Alexander Wurz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Alexander Wurz
Alexander Wurz em 2012
Informações pessoais
Nacionalidade Áustria austríaco
Nascimento 15 de fevereiro de 1974 (40 anos)
Waidhofen an der Thaya, Áustria
Registros na Fórmula 1
Temporadas 19972000, 2005, 2007
Equipes Benetton, McLaren, Williams
GPs disputados 69
Títulos 0
Vitórias 0
Pódios 3
Pontos 45
Pole positions 0
Voltas mais rápidas 1
Primeiro GP GP do Canadá de 1997
Último GP GP da China de 2007

Alexander Wurz (Waidhofen an der Thaya, 15 de fevereiro de 1974) é um automobilista da Áustria. É o segundo filho da lenda do rali Franz Wurz, campeão europeu de Rali em 1974, 1976 e 1982.

BMX[editar | editar código-fonte]

A primeira prova de que Alex era um bom piloto foi no Campeonato Mundial de BMX e o ganhou de ponta a ponta em 1986. Isto lhe deu a forma física necessária para o automobilismo.

Carreira na Fórmula 1[editar | editar código-fonte]

Ele se tornou o vencedor mais jovem da história de Le Mans, antes de ingressar na Fórmula 1. Sua estréia foi em 15 de junho, de 1997, substituindo o compatriota Gerhard Berger, já veterano. Ele impressionou a todos com um pódio em sua terceira corrida, e sua gratificação foi um assento na próxima temporada, em 1998.

Benetton[editar | editar código-fonte]

Nas 3 temporadas seguintes pela Benetton, Wurz foi batido pelo seu companheiro de equipe, Giancarlo Fisichella. Uma bela largada em 1998 sugeria um futuro brilhante, mas ele nunca pôde provar isso. Em Mônaco, ele disputou posições com a lenda o automobilismo, Michael Schumacher, mas logo depois, bateu num estilo espetacular. Depois de 3 temporadas seguidas sem resultados significativos.

Piloto de testes[editar | editar código-fonte]

Wurz, em 2006 pela Williams.

Sem conseguir um lugar num time de ponta na F1, em 2001, ele decidiu ser o terceiro piloto de testes para a McLaren. Foi sua melhor performance até então. Várias vezes, ele esteve ligado a rumores sobre uma vaga em alguma equipe.

Em abril de 2005, com Juan Pablo Montoya machucado, Wurz guiou a Mclaren no Grande Prêmio de San Marino, terminando em quarto lugar, mas 'herdou' o terceiro lugar após os dois pilotos da BAR serem eliminados. Sua prova em Imola não foi tão espetacular assim, já que não se sentia confortável no carro, devido a sua altura (1,86 m). Desde que assinou com a Mclaren como piloto de teste, Wurz persegue um lugar em alguma equipe. Em 2003, ele quase assinou com a Jaguar, já que Antonio Pizzonia estava na corda bamba. Entretanto, a McLaren não permitiu a mudança de equipe de Wurz. Então, a Jaguar decidiu dar mais uma chance a Pizzonia.

Williams[editar | editar código-fonte]

Alexander Wurz assinou com a Williams F1 e se tornou o novo piloto de testes e terceiro piloto. Com a ida de Mark Webber para a Red Bull no ano de 2007, assumiu a vaga na equipe como piloto titular, conseguindo como melhor resultado um pódio em Montreal.

Aposentadoria[editar | editar código-fonte]

Em 2007, Alexander Wurz anunciou sua retirada da Fórmula 1.[1] Seu substituto na última corrida da temporada 2007, o GP do Brasil, foi o japonês Kazuki Nakajima, filho do lendário Satoru Nakajima. No total de sua carreira, ele participou de 69 Grandes Prêmios, marcando 45 pontos.

Retorno[editar | editar código-fonte]

Em 2008, Wurz voltou à categoria como piloto de testes da equipe Honda.[2] [3] No ano seguinte, após a equipe ser comprada por Ross Brawn e ser renomeada para Brawn GP, Wurz assumiu o cargo de conselheiro.[4]

Em 2011 o piloto foi convidado a fazer parte do quadro de comissários da FIA, durante a disputa do Grande Prêmio do Brasil.[5] [6]

Em 2012, Wurz foi contratado pela equipe Williams para trabalhar como conselheiro, sendo mentor dos jovens pilotos da equipe.[7]

Resultados na Fórmula 1[editar | editar código-fonte]

Ano Equipe 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 Pos Pontos
1997 Benetton 8 AUS
BRA
ARG
SMR
MON
ESP
CAN
Ret
FRA
Ret
GBR
3
GER
HUN
BEL
ITA
AUT
LUX
JPN
EUR
14° 4
1998 Benetton 6 AUS
7
BRA
4
ARG
4
SMR
Ret
ESP
4
MON
Ret
CAN
4
FRA
5
GBR
4
AUT
9
GER
11
HUN
Ret
BEL
Ret
ITA
Ret
LUX
7
JPN
9
17
1999 Benetton 10 AUS
Ret
BRA
7
SMR
Ret
MON
6
ESP
10
CAN
Ret
FRA
Ret
GBR
10
AUT
5
GER
7
HUN
7
BEL
14
ITA
Ret
EUR
Ret
MAL
8
JPN
10
13° 3
2000 Benetton 12 AUS
7
BRA
Ret
SMR
9
GBR
9
ESP
10
EUR
12
MON
Ret
CAN
9
FRA
Ret
AUT
10
GER
Ret
HUN
11
BEL
13
ITA
5
USA
10
JPN
Ret
MAL
7
15° 2
2005 McLaren 10 AUS
MAL
BHR
TD
SMR
3
ESP
MON
TD
EUR
TD
CAN
USA
FRA
GBR
GER
TD
HUN
TD
TUR
ITA
BEL
TD
BRA
TD
JPN
CHN
17° 6
2007 Williams 17 AUS
Ret
MAL
9
BHR
11
ESP
Ret
MON
7
CAN
3
USA
10
FRA
14
GBR
13
EUR
4
HUN
14
TUR
11
ITA
13
BEL
Ret
JPN
Ret
CHN
12
BRA
11° 13

(Legenda)
(Corridas em itálico indicam volta mais rápida.)

Nota: Entre 2001 e 2005, Wurz foi piloto de teste da McLaren e disputou o GP de San Marino de 2005 substituindo Juan Pablo Montoya. Em 2006 foi piloto de testes da equipe Williams.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Alexander Wurz