Grande Prêmio da Espanha de 1988 (Fórmula 1)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Resultados do Grande Prêmio da Espanha realizado em Jerez a 2 de Outubro de 1988.

Classificação[editar | editar código-fonte]

Pos Piloto Equipe Voltas Tempo Grid Pts
1 11 Flag of France.svg Alain Prost McLaren-Honda 72 1:48'43"851 2 9
2 5 Flag of England.svg Nigel Mansell Williams-Judd 72 26"232 3 6
3 19 Flag of Italy.svg Alessandro Nannini Benetton-Ford 72 35"446 5 4
4 12 Flag of Brazil.svg Ayrton Senna McLaren-Honda 72 46"710 1 3
5 6 Flag of Italy.svg Riccardo Patrese Williams-Judd 72 47"430 7 2
6 28 Flag of Austria.svg Gerhard Berger Ferrari 72 51"813 8 1
7 15 Flag of Brazil.svg Mauricio Gugelmin March-Judd 72 1'15"964 11  
8 1 Flag of Brazil.svg Nelson Piquet Lotus-Honda 72 1'17"309 9  
9 20 Flag of Belgium.svg Thierry Boutsen Benetton-Ford 72 1'17"655 4  
10 36 Flag of Italy.svg Alex Caffi Dallara-Ford 71 + 1 Volta 18  
11 29 Flag of France.svg Yannick Dalmas Lola-Ford 71 + 1 Volta 16  
12 24 Flag of Spain.svg Luis Perez-Sala Minardi-Ford 70 + 2 Voltas 24  
13 33 Flag of Italy.svg Stefano Modena Euro Brun-Ford 70 + 2 Voltas 26  
14 30 Flag of France.svg Philippe Alliot Lola-Ford 69 + 3 Voltas 12  
Ret 26 Flag of Sweden.svg Stefan Johansson Ligier-Judd 62 Roda 21  
Ret 18 Flag of the United States.svg Eddie Cheever Arrows-Megatron 60 Chassis 25  
Ret 16 Flag of Italy.svg Ivan Capelli March-Judd 45 Motor 6  
Ret 17 Flag of England.svg Derek Warwick Arrows-Megatron 41 Chassis 17  
Ret 22 Flag of Italy.svg Andrea de Cesaris Rial-Ford 37 Motor 23  
Ret 14 Flag of France.svg Philippe Streiff AGS-Ford 16 Motor 13  
Ret 27 Flag of Italy.svg Michele Alboreto Ferrari 15 Motor 10  
Ret 23 Flag of Italy.svg Pierluigi Martini Minardi-Ford 15 Caixa de Câmbio 20  
Ret 2 Flag of Japan.svg Satoru Nakajima Lotus-Honda 14 Rotação 15  
Ret 21 Flag of Italy.svg Nicola Larini Osella 9 Suspensão 14  
Ret 3 Flag of England.svg Jonathan Palmer Tyrrell-Ford 4 Radiador 22  
Ret 25 Flag of France.svg Rene Arnoux Ligier-Judd 0 Acelerador 19  
DNQ 10 Flag of Germany.svg Bernd Schneider Zakspeed - - -  
DNQ 32 Flag of Argentina.svg Oscar Larrauri Euro Brun-Ford - - -  
DNQ 4 Flag of England.svg Julian Bailey Tyrrell-Ford - - -  
DNQ 9 Flag of Italy.svg Piercarlo Ghinzani Zakspeed - - -  
DNPQ 31 Flag of Italy.svg Gabriele Tarquini Coloni-Ford - - -

Notas[editar | editar código-fonte]

Extensão da Pista e Número de Voltas

4,218 m e 72 Voltas

Pole Position

Ayrton Senna

1'24"067

Volta mais rápida

Alain Prost

1'27"845

Líder por volta

Alain Prost - 1ª à 72ª

Pilotos que concluíram a prova

14

Abandonos

12

Ayrton Senna (pole), patinou logo na largada e perdeu as posições para Prost e Mansell. O ritmo do McLaren-Honda Turbo do piloto brasileiro era inferior em relação ao seu companheiro de equipe e do Williams-Judd aspirado do inglês. Durante toda a prova, o piloto brasileiro começou a debater-se com algumas dificuldades relacionadas com o cálculo do combustível, e não passava da 3ª posição, dando a entender que o computador de bordo do carro do piloto brasileiro foi premeditadamente regulado para adiar a decisão do Campeonato para o Japão. Os pilotos que estavam atrás dele, se aproximavam com muita facilidade e ultrapassava-o sem nenhum problema. Na última parte da prova, Senna resolve ir para o boxe colocar novo jogo de pneus; de volta ao circuito, Senna fez uma corrida de recuperação, passando primeiro os seus compatriotas Piquet e Gugelmin, e partindo em perseguição de Patrese, que tentava chegar ao fim sem a necessidade da troca. Senna acelerou, e na volta 65, consegue ultrapassar o italiano da Williams na disputa da 4ª posição, posição que terminou-a. Contudo, este feito só veio minimizar os estragos, pois o seu rival Alain Prost, ia direto à vitória, sem rivais à altura com Mansell em 2º e Nannini concluindo em 3º lugar, ambos subindo ao pódio pela segunda vez naquela temporada.

Apesar destes maus resultados, Senna ainda tinha esperança de alcançar o título, pois numa temporada onde só contabilizavam os 11 melhores resultados, Prost tinha que descartar mais pontos fora do que Senna, e era esse equilíbrio artificial que mantinha tudo em suspenso até à prova seguinte, no circuito de Suzuka, dali a três semanas.

No campeonato com a pontuação descartada, Prost liderava com 84 pontos contra 79 de Senna. Para o piloto brasileiro do capacete amarelo, apenas a vitória na pista japonesa na antepenúltima etapa para decretar o final da conquista.

Prova Anterior:
Grande Prêmio de Portugal de 1988
Campeonato do Mundo da FIA
Fórmula 1, Temporada 1988
Próxima Prova:
Grande Prêmio do Japão de 1988

Prova Anterior:
Grande Prêmio da Espanha de 1987
Grande Prêmio da Espanha Próxima Prova:
Grande Prêmio da Espanha de 1989