Iarley

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Iarley
Iarleyceara.jpg
Informações pessoais
Nome completo Pedro Iarley Lima Dantas
Data de nasc. 29 de março de 1974 (40 anos)
Local de nasc. Quixeramobim (CE),  Brasil
Nacionalidade  brasileiro
Altura 1,71 m
Destro
Apelido O Pequeno Grande Homem
Baixinho, Matador de Leão
Informações profissionais
Período em atividade 1993-presente (21 anos)
Clube atual Brasil Ferroviário
Número 94
Posição Meia e Atacante
Clubes de juventude
1992 Brasil Ferroviário Sub-18
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
19931994
1995
1995–1997
19971999
1999
2000
20012002
2003
2003–2004
2004–2005
2005–2008
20082009
2010–2011
2011
20112012
2013
2014
Brasil Ferroviário
Brasil Quixadá
Espanha Real Madrid B
Espanha Real Madrid
Espanha Ceuta
Espanha Melilla
Brasil Ceará
Brasil Paysandu
Argentina Boca Juniors
México Dorados
Brasil Internacional
Brasil Goiás
Brasil Corinthians
Brasil Ceará (emp.)
Brasil Goiás
Brasil Paysandu
Brasil Ferroviário


0023 0000(7)
0004 0000(0)
0026 0000(5)
0023 000(10)

0014 0000(3)
0027 0000(5)
0026 0000(5)
0133 000(30)
0066 000(24)
0054 000(10)
0022 0000(5)
0082 000(17)
0025 0000(2)
0014 0000(5)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 23 de fevereiro de 2014.

Pedro Iarley Lima Dantas, mais conhecido como Iarley (Quixeramobim, 29 de março de 1974), é um futebolista brasileiro que atua como atacante e meia. Encerrou a carreira em 2014 jogando pelo Ferroviário.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Foi revelado nas categorias de base do Ferroviário. Chegou a passar pelo Real Madrid, e depois passado para o Real Madrid B e em outros pequenos times espanhóis no final dos anos 1990, mas não se firmou na Espanha. Em 2000 já de volta ao futebol cearense, para jogar pelo Uniclinic Atlético Clube onde passou apenas um ano.

Em 2001 se transferiu para o Ceará Sporting Club onde participou do que a torcida chamou de Trio Artilheiro, foi o ataque do Ceará formado por Sérgio Alves, Mota e Iarley, nesse ano participou do melhor ataque na história do Ceará em campeonatos brasileiros. Em 2002 se firmou como ídolo do clube sendo campeão estadual pelo clube tirando o tri-campeonato do maior rival Fortaleza.

No ano seguinte, seria um dos reforços do Paysandu para a Copa Libertadores da América em 2003. A equipe paraense faria campanha surpreendente, liderando a sua chave e chegando a sonhar alto: no primeiro jogo das oitavas-de-final, ganhou do temido Boca Juniors em plena La Bombonera por 1 x 0, com dois jogadores expulsos, com Iarley marcando o histórico gol.[1] Os argentinos, liderados por Carlos Tévez, entretanto, conseguiriam a classificação ao vencer por 4 x 2 no Mangueirão. A campanha mostrou-se especialmente boa para Iarley, contratado pelo próprio Boca em julho.

Jogaria o Clausura de 2003 e o Apertura de 2004 do Boca Juniors. Impressionou na primeira temporada, ganhando a torcida especialmente por ter feito o gol da vitória em um clássico contra o River Plate. Com os xeneizes ganharia ainda o Mundial Interclubes em 2003 contra um favorito Milan nos penaltes.[1] Entretanto, lesões o impediram de ficar por mais tempo no Boca, que o vendeu para o Dorados, do México, ainda em 2004. No Dorados Iarley foi artilheiro do time no campeonato mexicano com 5 gols em 17 jogos.[2]

Um ano depois, voltaria ao Brasil, agora como jogador do Internacional[2] "o campeão de tudo" sendo titular na equipe colorada que conquistou o Mundial de Clubes.

Na final contra o Barcelona, Iarley foi fundamental para a conquista do Internacional, dando o passe para o gol de Adriano Gabiru e retendo a bola por minutos preciosos no campo do Barcelona[3] garantindo o resultado que deu o surpreendente título de Campeão do Mundo da FIFA aos colorados, o segundo mundial conquistado por ele. A vitória teve grande sabor para os colorados não só pelo título em si, mas também por ter finalmente igualado a melhor conquista do Grêmio e por um ex-ídolo do arquirrival estar no adversário, Ronaldinho Gaúcho. Iarley continuaria no Inter por mais três anos até ser contratado pelo Goiás em 2008[3]

No Goiás Iarley fez uma ótima campanha marcando 12 gols no brasileirão de 2008[4] e ainda conquistou o Campeonato Goiano em 2009.[5] No brasileirão de 2009 o feito se repetiu marcando novamente 12 gols na temporada,[6] o que chamou a atenção do Corinthians.

No dia 6 de dezembro de 2009, Iarley acertou com o Corinthians para a Libertadores do centenario em 2010 com um contrato de 1 ano.[7] Iarley assina com o Corinthians. Logo em sua primeira partida pelo clube, contra o Monte Azul, o jogador marcou um gol.

Em 21 de dezembro de 2010, Iarley voltou ao clube no qual foi ídolo, o Corinthians o emprestou para o Ceará, para a disputa do Campeonato Cearense e do Campeonato Brasileiro da Série A até o dia 30 de junho de 2011.[8]

Em 2011, após ser tornado reserva, Iarley deixou o Ceará e, por empréstimo, acertou o retorno ao Goiás.

No dia 2 de setembro de 2011, Iarley completou 100 jogos pelo Goiás. Onde a sua equipe perdeu de 2-1, inclusive, ele marcou um gol. Foi campeão pelo Goiás da Série B, inclusive marcando o gol do titulo.

Em janeiro de 2013, após não renovar com o Goiás, Iarley acertou após 10 anos, sua volta ao Paysandu.[9]

Acertou, para 2014, sua volta ao Ferroviário.[10] Na sua estréia, marcou 3 gols no joga contra o Crato, no campeonato cearense.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Ceará
Boca Juniors
Internacional
Goiás
Paysandu

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Internacional
Goiás

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Todos os gols de Iarley pelo Internacional:

Todos os gols de Iarley pelo Corinthians:

Referências