Eleição presidencial nos Estados Unidos em 1872

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eleição presidencial dos Estados Unidos (1872)
 

1868 ← Flag of the United States.svg → 1876


5 de novembro de 1872
UlyssesGrant.png HoraceGreeley.png
Candidato Ulysses S. Grant Horace Greeley
Partido Republicano Democrata / Ala Liberal Republicana
Natural de Ohio Nova Hampshire
Running mate Henry Wilson Benjamin Gratz Brown
Colégio eleitoral 286 66 / 3 inválidosVer nota (a)
Vencedor em 31 estados 6 estados / nenhum estadoVer nota (a)
Votos 3.598.235 2.834.761
Porcentagem 55,58% 43,83%
ElectoralCollege1872.svg
Nota (a) Horace Greeley morreu depois da eleição popular, mas antes que a eleição ocorresse no Colégio Eleitoral. Primeiro (o valor maior), seria os valores prometidos caso ele não tivesse falecido antes. Por segundo, está o resultado real correspondente a Horace, sendo que seus votos no Colégio Eleitoral foram considerados inválidos.

Seal of the President of the United States.svg
Presidente dos Estados Unidos

A eleição presidencial dos Estados Unidos de 1872 foi a vigésima-segunda eleição presidencial do país. O presidente Ulysses S. Grant foi facilmente eleito para um segundo mandato com o senador Henry Wilson como seu companheiro de chapa. Uma divisão dentro do Partido Republicano resultou em uma deserção de muitos republicanos liberais ao adversário Horace Greeley.

Horace Greeley morre em 29 de novembro de 1872. O povo já havia votado, mas o Colégio Eleitoral ainda não. Como resultado, os eleitores já comprometidos com Greeley votaram em quatro candidatos diferentes para presidente, e oito candidatos diferentes para vice-presidente. Greeley mesmo recebeu três votos no Colégio Eleitoral, mas esses votos foram desautorizados pelo Congresso. Foi a única eleição em que um candidato presidencial morreu durante o processo eleitoral.

Processo eleitoral[editar | editar código-fonte]

A partir de 1832, os candidatos para presidente e vice começaram a ser escolhidos através das Convenções. Os delegados partidários, escolhidos por cada estado para representá-los, escolhem quem será lançado candidato pelo partido. Os eleitores gerais elegem outros "eleitores" que formam o Colégio Eleitoral. A quantidade de "eleitores" por estado varia de acordo com a quantidade populacional do estado. Em quase todos os estados, o vencedor do voto popular leva todos os votos do Colégio Eleitoral.[1]

Convenções[editar | editar código-fonte]

Convenção Nacional do Partido da Proibição de 1872[editar | editar código-fonte]

A primeira Convenção Nacional do Partido da Proibição aconteceu em 22 de fevereiro de 1872 em Columbus (Ohio). Haviam 194 delegados presentes de nove estados. A plataforma do partido exigia o fim da venda de bebidas alcoólicas; restrições em impeachments; eleição popular direta do presidente; sufrágio universal (incluindo mulheres); e incentivar a imigração para os Estados Unidos. A convenção, em seguida, virou-se para a nomeação presidencial. James Black foi nomeado para presidente, e James Russell foi nomeado para vice-presidente (ambos aparentemente sem oposição).[2]

Convenção Nacional do Partido Liberal Republicano de 1872[editar | editar código-fonte]

Em 1870, uma facção do Partido Republicano no Missouri abandonaram seu partido porque sentiram que o Partido Republicano estava sendo vingativo no seu tratamento com os ex-simpatizantes dos confederados. O grupo pedia a revogação de toda a legislação que "discriminava" os ex-confederados. Na eleição de 1870, os republicanos liberais do Missouri (com o apoio dos Democratas do estado) elegeram Benjamin Gratz Brown como governador e conseguiu duas das nove vagas do estado na Câmara dos Estados Unidos. Depois dessa vitória, o partido começou a tomar rumo nacional.[3]

A convenção aconteceu em Cincinnati entre 1 e 3 de maio. Horace Greeley foi indicado para presidente e Benjamin Gratz Brown para vice-presidente. Na plataforma foi decidida o reconhecimento da igualdade de todos os homens, a manutenção da União e as emendas constitucionais de Reconstrução; imediata revogação das leis contra a ex-confederados; a proibição de concessão de terras para ferrovias etc. O Liberal Republicano enfrentou algins problemas na sua campanha. Diversos líderes do partido não apoiaram Greeley e, um tempo depois realizaram outra convenção em Nova Iorque e nomearam William S. Groesbeck para o presidente. Groesbeck retirou-se da corrida depois de Greeley também receber a nomeação democrata. Após a grande derrota nas urnas nas eleições estaduais e a queda das eleições gerais, o Partido Liberal Republicano se dissolveu.[3]

Cartaz Liberal Republicano com Horace Greeley e Benjamin Gratz Brown.
Carl Schurz foi o presidente da Convenção Liberal Republicana. No cartoon, Carl é mostrado cobrindo um sorriso com a mão, e com a outra mão ele segura uma cabeça de palhaço (o candidato Horace Greeley) e mostra-o para a Columbia (personificação feminina dos Estados Unidos). No fundo, um grupo de políticos dá risada.
Convenção Nacional do Partido Liberal Republicano
Presidente[3]
Candidato/Votação 6ª (antes de mudanças) 6ª (depois de mudanças)
Horace Greeley 147 245 258 251 258 332 482
Charles F. Adams 203 243 264 279 309 324 187
Lyman Trumbull 110 148 156 141 91 19 21
B. Gratz Brown 95 2 0 0 0 0 0
David Davis 92.5 75 44 51 30 6 6
Outros 65.5 1 0 0 26 33 18
Vice-presidente[4]
Candidato/Votação
B. Gratz Brown 237 435
Lyman Trumbull 158 175
George W. Julian 134.5 0
Gilbert C. Walker 84.5 75
Cassius M. Clay 34 0
Jacob D. Cox 25 0
Outros 20 11

Convenção Nacional do Partido Republicano de 1872[editar | editar código-fonte]

A quinta Convenção Nacional Republicana aconteceu entre 5 e 6 de junho na Filadélfia. Ulysses S. Grant foi indicado para a reeleição presidencial e Henry Wilson foi indicado para vice-presidente. A plataforma republicana de 1872 refletiu sobre os sucessos do primeiro mandato de Grant e olhou para seu segundo mandato. Exortou a "total liberdade e igualdade exato no gozo de todos os direitos civis, políticos e públicos" entre homens brancos e negros. Outras restrições foram incluídas no sistema de despojos, como uma chamada para o respeito para com as mulheres que procuram a capacidade de voto. Os delegados estavam satisfeitos com a plataforma, que foi aprovado sem uma voz discordante.[5]

Convenção Nacional do Partido Republicano
Presidente[5]
Candidato/Votação
Ulysses S. Grant 752
Vice-presidente[6]
Candidato/Votação
Henry Wilson 364.5 399.5
Schuyler Colfax 321.5 308.5
Horace Maynard 26 26
John F. Lewis 22 0
Edmund J. Davis 16 16
Outros 2 2

Convenção Nacional do Partido Democrata de 1872[editar | editar código-fonte]

A décima-primeira Convenção Nacional Democrata foi realizada entre 9 e 10 de julho em Baltimore. A plataforma do partido foi apresentada no início do segundo dia da convenção. Foi 90% a mesma plataforma do Liberal Republicano. A convenção depois, resolveu escolher o liberal republicano Horace Greeley para candidato para presidente por votação numa margem de 686 a 38 para os demais. Na vice-presidência, o democrata Benjamin Gratz Brown foi indicado por 713 votos a 6. Os mesmos candidatos do Liberal Republicano foram escolhidos pelo Democrata.[7]

Campanha[editar | editar código-fonte]

Cartoon representando Columbia (personificação feminina dos EUA) diante de um muro separando dois grupos. À esquerda é Boss Tweed tentando alcançar dentro de um saco com três companheiros ao lado dele. Um arco atrás de Boss é rotulado de "escola de ladrões". À direita estão os republicanos liberais: Thomas W. Tipton, Carl Schurz, Lyman Trumbull, Horace Greeley, Reuben Fenton e um outro. Atrás dos liberais republicanos está um arco rotulado de "escola de escândalos".

A administração de Grant e seus partidários radicais republicanos haviam sido amplamente acusado de corrupção, e os liberais republicanos exigiram a reforma do serviço civil e um fim para o processo de reconstrução, incluindo a retirada das tropas federais do sul. Ambos liberais republicanos e democratas ficaram decepcionados no seu candidato Horace Greeley. Como juízo perguntou: "Por que trocar um patife por apenas para substituí-lo por um tolo?"[8] A campanha pobre, com pouca experiência política, a carreira de Greeley como editor de um jornal, deu a seus oponentes uma longa história de excêntrico cargos públicos para o ataque. Com as memórias de suas vitórias na Guerra Civil, Grant era inatacável. Um historiador foi citado dizendo: "Nunca antes foi colocado um candidato sob a obrigação tão grande para os homens de riqueza como era Grant." Uma grande parte dos fundos de Grant campanha vieram de empresários.[9] Além disso, o companheiro de chapa de Greeley, Benjamin Gratz Brown, cometeu gafes diversas devido ao seu problema de consumo de bebidas alcoólicas.[10]

Sufrágio feminino[editar | editar código-fonte]

Esta foi a primeira eleição após a formação da Associação Nacional do Sufrágio Feminino e da Associação Americana do Sufrágio Feminino em 1869. Como tal, os protestos para o sufrágio das mulheres se tornaram mais prevalentes. Victoria Woodhull foi nessa eleição, a primeira mulher indicada para a presidência, e várias sufragistas tentaram votar na eleição. Susan B. Anthony foi presa e multada em 100 dólares por tentar votar. Woodhull foi para a cadeia no dia da eleição.

Resultados[editar | editar código-fonte]

Disputa de votos[editar | editar código-fonte]

Grant conseguiu facilmente a reeleição por uma margem de 56% dos votos para 44% dos votos de Greeley. Grant recebeu 286 votos no Colégio Eleitoral contra 66 votos no Colégio Eleitoral de que teria sido de Greeley se ele não tivesse falecido em 29 de novembro de 1872.

Durante a sessão conjunta do Congresso para a contagem dos votos eleitorais em 12 de fevereiro de 1873, numerosas objeções foram levantadas para alguns dos resultados. No entanto, ao contrário das acusações que seriam feitas em 1877, estes não teve impacto sobre o resultado da eleição.[11]

  • Os votos do Colégio Eleitoral do Arkansas e Louisiana foram rejeitadas devido a irregularidades. Ambos os estados tinham votado para Grant.
  • Três eleitores do Colégio de Geórgia tinham votado para Greeley para presidente. Seus votos de Greeley foram rejeitados porque Greeley tinha falecido no momento em que os eleitores haviam votado. Seus votos para B. Gratz Brown de vice-presidente não foram afetados.
  • Esta eleição foi a último em que Alabama e Mississippi votaram em um republicano até 1964. Arkansas não votaria em um republicano novamente até 1972.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Candidato presidencial Partido Estado de origem Voto popular Colégio Eleitoral Running mate
Votos  % Votos  % Candidato vice-presidencial Estado de origem Colégio Eleitoral
Ulysses S. Grant Partido Republicano Ohio 3.598.235 55,63% 286 78,1% Henry Wilson Nova Hampshire 286
Horace Greeley Partido Democrata/Partido Liberal Republicano Nova Hampshire 2.834.761 43,83% 66 prometidos/
3 inválidos
18% prometido/
0%
Benjamin Gratz Brown Kentucky 66 prometidos
Thomas A. Hendricks Partido Democrata Ohio (a) 42 11,93% (b) 42
Benjamin Gratz Brown Partido União Nacional Kentucky (a) 18 5,11% (b) 18
Charles J. Jenkins Partido Democrata Carolina do Sul (a) 2 0,56% (b) 2
David Davis Partido Liberal Republicano Maryland (a) 1 0,28% (b) 1
Charles O'Conor Bourbon Democrata Nova Iorque 18.602 0,29% 0 0% Charles Francis Adams Massachusetts 0
James Black Partido da Proibição Pennsilvânia 5.607 0,1% 0 0% John Russell Michigan 0
Outros 10.473 0,2% 0 0% Outros 0
Total 6.467.678 100% 352 352
Votos minímos do Colégio Eleitoral de que se precisa para vencer 177 177

Fonte - Voto popular:[12] Colégio Eleitoral:[13]

(a) Esses candidatos receberam votos dos eleitores que foram prometidos para Horace Greeley.
(b) Foram diversos os candidatos a vice que receberam votos de Horace Greeley.

Referências

  1. Eliene Percília. Como é eleito o presidente nos Estados Unidos Brasil Escola. Página visitada em 19/07/2011.
  2. Our Campaigns - U.S. President - PRB Convention Rce - Feb 22, 1872. Acessado em 07/08/2011.
  3. a b c Our Campaigns - U.S. President - LR Convention Race - May 01, 1872. Acessado em 08/08/2011.
  4. Our Campaigns - U.S. Vice President - LR Convention Race - May 01, 1872. Acessado em 08/08/2011.
  5. a b Our Campaigns - U.S. President - R Convention Race - Jun 05, 1872. Acessado em 08/08/2011.
  6. Our Campaigns - U.S. Vice President - R Convention Race - Jun 01, 1872. Acessado em 11/08/2011.
  7. Our Campaigns - U.S. President - D Convention Race - Jun 09, 1872. Acessado em 08/08/2011.
  8. Dunning 197
  9. Guide to U.S. Elections. Volume 1 (Fifth ed.). CQ Press. November 17, 2005. ISBN 1568029810.
  10. 1872 U. S. Presidential election. everything2.com. Acessado em 11/08/2011.
  11. Senate Jornal. United States Congress (1873). 42nd Congress, 3rd Session, February 12. pp. 334–346. Acessado em 12/08/2011.
  12. Leip, David. 1872 Election Results. Acessado em 12/08/2011.
  13. U. S. Electoral College.(1789-1996) Acessado em 12/08/2011.
Ícone de esboço Este artigo sobre Eleições nos Estados Unidos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.