ser pagamentos pelos seus serviços. Alguns eventos mais tarde ocorrem e Aerith é capturada, mas salva por Cloud e seus companheiros. Aerith junta-se a equipe em busca por Sephiroth e para tentar descobrir mais sobre sua origem.

Após uma tentativa de impedir que Sephiroth roubasse a Black Materia, Aerith segue sozinha para Forgotten City por motivos desconhecidos. Cloud e seus companheiros decidem segui-la e, encontram Aerith em um altar aparentemente rezando. Ela olha e sorri para Cloud, quando de repente, Sephiroth surge inesperadamente e mata Aerith com sua espada Masamune. A Materia adquirida por sua mãe cai do altar e despenca dentro de um rio ainda no mesmo local. Após a luta contra uma incarnação de Jenova, Cloud carrega Aerith e a coloca em um rio, devolvendo-a para o planeta.

Mais tarde, o grupo descobre o verdadeiro motivo que levou Aerith para Forgotten City: invocar a White Materia Holy, a única Materia capaz de deter a Black Materia Meteor. Felizmente Aerith pôde invocá-la antes de sua morte. A Black Materia Meteor havia sido invocada por Sephiroth como uma tentativa de destruir todos seres vivos do planeta.

Quando Holy se choca com Meteor em uma tentativa de pará-lo, o mesmo já encontrava-se muito próximo da superfície do planeta e já não era mais possível detê-lo. Então o lifestream, ou força vital do planeta, começa a fluir na superfície e age como uma barreira, empurrando Meteor para fora do planeta, dando força suficiente para Holy destruir o meteoro formado pela Black Materia. Uma cena ao final do jogo mostra Aerith, indicando que ela invocou o lifestream para ajudar Holy e assim, salvando o planeta.

Tema musical[editar | editar código-fonte]

Aeris possui um tema musical, que é tocado várias vezes em Final Fantasy VII. A música pode ser ouvida pela primeira vez durante as cenas de um flashback, em que Aeris discute com sua mãe em sua casa. É repetida após sua morte nas mãos de Sephiroth. Inspirou uma versão orquestral, uma versão em piano e uma versão vocal performado pelo artista RIKKI.

Foi composta pelo mais famoso compositor da série Final Fantasy, Nobuo Uematsu. Um arranjo em piano do tema pode ser ouvido duas vezes em Advent Children e o mesmo contém o tema como música de encerramento.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Final Fantasy VII

  1. a b In: Editors of EDGE magazine. Edge May 2003. [S.l.]: Future plc, 2003. 112–113 p.