Ekaterina Svanidze

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ekaterina Svanidze

Ekaterina "Katia" Semyonovna Svanidze (em georgiano: ეკატერინე "კატო" სვანიძე; em russo: Екатерина Семеновна Сванидзе; 2 de abril de 18805 de dezembro de 1907[1] ) foi a georgiana primeira esposa de Joseph Stalin. Casaram-se em 1903.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Tinha duas irmãs: Alexandra (apelidada "Sashiko") e Maria ("Mariko"); acredita-se que tinha ainda mais de um irmão, mas só se conhece Alexander Svanidze que, por ter morado na Alemanha, ensinou à irmã o idioma daquele país e também o francês.[3]

Foi a primeira esposa de Stálin, que era amigo de seu irmão.[4] O casal teve somente um filho, Yakov Dzhugashvili em 18 de março de 1907. Deste matrimônio não se sabe muito.[1] [5] Durante certo tempo viveu sob o sobrenome falso de "Galiaschvili", para mais tarde adotar o de Dzhugasvili.

Trabalhou como costureira[1] para as damas do Exército Imperial Russo, e junto com as irmãs Aleksandra (Saschiko) e Maria (Mariko) dirigiu o "Atelier Hervieu", em Tbilisi.

Seu único filho, Yakov, morreria mais tarde num campo de concentração nazista.[6]

Morte[editar | editar código-fonte]

Ekaterina faleceu em 1907[1] . A morte teria sido causada por tifo[1] ou de colite ulcerosa, contraída durante o verão que passou em Baku[7] , embora outras fontes dão como tendo morrido do parto.[8]

Em seu funeral, teria Stálin declarado que: "Esta criatura abrandou meu coração duro. Quando ela morreu, todos os meus sentimentos ternos pelas pessoas morreram com ela".[9] Colocando a mão sobre o peito, adicionou: "Aqui dentro está vazio, inexpressivamente vazio!".[10]

Referências

  1. a b c d e Сванидзе Като (Svanidze Kato). Página visitada em 20-07-2008.
  2. Fernando Jorge. Getúlio Vargas e o seu tempo: um retrato com luz e sombra, Volume 1, ed. T.A. Queiroz, 1985, pág. 60. ISBN 8585008407; Alguns autores, como Vivian Green (A Loucura dos Reis - História de Poder e Destruição, de Calígula a Saddam Hussein, Ediouro, ISBN 8500017791), dão como sendo 1902 o casamento.
  3. Сванидзе Александр Семенович (Svanidze Aleksandr Semenovich). XPOHOC (Jronos). Página visitada em 20-07-2008.
  4. Мусский И. А. (I. A. Musskiy). Сто великих диктаторов (Cem Grandes Ditadores). [S.l.]: Вече, Moscou, 2002.
  5. Walter Laqueur. Stalin: La estrategia del terror. [S.l.]: Ediciones B - México, 2003. 18, 176 e 177 p. ISBN 8466613161
  6. Fernando Jorge, op. cit.
  7. Simon Sebag Montefiore: Der junge Stalin, S. Fischer Verlag, Frankfurt a. Main 2007, página 266 e seguintes. (em alemão)
  8. Green, op. cit.
  9. Green, op. cit., pág. 410
  10. Maximilien Rubel: Josef W. Stalin, Rowohlt Monographien, Reinbek 2006, página 29. (em alemão)
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.