Carnaval de Manaus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Carnaval de Manaus é realizado todos os anos, entre os principais eventos estão o tradicional desfile de fantasias, (que acontece na Avenida Eduardo Ribeiro, próximo ao Centro histórico de Manaus), e o desfile de escolas de samba, além do Carnaboi [1] .

História[editar | editar código-fonte]

Assim como em Rio de Janeiro(cidade)|cidades do Rio de Janeiro]] e São Paulo, há um grande desfile de escolas de samba em uma passarela construída especialmente para o evento, o Centro de Convenções de Manaus, conhecido também como sambódromo e tido como o maior do país. O primeiro desfile oficial de escolas de samba em Manaus ocorreu em 1947, sendo que a Escolaaboi Mixta da Praça 14 foi a campeã. Até 1979 os desfiles eram realizados na Avenida Eduardo Ribeiro. De 1980 a 1990 passou à Djalma Batista, Zona Centro Sul e a partir de 1992 no Centro de Convenções (Sambódromo), o que possui a maior capacidade de público do Brasil (100 mil pessoas), localizado na Zona Centro-Oeste há 9 km do Rio Negro. Segundo o livro É tempo de sambar, a História do Carnaval de Manaus, de Daniel Sales. a pista do sambódromo possui 400 metros de extensão e 12 de largura. sendo que os desfiles das escolas de samba são sexta, sábado e domingo. e o Carnaboi, evento que reúne vários levantadores de toadas e bois, fecham o carnaval Manauara que se inspira muito no Festival Folclórico de Parintins.

Ligas de carnaval[editar | editar código-fonte]

AGEESMA[editar | editar código-fonte]

A Associação do Grupo Especial das Escolas de Samba de Manaus (AGEESMA) é uma associação que visa organizar os desfiles de escolas de samba em Manaus, no Amazonas. Foi fundada em 1991 por representantes de 4 grandes escolas da cidade, Getúlio Lobo (Sem Compromisso), Dauro Braga (Vitória Régia), Bosco Saraiva (Reino Unido)e Omar Aziz (Aparecida).

LIESGA[editar | editar código-fonte]

A Liga das Escolas de Samba do Grupo de Acesso de Manaus - LIESGA é uma entidade representativa de escolas de samba dos Grupos de acesso do carnaval de Manaus.

Transmissão[editar | editar código-fonte]

  • Primeira: Rede Manchete

A Primeira emissora foi a Rede Manchete, que transmitiu entre 1994 a 1999. Em fevereiro de 1994, sem verba para transmitir os carnavais do Rio de Janeiro e São Paulo, a Rede Manchete opta transmitir o Carnaval de Manaus. A transmissão foi realizada com o patrocínio da Zona Franca de Manaus (tanto que na parte inferior da tela apericiam desenhos que simbolizavam os produtos vendidos na cidade), com a responsabilidade da Rede Boas Novas.

  • Segunda: TV A Crítica

A segunda emissora foi a TV A Crítica, que transmitiu entre 2000 a 2006 a emissora no tempo era a afiliada do SBT (Hoje é afiliada da Rede Record).

  • Terceira: TV Rio Negro

A terceira emissora foi a extinta TV Rio Negro que transmitiu entre 2007 a 2009 a emissora no tempo era a afiliada da Rede Bandeirantes (hoje Band Amazonas).

  • Quarta: TV Cultura do Amazonas

A Quarta emissora foi a TV Cultura do Amazonas que transmitiu somente em 2010, Em conjunto com a TV Em Tempo. A emissora é atualmente afiliada da TV Brasil.

  • Quinta: TV Em Tempo

A quinta emissora foi a TV Em Tempo que transmitiu entre 2010 a 2012 a emissora é atualmente afiliada do SBT.

Em 2010 fez sua primeira transmissão. Em conjunto com a TV Cultura do Amazonas.

Em 4 de fevereiro de 2011 a emissora gravou a vinheta do Carnaval de 2011 de Manaus com a modelo Viviane Araújo, foi ao ar a partir do dia 9 de fevereiro de 2011.

Em 5 de março de 2011, pela primeira vez na historia das transmissões do Carnaval de Manaus, a emissora transmite o desfile totalmente em HDTV.

Problemas na transmissão do Carnaval de Manaus em 2012: Em 18 de fevereiro de 2012, por falhas técnicas em seu sistema de transmissão entre o sambódromo e seu parque gerador, deixou de transmitir parte do desfile das escola de samba do Carnaval de Manaus, iniciando as transmissões apenas depois de 7 horas do inicio do desfile , o que gerou revolta por parte dos telespectadores através das redes sociais na internet , já que os telespectadores de todo o estado foram obrigados a assistir a transmissão do Carnaval baiano , feito pela emissora de Silvio Santos. A emissora amazonense alegou que apesar da falha, transmitiu 5 horas do desfile depois do sanado do problema. O Governo do Amazonas exigiu a devolução integral de todo o valor de repasse dos direitos de transmissão à emissora, que somam R$ 1, 134 milhão. A emissora, em nota oficial, lamenta o ocorrido e afirma que "Não irá se esquivar de suas reais responsabilidades".[2] Além de se desculpar com o publico amazonense e as Escolas de Samba e suas respectivas comunidades.

  • Sexta: TV Tiradentes

A Quinta emissora é a TV Tiradentes que fez sua primeira transmissão em 2013. A emissora é atualmente afiliada da TV Esporte Interativo e CBN Brasil.

A emissora adquiriu com absoluta exclusividade o direito de transmissão do Carnaval de Manaus, que até então pertencia a TV Em Tempo.[3] [4] .

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre carnaval, integrado ao Projeto Carnaval é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.