Derek Warwick

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Derek Warwick
Informações pessoais
Nacionalidade Reino Unido britânico
Registros na Fórmula 1
Temporadas 19811990, 1993
Equipes 6 (Toleman, Renault, Brabham, Arrows, Lotus e Footwork)
GPs disputados 162 (146 largadas)
Títulos 0 (7º em 1984)
Pódios 4
Pontos 71
Voltas mais rápidas 2
Primeiro GP Flag of Las Vegas GP de Las Vegas, Caesars Palace-Estados Unidos, 1981
Último GP Austrália GP da Austrália, Adelaide, 1993

Derek Stanley Arthur Warwick (Alresford, 27 de Agosto de 1954) é um automobilista britânico. Correu ininterruptamente entre 1981 e 1990, voltando em 1993.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Stock car britânica e Fórmula 3[editar | editar código-fonte]

Derek Warwick deu início à carreira ainda jovem em corridas de turismo. Ele ganhou o Campeonato em 1971, com apenas 16 anos, e venceu em 1973, com 18 anos. Seu irmão mais novo, Paul, também correu com algum sucesso na Fórmula Superstox antes de avançar para a Fórmula 3000, no qual ele estava correndo quando acabou falecendo em um acidente, em 1991.

Warwick venceu o Campeonato de Fórmula Três em 1978. Esse foi o primeiro passo para o começo da carreira de Derek na F-1.

Fórmula 1[editar | editar código-fonte]

Toleman e Renault[editar | editar código-fonte]

Warwick alcançou a F-1 em 1981, com a Toleman. Seu começo foi tímido: nenhum ponto marcado.

Após sair da Toleman em 1984, Warwick foi para a Renault no lugar do francês Alain Prost, que voltava à McLaren. O time francês estava praticamente fechando suas portas, mas ele marcou 24 pontos, sendo segundo lugar seu maior triunfo. Ele se manteve na Renault até 1985, quando a equipe, superada por suas equipes-clientes, fechou as portas.

Warwick era fortemente cotado para correr na Williams em 1985, mas, ainda acreditando que a Renault tinha carro para ele ganhar, o inglês simplesmente declinou o convite. Esse foi o começo do declínio de Warwick.

Lotus e Brabham[editar | editar código-fonte]

Com a saída de Elio De Angelis da Lotus, Derek tinha tudo para correr na lendária equipe de Colin Chapman. Entretanto, o primeiro piloto da Lotus, Ayrton Senna, impediu que Warwick assinasse com o time, pois não queria que a Lotus tivesse dois pilotos com condições de brigar por vitórias.

De Angelis havia morrido num acidente durante testes coletivos em Paul Ricard. Com isto, Derek Warwick foi chamado para seu lugar. Mas ele mostrou o mesmo desempenho do começo da carreira, sem nenhum ponto somado.

Arrows[editar | editar código-fonte]

Warwick, após deixar a Brabham "zerado", assinou com a Arrows em 1987. Na estréia, ele não se saiu bem, e só conquistou seus pontos no Grande Prêmio da Inglaterra. Já em 1988, ele conquistou 17 pontos. Ele deixou a Arrows no fim da temporada de 1989, quando terminou o certame com sete pontos.

Lotus[editar | editar código-fonte]

Com o fim do contrato com a Arrows, Warwick foi para a Lotus em 1990. Seu companheiro foi novamente o norte-irlandês Martin Donnelly, que havia corrido no lugar de Derek na Arrows. Mas dois acidentes abalaram as estruturas da decadente equipe britânica. Em Jerez de la Frontera, Donnelly estatelou o carro e ficou seriamente machucado.

Acidente em Monza[editar | editar código-fonte]

Um momento marcante na carreira de Warwick ocorreu em Monza, na Itália, no ano de 1990. No começo da prova, Derek, que passaria em décimo primeiro, bateu a Lotus no guard-rail na saída da Parabólica, deslizou pela pista e por pouco não provoca uma catástrofe. Mas o inimaginável ocorre: Derek Warwick sai ileso do carro. Com três pontos no final da temporada, Derek, desiludido, deixa a Fórmula 1.

Morte do irmão, conquistas no turismo e em Le Mans[editar | editar código-fonte]

Em 1991, o irmão de Derek, Paul, faleceu em um acidente na F-3000, mas se sagrou campeão post-mortem. A morte prematura de Paul deixou Derek abalado, mas ainda com condições de continuar correndo. Voltou às corridas de turismo britânico, e venceu o campeonato de 1991. Sua maior façanha foi a vitória no Campeonato de Sport-Protótipos de 1992, com Mark Blundell e Yannick Dalmas.

1993: A volta de Warwick[editar | editar código-fonte]

Com ânimo renovado após o triunfo em Le Mans, Derek volta à F-1 como piloto da Footwork. No começo, ele consegue um sétimo lugar na África do Sul e um nono no Brasil. Com o FA14, que era alimentado pelos motores Mugen-Honda, Warwick garantiu seus melhores resultados na temporada, chegando em quarto na Hungria, porém na sua terra natal abandonou a prova por problemas mecânicos. Na Alemanha, em Hockenheim, ele protagonizou outro incrível acidente: Com seu carro destruído, Warwick atravessa a pista, dá quatro pulinhos e ao chegar em um salto, vira ao contrário. Sem perspectivas de correr em 1994, Derek deixou a Fórmula 1 de vez.

1998: volta ao turismo britânico[editar | editar código-fonte]

Após sair da F-1, Warwick passou a competir no Campeonato Britânico de Carros de Turismo (BTCC). Consegue resultados expressivos, com destaque para a vitória em Knockhill, em 1998.

GP Masters[editar | editar código-fonte]

12 anos após deixar as corridas de monopostos, Derek disputa a Grand Prix Masters. Após o fim da categoria, ele deixou definitivamente de correr em monopostos, mas não abandonou totalmente a carreira de piloto.

Todos os Resultados de Derek Warwick na Fórmula 1[editar | editar código-fonte]

(legenda) (Corridas em itálico indica volta mais rápida)

Ano Nome Oficial da Equipe Chassis Motor Pneus 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 Pontos Classificação
1993 Footwork Mugen-Honda Footwork FA13B Mugen-Honda V10 G AFS
BRA
4 16º
Footwork FA14 EUR
Ret
SMR
Ret
ESP
13º
MON
Ret
CAN
16º
FRA
13º
GBR
ALE
17º
HUN
BEL
Ret
ITA
Ret
POR
15º
JAP
14º
AUS
10º
1990 Camel Team Lotus Lotus 102 Lamborghini V12 G EUA
Ret
BRA
Ret
SMR
MON
Ret
CAN
MEX
10º
FRA
11º
GBR
Ret
ALE
HUN
BEL
11º
ITA
Ret
POR
Ret
ESP
Ret
JAP
Ret
AUS
Ret
3 14º
1989 Arrows Grand Prix International Arrows A11 Ford Cosworth V8 G BRA
SMR
MON
Ret
MEX
Ret
EUA
Ret
CAN
Ret
GBR
ALE
HUN
10º
BEL
ITA
Ret
POR
Ret
ESP
JAP
AUS
Ret
7 10º
1988 USF&G Arrows Megatron Arrows A10B Megatron L4 Turbo G BRA
SMR
MON
MEX
CAN
EUA
Ret
FRA
Ret
GBR
ALE
HUN
Ret
BEL
ITA
POR
ESP
Ret
JAP
Ret
AUS
Ret
17
1987 USF&G Arrows Megatron Arrows A10 Megatron L4 Turbo G BRA
Ret
SMR
11º
BEL
Ret
MON
Ret
EUA
Ret
FRA
Ret
GBR
ALE
Ret
HUN
AUT
Ret
ITA
Ret
POR
13º
ESP
10º
MEX
Ret
JAP
10º
AUS
Ret
3 16º
1986 Motor Racing Developments Ltd Brabham BT55 BMW L4 Turbo P CAN
Ret
EUA
10º
FRA
GBR
ALE
HUN
Ret
AUT
DNS
ITA
Ret
POR
Ret
MEX
Ret
AUS
Ret
0 NC
1985 Equipe Renault Elf Renault RE60 Renault V6 Turbo G BRA
10º
POR
SMR
10º
MON
CAN
Ret
EUA
Ret
FRA
5 14º
Renault RE60B GBR
ALE
Ret
AUT
Ret
HOL
Ret
ITA
Ret
BEL
EUR
Ret
AUS
Ret
1984 Equipe Renault Elf Renault RE50 Renault V6 Turbo M BRA
Ret
AFS
BEL
SMR
FRA
Ret
MON
Ret
CAN
Ret
USE
Ret
EUA
Ret
GBR
ALE
AUT
Ret
HOL
Ret
ITA
Ret
EUR
11º
POR
Ret
23
1983 Candy Toleman Motorsport Toleman TG183B Hart L4 Turbo P BRA
USW
Ret
FRA
Ret
SMR
Ret
MON
Ret
BEL
USE
Ret
CAN
Ret
GBR
Ret
ALE
Ret
AUT
Ret
HOL
ITA
EUR
AFS
9 14º
1982 Candy Toleman Motorsport Toleman TG181C Hart L4 Turbo P AFS
Ret
BRA
NQ
USW
NPQ
0 NC
Toleman Group Motorsport SMR
NP
BEL
Ret
MON
NQ
HOL
Ret
GBR
Ret
FRA
15º
ALE
10º
AUT
Ret
SUI
Ret
Toleman TG183 ITA
Ret
LVG
Ret
1981 Candy Toleman Motorsport Toleman TG181 Hart L4 Turbo P SMR
NQ
BEL
NQ
MON
NPQ
ESP
NQ
FRA
NQ
GBR
NQ
ALE
NQ
AUT
NQ
HOL
NQ
ITA
NQ
CAN
NQ
LVG
Ret
0 NC
Ícone de esboço Este artigo sobre Fórmula 1 é um esboço relacionado ao projeto sobre Fórmula 1. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.