Os Saltimbancos Trapalhões

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Os Saltimbancos Trapalhões
Os Saltimbancos Trapalhões.jpg
 Brasil
1981 • cor • 95 min 
Direção J. B. Tanko
Roteiro Renato Aragão
Antonio Pedro
Gilvan Pereira
J.B. Tanko
Tereza Trautman
Elenco Renato Aragão
Dedé Santana
Mussum
Zacarias
Lucinha Lins
Género comédia
Idioma português
Lançamento Brasil 21 de dezembro de 1981
Cronologia
Último
Último
O Mundo Mágico dos Trapalhões (1981)
Os Vagabundos Trapalhões (1982)
Próximo
Próximo
Página no IMDb (em inglês)

Os Saltimbancos Trapalhões é um filme brasileiro estrelado pelo grupo humorístico Os Trapalhões em 1981, baseado na peça teatral Os Saltimbancos, de Sergio Bardotti, Luis Enríquez Bacalov, adaptada para o português por Chico Buarque, por sua vez uma adaptação do conto Os Músicos de Bremen dos Irmãos Grimm. Foi dirigido por J. B. Tanko e lançado em 1981, sendo considerado pela crítica como o melhor filme do grupo[1] . O picadeiro utilizado no filme pertence ao Circo Irmãos Power[nota 1] .

Em 2014, foi lançada uma versão para o teatro, Os Saltimbancos Trapalhões - O Musical .[2]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Funcionários humildes, os amigos Didi (Renato Aragão), Dedé (Dedé Santana), Mussum (Mussum) e Zacarias (Zacarias) se tornam a grande atração do circo Bartolo, graças à sua incrível capacidade de fazer o público rir. Mas o sucesso lhes têm um preço: a oposição do mágico Assis Satã e a ganância do Barão, o dono do circo. Juntos, os quatro amigos precisarão combatê-los.


Elenco[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o


Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

A trilha sonora de Os Saltimbancos Trapalhões constitui-se de versões para as faixas que integravam Os Saltimbancos, musical infantil de Sergio Bardotti, Luis Enríquez Bacalov e Chico Buarque, e que teve montagem histórica no teatro Canecão com artistas como Nara Leão e Miúcha. Os números utilizados no filme são os seguintes:

  • Piruetas - Chico Buarque & Os Trapalhões
  • Hollywood - Lucinha Lins & Os Trapalhões
  • Alô, liberdade - Bebel Gilberto & Os Trapalhões
  • A cidade dos artistas - Elba Ramalho & Os Trapalhões
  • História de uma gata - Lucinha Lins
  • Rebichada - Chico Buarque & Os Trapalhões
  • Minha canção - Lucinha Lins
  • Meu caro barão - Chico Buarque & Os Trapalhões
  • Todos juntos - Lucinha Lins & Os Trapalhões

Notas

  1. O Circo Irmãos Power ainda existe e inclusive possui um website oficial. Acesso em 01/12/2011

Referências

  1. Crítica no website Cine Reporter. Acesso em 01/12/2011.
  2. Louise Soares (19 de outubro de 2014). Estreando no teatro aos 78 anos, Dedé Santana quer atuar em filme sério F5 - televisão. Visitado em 19 de outubro de 2014.


Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.