Golfo de Aqaba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Localização no mapa (retângulo vermelho).
Foto a partir do espaço: a península do Sinai, banhada a oeste (esquerda) pelo golfo de Suez e a leste (direita) pelo golfo de Aqaba.

O golfo de Aqaba[1] (ou em hebraico golfo de Eilat, מפרץ אילת, Mifratz Eilat), ou golfo de Acaba (em árabe, خليج العقبة, Bahr el-Akabah) é uma porção do mar Vermelho que separa a península do Sinai da península Arábica e que banha Israel, Egito, Jordânia e Arábia Saudita.

O golfo de Aqaba é uma das duas reentrâncias criadas pela bifurcação da extremidade setentrional do mar Vermelho, na altura da península do Sinai, com o golfo de Suez a oeste da península e o golfo de Aqaba a leste. Sua largura máxima é de 24 km e estende-se por cerca de 160 km, desde o estreito de Tiran até um ponto em que as fronteiras de Israel, Egito e Jordânia convergem. Nesta área ao fundo do golfo encontram-se três importantes cidades, Taba, no Egito, Eilat, em Israel, e Aqaba, na Jordânia.

Referências

  1. Enciclopédia online Infopédia, Porto Editora, artigos Egipto, Israel, Jordânia e Amã