Clímax (figura de estilo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A figura de estilo conhecida como clímax, ou gradação ascendente, consiste na apresentação de uma sequência de ideias em andamento crescente. Há, contudo, autores que consideram que clímax ou gradação são o mesmo (incluindo, neste caso, também a gradação descendente, também designada por alguns autores como anticlímax).

Um exemplo é dado neste excerto de Cecília Meireles:

"Por mais que me procure, antes de tudo ser feito,
eu era amor. Só isso encontro.
Caminho, navego, vôo,
sempre amor (…)"

Ou mesmo nesta passagem bíblica de Paulo de Tarso na Primeira Epístola aos Coríntios, capítulo 13, versículo 7:

  • "[O Amor] tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta."

ou, mesmo, o final desta famosa passagem (versículo 13):

  • "Agora, pois, permanecem a Fé, a Esperança, o Amor, estes três; mas o maior destes é o Amor".
Ícone de esboço Este artigo sobre literatura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.