Estreito de Otranto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Localização do estreito de Otranto.
Localização do estreito de Otranto.
Vista do porto de Otranto.

O Estreito de Otranto é um estreito situado entre a Itália e a Albânia.[1] [2] [3] Liga o Mar Adriático e o Mar Jónico (ambos pertencentes ao Mar Mediterrâneo).

O canal tem este nome devido à pequena cidade italiana de Otranto.[1] [2] [3] O Cabo de Otranto, situado em 18°N 31'E é o ponto mais oriental da Itália e o mais próximo da Albânia, a 72 km.

O estreito é lugar de travessia para a imigração ilegal albanesa, sendo comuns os registos visuais de lanchas rápidas da máfia albanesa, que fazem o tráfico de pessoas.

História[editar | editar código-fonte]

Em agosto de 1807, tropas francesas sob o comando do general Berthier cruzaram o canal para invadir as ilhas Jónicas.[1] [2] [3]

Durante a I Guerra Mundial, o estreito foi de grande importância estratégica. As forças aliadas da Itália, França e Grã-Bretanha bloquearam-no, impedindo à marinha austro-húngara a entrada no Mediterrâneo, e com êxito impediram-na de ter uma papel efectivo no teatro de operações naval.

Em 1998, em virtude de um acordo com o governo albanês, a Itália montou uma estação de radar na ilha de Sazan, frente ao porto albanês de Vlorë para controlar melhor os movimentos das lanchas rápidas e combater a imigração ilegal.

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Itália é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre geografia da Albânia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências