O General do Exército Morto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O General do Exército Morto é o título de uma obra de ficção do escritor albanês Ismail Kadaré, classificável no género de romance de guerra. O autor efectua uma reflexão profunda e mordaz sobre as consequências da guerra. O General do Exército Morto representa uma renovação do romance de guerra. Nesta história límpida e fascinante, um dos grandes escritores europeus modernos relata, com extraordinária delicadeza, a experiência única do conflito humano e de seus efeitos.

"Romance profundamente comovedor, que recupera a dignidade a partir dos horrores da guerra." The Times Literary Supplement

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Vinte anos depois da derrota da Itália na Albânia durante a Segunda Guerra Mundial, um general italiano é encarregado de recuperar os restos mortais de seus compatriotas, deixados no local. conduzir

Apesar de munido de mapas, registos, listas e medidas para ajudar na localização das ossadas, os infortúnios do general italiano e do padre que o acompanha se acumulam. Os dois encontram então um general alemão, por sua vez acompanhado de um prefeito, que também veio procurar os ossos de seus soldados tombados há tempos na Albânia. Os generais vão-se desestruturando à medida que a sua missão se transforma numa estranha alegoria da história da Albânia e da Europa.