Perdigão (futebolista)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Perdigão
Informações pessoais
Nome completo Cleilton Eduardo Vicente
Data de nasc. 28 de junho de 1977 (37 anos)
Local de nasc. Curitiba (PR),  Brasil
Nacionalidade  brasileira
Altura 1,68 m
Destro
Apelido Perdigão, Perdiga,
Maria Bethânia ,Perdidão,
Compadre Washington
Informações profissionais
Período em atividade 1995-2010 (15 anos)
Clube atual Aposentado
Posição ex-Volante
Clubes de juventude
1995 Brasil Pinheiros-PR
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
19951996
1997
19981999
19992000
20002002
2002
2003
2004
2005
20052007
2007
2008
2009
2010
2011
2011
Brasil Paraná
Brasil Atlético Paranaense
Portugal Belenenses
Brasil Atlético Paranaense
Brasil Joinville
Brasil Marília
Brasil Náutico
Brasil Caxias
Brasil 15 de Novembro
Brasil Internacional
Brasil Vasco da Gama
Brasil Corinthians
Brasil São Caetano
Brasil Mixto
Brasil Sport Club São José
0? 00000(?)
013 0000(2)
09 00000(0)
08 00000(1)
0? 00000(?)
0? 00000(?)
07 00000(0)
00 00000(0)
016 0000(0)
092 0000(1)
029 0000(0)
020 0000(0)
0? 00000(?)
0? 00000(?)0
0? 00000(?)0


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 2010.

Cleilton Eduardo Vicente,[1] mais conhecido como Perdigão (Curitiba, 28 de junho de 1977[2] ), é um ex-futebolista brasileiro que atuava como volante.

Perdigão recebeu este apelido em virtude de seu pai trabalhar na empresa produtora de aves, Perdigão S.A., no Paraná, durante sua infância.

Internacional[editar | editar código-fonte]

Sua passagem mais marcante no futebol, foi no Internacional. Perdigão foi contratado pela equipe colorada em 2005, depois de um bom campeonato gaúcho pelo 15 de Novembro, de Campo Bom, quando foi vice-campeão com a equipe do Vale dos Sinos.

No Inter, participou dos vice-campeonatos brasileiro de 2005 e 2006 e dos grupos que conquistaram a Copa Libertadores e o Mundial Interclubes em 2006, e a Recopa Sul-americana em 2007.

Apesar de ser transferido para o Vasco da Gama em 2007, e de ter marcado apenas um gol e sua passagem por Porto Alegre, Perdigão ainda continuou sendo benquisto pela maior parte da torcida do Internacional.

Vasco da Gama[editar | editar código-fonte]

Em junho de 2007, o jogador foi anunciado como reforço do Vasco da Gama, assinando contrato válido até o fim de 2008.[3] [4] Porém ele permaneceu no clube apenas por seis meses, tendo o contrato rescindido em janeiro de 2008.

Corinthians[editar | editar código-fonte]

No início de 2008 assinou contrato com o Corinthians por uma temporada,[5] [6] mas não conseguiu demonstrar bom futebol nas oportunidades cedidas no time titular. No Corinthians, foi vice-campeão da Copa do Brasil de 2008.

Clube Atlético Operário - Mafra/SC Sport Clube São José - São José dos Pinhais/PR[editar | editar código-fonte]

No início de 2011 o experiente jogador, Perdigão aceitou o desafio de disputar a 3ª divisão do Catarinense pelo tradicional Clube Atlético Operário da cidade de Mafra, esperava-se que sua vasta experiência no futebol pudesse fazer diferença nos momentos decisivos, visto que a equipe catarinense era formada por jovens valores que buscavam um lugar ao sol. Porém, antes defenderá a camisa do São José que disputava a segunda divisão do Paranaense no primeiro semestre e no segundo defenderá as cores do Operário de Mafra, tendo em vista que os clubes firmaram uma parceria e ambos os times utilizarão o mesmo plantel. Entretanto, o São José não fez uma boa campanha no campeonato, inclusive abandonando-o no meio da competição, com apenas 10 jogos disputados. Tendo em comparação que era praticamente o mesmo elenco a equipe de Mafra não entrou na disputa do catarinense. [7]

Aposentadoria[editar | editar código-fonte]

Após fraca passagem por times de expressão na sua carreira pós-Internacional, Perdigão assinaria com o Guarani para jogar o Campeonato Paulista de 2011 - Série A2. Com o não andamento da transação, ele ficou sem clube. Decidiu então, cursar a faculdade de Ciência do Esporte, na PUC-Campinas. Pretende também cursar Direito, para no futuro tornar-se dirigente de futebol.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Paraná
Joinville
Internacional
Corinthians

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]