Bazar das Especiarias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
DSC03992a Istanbul - Bazar egiziano - esterno - Foto G. Dall'Orto 24-5-2006.jpg
DSC04671 Istanbul - Bazar egiziano - Foto G. Dall'Orto 30-5-2006.jpg
İstanbul 6897.jpg

O Mercado ou Bazar das Especiarias, ou Bazar Egípcio (em turco: Mısır Çarşısı) é um dos bazares mais antigos e maiores da cidade turca de Istambul, apenas sendo ultrapassado em dimensões pelo Grande Bazar.[nt 1] Está situado no bairro de Eminönü, distrito de Fatih, junto à Mesquita Yeni, da desembocadura do Corno de Ouro, da Ponte de Gálata e próximo da Estação de Sirkeci.

História[editar | editar código-fonte]

Diversos documentos sugerem que o nome original do mercado era "Novo Bazar". No entanto, devido ao facto das especiarias estarem entre as mercadorias mais transacionadas no bazar e a maior parte delas serem importadas via Egipto, o termo "Bazar Egípcio" ganhou popularidade. O termo turco mısır, semelhante ao nome do Egipto em árabe (misr), tanto pode significar "Egipto" como milho, o que leva a que por vezes o nome seja erroneamente traduzido como Bazar do Milho. Desde a sua criação que o bazar foi (e ainda é) o principal centro de venda de especiarias em Istambul.

O edifício faz parte do külliye (complexo) da Mesquita Yeni e as rendas das lojas destinavam-se a pagar as despesas do complexo. A estrutura foi projetada pelo arquiteto-chefe da corte otomana Koca Kasım Ağa, discípulo de Mimar Sinan, mas foi completada por um arquiteto de nome Mustafa em 1660.

Arquitetura[editar | editar código-fonte]

O mercado tem uma planta em forma de L, consistindo em 88 salas abobadadas, a maior parte das quais atualmente dividas em dois pisos. A ala mais longa é paralela à Mesquita Yeni, tem 150 metros de comprimento e 36 lojas. A ala mais curta tem 120 metros e 46 lojas. No centro existem 6 lojas. O comprimento da ala mais curta é de 120 metros, enquanto que o da ala mais longa é de 150 metros.[nt 2] As entradas são monumentais e situam-se nas extremidades. A entrada principal situa-se a sudoeste, em frente à Mesquita Yeni.

Fontes e bibliografia[editar | editar código-fonte]

  1. A maior parte do texto foi baseado no artigo artigo «Spice Bazaar, Istanbul» na Wikipédia em inglês (acessado nesta versão).
  2. Artigo «Bazar de las Especias» na Wikipédia em espanhol (acessado nesta versão).

Não usadas diretamente, mas referidas no artigo onde o texto foi inicialmente baseado:

  • Freely, John. Blue Guide Istanbul (em ). [S.l.]: W. W. Norton & Company, 2000. ISBN 0393320146.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Bazar das Especiarias