Copa Libertadores da América de 2006

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Copa Libertadores da América de 2006
XLVII Copa Libertadores de América
Copa Toyota Libertadores 2006
Dados
Participantes 38
Organização CONMEBOL
Local de disputa Flags of the Union of South American Nations.gif América do Sul
Período 24 de janeiro16 de agosto
Gol(o)s 386
Jogos 138
Média 2,8 gol(o)s por partida
Campeão Brasil Internacional (1º título)
Vice-campeão Brasil São Paulo
Melhor marcador 5 gols:
Melhor ataque (fase inicial) Argentina Vélez Sársfield – 18 gols
Melhor defesa (fase inicial) Brasil Goiás – 1 gol
Maior goleada
(diferença)
River Plate Argentina 6 – 0 Bolívia Oriente Petrolero
Estádio Monumental de NúñezBuenos Aires
26 de janeiro, Primeira fase
◄◄ Libertadores 2005 Soccerball.svg Libertadores 2007 ►►

A Copa Libertadores da América de 2006 foi a 47ª edição da competição de futebol realizada todos os anos pela Confederação Sul-Americana de Futebol. Equipes das dez associações sul-americanas mais o México participaram do torneio.

Pelo segundo ano consecutivo, a final envolveu duas equipes de um mesmo país e novamente eram brasileiras. Após vencer por 2–1 no Morumbi e empatar por 2–2 no Beira-Rio, o Internacional conquistou o título pela primeira vez em sua história ao superar o então campeão de 2005, São Paulo.

Com o título da competição, o Internacional obteve o direito de participar da Copa do Mundo de Clubes da FIFA de 2006, além de enfrentar o campeão da Copa Sul-Americana de 2006 na decisão da Recopa Sul-Americana de 2007.

Equipes classificadas[editar | editar código-fonte]

País Equipe Classificação
 Argentina
(5 vagas)
Newell's Old Boys Campeão do Torneio Apertura 2004-2005
Vélez Sársfield Campeão do Torneio Clausura 2004-2005
Estudiantes Melhor pontuação na temporada 2004-2005
Rosario Central 2ª melhor pontuação na temporada 2004-2005
River Plate 3ª melhor pontuação na temporada 2004-2005
 Bolívia
(3 vagas)
Bolívar Campeão do Torneio Adecuación 2005
The Strongest Vice-campeão do Torneio Adecuación 2005
Oriente Petrolero 3º colocado do Torneio Adecuación 2005
 Brasil
(5 vagas + atual campeão)
São Paulo Campeão da Copa Libertadores 2005
Paulista Campeão da Copa do Brasil de 2005
Corinthians Campeão do Campeonato Brasileiro Série A 2005
Internacional Vice-campeão do Campeonato Brasileiro Série A 2005
Goiás 3º colocado no Campeonato Brasileiro Série A 2005
Palmeiras 4º colocado no Campeonato Brasileiro Série A 2005
 Chile
(3 vagas)
Unión Española Campeão do Torneio Apertura 2005
Universidad Católica Campeão do Torneio Clausura 2005
Colo-Colo Melhor pontuação na temporada 2005
 Colômbia
(3 vagas)
Atlético Nacional Campeão da primeira fase da Copa Mustang 2005
Deportivo Cali Campeão da segunda fase da Copa Mustang 2005
Santa Fe Melhor pontuação na temporada 2005
Equador
(3 vagas)
LDU Quito Campeão do Torneio Apertura 2005
El Nacional Campeão do Torneio Clausura 2005
Deportivo Cuenca Vice-campeão do Torneio Clausura 2005
Paraguai
(3 vagas)
Cerro Porteño Campeão do Torneio Apertura 2005 e do Torneio Clausura 2005
Libertad Vice-campeão do Torneio Clausura 2005
Nacional Melhor pontuação na temporada 2005
 Peru
(3 vagas)
Cienciano Campeão do Torneio Apertura 2005
Sporting Cristal Campeão do Torneio Clausura 2005
Universitario Melhor pontuação na temporada 2005
Uruguai
(3 vagas)
Nacional Campeão do Torneio Uruguaio Especial 2005
Rocha Campeão do Torneio Apertura 2005-2006
Defensor Sporting 2ª melhor pontuação na tabela agregada de 2005-2006
 Venezuela
(3 vagas)
Unión Maracaibo Campeão do Campeonato Venezuelano 2004-2005
Caracas Vice-campeão do Campeonato Venezuelano 2004-2005
Deportivo Táchira 3º colocado do Campeonato Venezuelano 2004-2005
 México
(3 vagas)
Pumas UNAM Campeão do Torneio Apertura 2004-2005
Tigres UANL Campeão do Torneio Interliga
Guadalajara Vice-campeão do Torneio Interliga

Mapa[editar | editar código-fonte]

Latin America - First level political divisions.svg

ButtonRed.svgTigres UANL
ButtonRed.svgChivas Guadalajara
ButtonRed.svgPumas UNAM
ButtonRed.svgCaracas
ButtonRed.svgDep. Táchira
Unión MaracaiboButtonRed.svg
ButtonRed.svgAtlético Nacional
ButtonRed.svgSanta Fe
ButtonRed.svgDeportivo Cali
Deportivo CuencaButtonRed.svg
El Nacional
ButtonRed.svgLDU
ButtonRed.svgUniversitario
Sporting Cristal
ButtonRed.svgCienciano
ButtonRed.svgBolívar
The Strongest
ButtonRed.svgO. Petrolero
LibertadButtonRed.svg
Cerro Porteño
Nacional
VélezButtonRed.svg
River
Estudiantes
ButtonRed.svgNewell's
Rosario Central
Unión Española
Colo ColoButtonRed.svg
Universidad Católica
ButtonRed.svgRocha
Nacional
Defensor
ButtonRed.svgGoiás
PaulistaButtonRed.svg
ButtonRed.svgSão Paulo
Corinthians
Palmeiras
ButtonRed.svgInternacional

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

Esta fase foi disputada entre 24 de janeiro e 2 de fevereiro. Doze equipes iniciaram dessa fase onde seis se classificaram a fase seguinte. Em caso de igualdade em pontos, o primeiro critério de desempate seria o gol marcado fora de casa. Equipe 1 realizou a partida de ida em casa.

Chave Equipe 1 Total Equipe 2 Ida Volta
1 Nacional Paraguai 2–2 (gf) Peru Universitario 2–2 0–0
2 Defensor Sporting Uruguai 2–2 (gf) Colômbia Santa Fe 2–2 0–0
3 River Plate Argentina 8–0 Bolívia Oriente Petrolero 6–0 2–0
4 Colo-Colo Chile 4–8 México Guadalajara 1–3 3–5
5 Palmeiras Brasil 6–2 Venezuela Deportivo Táchira 2–0 4–2
6 Deportivo Cuenca Equador 1–4 Brasil Goiás 1–1 0–3

Segunda fase[editar | editar código-fonte]

As partidas da segunda fase foram disputadas entre 7 de fevereiro e 20 de abril. As duas melhores equipes de cada grupo avançaram para a fase final.

Classificados para a fase final
Eliminados da competição


Grupo 1[editar | editar código-fonte]

Equipe Pts J V E D GP GC SG
Brasil São Paulo 12 6 4 0 2 12 6 +6
México Guadalajara 12 6 3 3 0 6 3 +3
Venezuela Caracas 5 6 1 2 3 7 7 0
Peru Cienciano 4 6 1 1 4 3 12 -9
  CAR CIE GDL SPA
Caracas 4–0 0–0 1–2
Cienciano 2–1 0–1 0–2
Guadalajara 1–1 0–0 2–1
São Paulo 2–0 4–1 1–2

Grupo 2[editar | editar código-fonte]

Equipe Pts J V E D GP GC SG
Colômbia Santa Fe 10 6 3 1 2 9 7 +2
Argentina Estudiantes 10 6 3 1 2 10 10 0
Peru Sporting Cristal 7 6 2 1 3 11 12 -1
Bolívia Bolívar 7 6 2 1 3 7 8 -1
  BOL EST SFE SCR
Bolívar 1–0 1–0 1–2
Estudiantes 2–1 1–0 4–3
Santa Fe 2–2 3–1 2–1
Sporting Cristal 2–1 2–2 1–2

Grupo 3[editar | editar código-fonte]

Equipe Pts J V E D GP GC SG
Brasil Goiás 11 6 3 2 1 7 1 +6
Argentina Newell's Old Boys 8 6 2 2 2 7 7 0
Chile Unión Española 8 6 2 2 2 3 5 -2
Bolívia The Strongest 6 6 2 0 4 4 8 -4
  GOI NOB STR UES
Goiás 3–0 2–0 0–0
Newell's Old Boys 0–0 2–0 2–0
The Strongest 1–0 3–2 0–1
Unión Española 0–2 1–1 1–0

Grupo 4[editar | editar código-fonte]

Equipe Pts J V E D GP GC SG
Brasil Corinthians 13 6 4 1 1 10 6 +4
México Tigres UANL 10 6 3 1 2 12 10 +2
Chile Universidad Católica 10 6 3 1 2 12 11 +1
Colômbia Deportivo Cali 1 6 0 1 5 9 16 -7
  COR DCA TIG UCA
Corinthians 3–0 1–0 2–2
Deportivo Cali 0–1 2–2 2–3
Tigres UANL 2–0 5–4 1–0
Universidad Católica 2–3 2–1 3–2

Grupo 5[editar | editar código-fonte]

Equipe Pts J V E D GP GC SG
Argentina Vélez Sársfield 16 6 5 1 0 18 6 +12
Equador LDU Quito 10 6 3 1 2 16 9 +7
Uruguai Rocha 5 6 1 2 3 4 16 -12
Peru Universitario 2 6 0 2 4 5 12 -7
  LDU ROC UNI VEL
LDU Quito 5–0 4–0 1–3
Rocha 3–2 0–0 0–5
Universitario 1–2 1–1 0–2
Vélez Sársfield 2–2 3–0 4–3

Grupo 6[editar | editar código-fonte]

Equipe Pts J V E D GP GC SG
Brasil Internacional 14 6 4 2 0 13 4 +9
Uruguai Nacional 9 6 2 3 1 6 6 0
Venezuela Unión Maracaibo 8 6 2 2 2 7 8 -1
México Pumas UNAM 1 6 0 1 5 4 12 -8
  INT NAC PUM UAM
Internacional 3–0 3–2 4–0
Nacional 0–0 2–0 0–0
Pumas UNAM 1–2 1–1 0–1
Unión Maracaibo 1–1 2–3 3–0

Grupo 7[editar | editar código-fonte]

Equipe Pts J V E D GP GC SG
Colômbia Atlético Nacional 10 6 3 1 2 13 9 +4
Brasil Palmeiras 9 6 2 3 1 9 8 +1
Paraguai Cerro Porteño 8 6 2 2 2 9 12 -3
Argentina Rosario Central 5 6 1 2 3 6 8 -2
  ATN CER PAL ROS
Atlético Nacional 2–2 1–2 1–0
Cerro Porteño 1–5 1–3 0–0
Palmeiras 3–2 2–3 0–0
Rosario Central 1–2 0–2 2–2

Grupo 8[editar | editar código-fonte]

Equipe Pts J V E D GP GC SG
Paraguai Libertad 11 6 3 2 1 8 3 +5
Argentina River Plate 9 6 3 0 3 10 10 0
Equador El Nacional 6 6 1 3 2 8 10 -2
Brasil Paulista 6 6 1 3 2 4 7 -3
  ELN LIB PTA RIV
El Nacional 1–1 1–1 2–0
Libertad 4–1 1–0 2–0
Paulista 0–0 0–0 2–1
River Plate 4–3 1–0 4–1

Classificação para a fase final[editar | editar código-fonte]

Para a determinação das chaves da fase de oitavas de final em diante, as equipes foram divididas entre os primeiros colocados e os segundos colocados na fase de grupos, definindo os cruzamentos da seguinte forma: 1º vs. 16º, 2º vs. 15º, 3º vs. 14º, 4º vs. 13º, 5º vs. 12º, 6º vs. 11º, 7º vs. 10º e 8º vs. 9º, sendo de 1º a 8º os primeiros de cada grupo e de 9º a 16º os segundos.

Esta classificação também servirá para determinar em todas as fases seguintes qual time terá a vantagem de jogar a partida de volta em casa, sendo sempre o time de melhor colocação a ter este direito.

Tabela de classificação
Pos. Primeiros dos grupos Pts J V E D GP GC SG
1 Argentina Vélez Sársfield 16 6 5 1 0 18 6 +12
2 Brasil Internacional 14 6 4 2 0 13 4 +9
3 Brasil Corinthians 13 6 4 1 1 10 6 +4
4 Brasil São Paulo 12 6 4 0 2 12 6 +6
5 Brasil Goiás 11 6 3 2 1 7 1 +6
6 Paraguai Libertad 11 6 3 2 1 8 3 +5
7 Colômbia Atlético Nacional 10 6 3 1 2 13 9 +4
8 Colômbia Santa Fe 10 6 3 1 2 9 7 +2
Pos. Segundos dos grupos Pts J V E D GP GC SG
9 México Guadalajara 12 6 3 3 0 6 3 +3
10 Equador LDU Quito 10 6 3 1 2 16 9 +7
11 México Tigres UANL 10 6 3 1 2 12 10 +2
12 Argentina Estudiantes 10 6 3 1 2 10 10 0
13 Brasil Palmeiras 9 6 2 3 1 9 8 +1
14 Argentina River Plate 9 6 3 0 3 10 10 0
15 Uruguai Nacional 9 6 2 3 1 6 6 0
16 Argentina Newell's Old Boys 8 6 2 2 2 7 7 0

Fase final[editar | editar código-fonte]

Oitavas de final Quartas de final Semifinais Final
 25 de abril a 4 de maio  9 de maio a 20 de julho  26 de julho a 3 de agosto  9 e 16 de agosto
                                                 
 Brasil Internacional 2 0 2  
 Uruguai Nacional 1 0 1  
   Brasil Internacional 1 2 3  
   Equador LDU Quito 2 0 2  
 Colômbia Atlético Nacional 0 0 0
 Equador LDU Quito 4 1 5  
   Brasil Internacional 0 2 2  
   Paraguai Libertad 0 0 0  
 Paraguai Libertad (pen) 0 0 0 (4)  
 México Tigres UANL 0 0 0 (3)  
   Paraguai Libertad 2 3 5
   Argentina River Plate 2 1 3  
 Brasil Corinthians 2 1 3
 Argentina River Plate 3 3 6  
   Brasil Internacional 2 2 4
   Brasil São Paulo 1 2 3
 Brasil São Paulo 1 2 3  
 Brasil Palmeiras 1 1 2  
   Brasil São Paulo (pen) 0 1 1 (4)
   Argentina Estudiantes 1 0 1 (3)  
 Brasil Goiás 0 3 3
 Argentina Estudiantes (gf) 2 1 3  
   Brasil São Paulo 1 3 4
   México Guadalajara 0 0 0  
 Argentina Vélez Sársfield 4 2 6  
 Argentina Newell's Old Boys 2 2 4  
   Argentina Vélez Sársfield 0 1 1
   México Guadalajara 0 2 2  
 Colômbia Santa Fe 0 3 3
 México Guadalajara 3 1 4  

Finais[editar | editar código-fonte]

Jogo de ida
9 de agosto São Paulo Brasil 1 – 2 Brasil Internacional Estádio do Morumbi, São Paulo
21:45 (UTC-3)
Edcarlos Gol marcado aos 75 minutos de jogo 75' Relatório Rafael Sóbis Gol marcado aos 53 minutos de jogo 53', Gol marcado aos 61 minutos de jogo 61' Público: 71 456
Árbitro: UruguaiURU Jorge Larrionda
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
São Paulo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Internacional
Jogo de volta
16 de agosto Internacional Brasil 2 – 2 Brasil São Paulo Estádio Beira-Rio, Porto Alegre
22:00 (UTC-3)
Fernandão Gol marcado aos 29 minutos de jogo 29'
Tinga Gol marcado aos 66 minutos de jogo 66'
Relatório Fabão Gol marcado aos 50 minutos de jogo 50'
Lenílson Gol marcado aos 85 minutos de jogo 85'
Público: 55 000
Árbitro: ArgentinaARG Horacio Elizondo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Internacional
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
São Paulo

Premiação[editar | editar código-fonte]

Copa Libertadores da América de 2006
Flag of Brazil.svg
INTERNACIONAL
Campeão
(1º título)

Artilharia[editar | editar código-fonte]

Gols Jogador Time
5 Brasil Fernandão Internacional
Brasil Aloísio São Paulo
Brasil Nilmar Corinthians
Brasil Marcinho Palmeiras
Brasil Washington Palmeiras
Argentina José Calderón Estudiantes
Argentina Mariano Pavone Estudiantes
Equador Félix Borja El Nacional
Equador Agustín Delgado LDU Quito
Argentina Ernesto Farías River Plate
Argentina Jorge Quinteros Universidad Católica
Argentina Sebastián Ereros Vélez Sársfield
Equador Patricio Urrutia LDU Quito
Argentina Daniel Montenegro River Plate
4 Brasil Romerito Goiás
Colômbia Vladimir Marín Atlético Nacional
Paraguai Jonathan Santana River Plate
Peru Jorge Soto Sporting Cristal
Argentina Carlos Tévez Corinthians
Paraguai Erwin Ávalos Cerro Porteño
Argentina Leandro Somoza Vélez Sársfield
Argentina Ignacio Scocco Newell's Old Boys
Colômbia Wason Rentería Internacional
Colômbia David Montoya Santa Fe
Colômbia Víctor Aristizábal Atlético Nacional
Copa Libertadores da América de 2006

Campeão: Brasil Internacional

Vice-campeão: Brasil São Paulo

Eliminados nas semifinais: México Guadalajara | Paraguai Libertad

Eliminados nas quartas de final: Argentina Estudiantes | Equador LDU Quito | Argentina River Plate | Argentina Vélez Sársfield

Eliminados nas oitavas de final: Colômbia Atlético Nacional | Brasil Corinthians | Brasil Goiás | Colômbia Santa Fe | Uruguai Nacional | Argentina Newell's Old Boys | Brasil Palmeiras | México Tigres UANL

Eliminados na 2ª fase: Bolívar | Caracas | Cerro Porteño | Cienciano | Deportivo Cali | El Nacional | Paulista | Pumas UNAM | Rocha | Rosario Central | Sporting Cristal | The Strongest | Unión Española | Unión Maracaibo | Universidad Católica | Universitario

Eliminados na 1ª fase: Colo-Colo | Defensor Sporting | Deportivo Cuenca | Deportivo Táchira | Nacional | Oriente Petrolero