Copa Libertadores da América de 2008

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Copa Libertadores da América de 2008
XLIX Copa Libertadores de América
Copa Santander Libertadores 2008
Dados
Participantes 38
Organização CONMEBOL
Local de disputa Flags of the Union of South American Nations.gif América do Sul
Período 29 de janeiro2 de julho
Gol(o)s 358
Jogos 138
Média 2,59 gol(o)s por partida
Campeão Equador LDU Quito (1º título)
Vice-campeão Brasil Fluminense
Melhor marcador 8 gols:
Melhor ataque (fase inicial) Argentina River Plate – 14 gols
Melhor defesa (fase inicial) Brasil Fluminense – 3 gols
Maior goleada
(diferença)
Santos Brasil 7 – 0 Bolívia San José
Estádio Vila BelmiroSantos
1º de abril, Grupo 6
Público 2 959 170
Média 21 443,3 pessoas por partida
Premiações
Melhor jogador
EquadorECU Joffre Guerrón[1]
◄◄ Libertadores 2007 Soccerball.svg Libertadores 2009 ►►

A Copa Libertadores da América de 2008 foi a 49ª edição da Copa Libertadores, competição de futebol realizada todos os anos pela Confederação Sul-Americana de Futebol. Equipes das dez associações sul-americanas mais o México participaram do torneio.

A LDU Quito, do Equador sagrou-se campeã pela primeira vez na história do torneio, após superar o Fluminense, depois de empatar com adversário em 5–5 no saldo de gols (considerada a maior igualdade em uma decisão do título da competição) e vencê-lo nos pênaltis por 3–1.

Com isso, também participou da Copa do Mundo de Clubes da FIFA 2008, disputada em dezembro, no Japão, além de ter conquistado o primeiro título do futebol equatoriano na competição. Também participou da Recopa Sul-Americana de 2009 contra o campeão da Copa Sul-Americana de 2008.

Neste ano, pela primeira vez, a competição teve a nomenclatura oficial de Copa Santander Libertadores da América. Isto porque o banco de origem espanhola Santander substituiu, depois de dez anos, a montadora de carros japonesa Toyota como patrocinador oficial da competição.[2]

Equipes classificadas[editar | editar código-fonte]

País Equipe Classificação[3]
 Argentina
(5 vagas + atual campeão)
Boca Juniors Campeão da Libertadores 2007
Estudiantes Campeão do Torneio Apertura 2006
San Lorenzo Campeão do Torneio Clausura 2007
River Plate Melhor pontuação na temporada 2006-07
Arsenal de Sarandí 2ª melhor pontuação na temporada 2006-07
Lanús 3ª melhor pontuação na temporada 2006-07
 Bolívia
(3 vagas)
Real Potosí Campeão do Torneio Apertura 2007
San José Campeão do Torneio Clausura 2007
La Paz Vencedor do jogo entre os vice-campeões do Apertura e do Clausura 2007
 Brasil
(5 vagas)
Fluminense Campeão da Copa do Brasil 2007
São Paulo Campeão do Campeonato Brasileiro de 2007
Santos Vice-campeão do Campeonato Brasileiro de 2007
Flamengo 3º colocado no Campeonato Brasileiro de 2007
Cruzeiro 5º colocado no Campeonato Brasileiro de 2007
 Chile
(3 vagas)
Colo-Colo Campeão dos torneios Apertura e Clausura 2007
Universidad Católica Vice-campeão com melhor pontuação na temporada 2007
Audax Italiano Melhor pontuação na fase inicial do Clausura 2007
 Colômbia
(3 vagas)
Atlético Nacional Campeão dos torneios Apertura e Finalización e melhor pontuação na temporada 2007
Cúcuta Deportivo 2ª melhor pontuação na temporada 2007
Boyacá Chicó 3ª melhor pontuação na temporada 2007
Equador
(3 vagas)
LDU Quito Campeão do Campeonato Equatoriano de 2007
Deportivo Cuenca Vice-campeão do Campeonato Equatoriano de 2007
Olmedo 3º colocado no Campeonato Equatoriano de 2007
Paraguai
(3 vagas)
Sportivo Luqueño Campeão do Torneio Apertura 2007
Libertad Campeão do Torneio Clausura 2007
Cerro Porteño Melhor pontuação na temporada 2007
 Peru
(3 vagas)
Universidad San Martín Campeão do Torneio Apertura 2007
Coronel Bolognesi Campeão do Torneio Clausura 2007
Cienciano Melhor pontuação na temporada 2007
Uruguai
(3 vagas)
Danubio Campeão do Campeonato Uruguaio de 2006/2007
Nacional Campeão da Liguilla Pré-Libertadores 2007
Montevideo Wanderers Vice-campeão da Liguilla Pré-Libertadores 2007
 Venezuela
(3 vagas)
Caracas Campeão do Campeonato Venezuelano 2006-07
Unión Maracaibo Vice-campeão do Campeonato Venezuelano 2006-07
Mineros de Guayana 3º colocado do Campeonato Venezuelano 2006-07
 México
(3 vagas)
Guadalajara Campeão do Torneio Apertura 2006
América Campeão da InterLiga 2008
Atlas Vice-campeão da InterLiga 2008

Mapa[editar | editar código-fonte]

Latin America - First level political divisions.svg

ButtonRed.svgChivas Guadalajara
Atlas
ButtonRed.svgAmérica
ButtonRed.svgCaracas
ButtonRed.svgMineros
Unión MaracaiboButtonRed.svg
Atlético NacionalButtonRed.svg
ButtonRed.svgBoyacá Chicó
ButtonRed.svgCúcuta
Deportivo CuencaButtonRed.svg
ButtonRed.svgOlmedo
ButtonRed.svgLDU
ButtonRed.svgUniversidad San Martín
Coronel BolognesiButtonRed.svg
ButtonRed.svgCienciano
ButtonRed.svgSan José
ButtonRed.svgLa Paz
Real PotosíButtonRed.svg
ButtonRed.svgLibertad
Cerro Porteño
Sportivo Luqueño
EstudiantesButtonRed.svg
Lanús
Boca
River
San Lorenzo
Arsenal
Audax Italiano
Colo ColoButtonRed.svg
U. Católica
ButtonRed.svgDanubio
Nacional
Montevideo Wanderers
São PauloButtonRed.svg
ButtonRed.svgFlamengo
Fluminense
ButtonRed.svgCruzeiro
ButtonRed.svgSantos

Sorteio[editar | editar código-fonte]

O sorteio das chaves da primeira fase e os grupos da segunda realizou-se em 19 de dezembro de 2007 em Assunção, no Paraguai. Quatro equipes da Argentina (Estudiantes de La Plata, San Lorenzo, Boca Juniors e River Plate) e quatro equipes do Brasil (São Paulo, Fluminense, Santos e Flamengo) foram os cabeças-de-chave na composição dos grupos da segunda fase, enquanto que para os cruzamentos da primeira a CONMEBOL elaborou um ranking entre as equipes dos países mais bem colocados para evitar que se enfrentassem logo na primeira eliminatória.[4]

O resultado do sorteio determinou os seguintes confrontos:

Primeira fase
Chave A Argentina Lanús Equador Olmedo
Chave B Brasil Cruzeiro Paraguai Cerro Porteño
Chave C Argentina Arsenal de Sarandí Venezuela Mineros de Guayana
Chave D México Atlas Bolívia La Paz
Chave E Uruguai Montevideo Wanderers Peru Cienciano
Chave F Colômbia Boyacá Chicó Chile Audax Italiano
Segunda fase
Grupo 1 Grupo 2 Grupo 3 Grupo 4
Argentina San Lorenzo
Bolívia Real Potosí
Venezuela Caracas
Vencedor chave B
Argentina Estudiantes
Uruguai Danubio
Equador Deportivo Cuenca
Vencedor chave A
Argentina Boca Juniors
Chile Colo-Colo
Venezuela Unión Maracaibo
Vencedor chave D
Brasil Flamengo
Uruguai Nacional
Peru Coronel Bolognesi
Vencedor chave E
Grupo 5 Grupo 6 Grupo 7 Grupo 8
Argentina River Plate
Chile Universidad Católica
Peru Universidad San Martín
México América
Brasil Santos
Bolívia San José
Colômbia Cúcuta Deportivo
México Guadalajara
Brasil São Paulo
Paraguai Sportivo Luqueño
Colômbia Atlético Nacional
Vencedor chave F
Brasil Fluminense
Paraguai Libertad
Equador LDU Quito
Vencedor chave C

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

Esta fase foi disputada entre 29 de janeiro e 12 de fevereiro. Doze equipes iniciaram dessa fase onde seis se classificaram a fase seguinte. Em caso de igualdade em pontos, o primeiro critério de desempate seria o gol marcado fora de casa. Equipe 1 realizou a partida de ida em casa.

Chave Equipe 1 Total Equipe 2 Ida Volta
1 Olmedo Equador 1–3 Argentina Lanús 1–0 0–3
2 Cruzeiro Brasil 6–3 Paraguai Cerro Porteño 3–1 3–2
3 Arsenal de Sarandí Argentina 3–2 Venezuela Mineros de Guayana 2–0 1–2
4 Atlas México 2–1 Bolívia La Paz 2–0 0–1
5 Cienciano Peru 1–0 Uruguai Montevideo Wanderers 1–0 0–0
6 Boyacá Chicó Colômbia 4–4 (gf) Chile Audax Italiano 4–3 0–1

Segunda fase[editar | editar código-fonte]

As partidas da segunda fase foram disputadas entre 12 de fevereiro e 24 de abril. As duas melhores equipes de cada grupo avançaram para a fase final, totalizando 16 classificados.

Classificados para a fase final
Eliminados da competição


Grupo 1[editar | editar código-fonte]

Equipe Pts J V E D GP GC SG
Brasil Cruzeiro 11 6 3 2 1 11 7 +4
Argentina San Lorenzo 10 6 3 1 2 8 7 +1
Venezuela Caracas 7 6 2 1 3 6 11 -5
Bolívia Real Potosí 6 6 2 0 4 11 11 0
  SLO POT CAR CRU
San Lorenzo 3–0 1–0 0–0
Real Potosí 2–3 3–1 5–1
Caracas 2–0 2–1 1–1
Cruzeiro 3–1 3–0 3–0

Grupo 2[editar | editar código-fonte]

Equipe Pts J V E D GP GC SG
Argentina Estudiantes 11 6 3 2 1 9 5 +4
Argentina Lanús 10 6 2 4 0 9 6 +3
Equador Deportivo Cuenca 6 6 1 3 2 2 5 -3
Uruguai Danubio 4 6 1 1 4 5 9 -4
  EST DAN CUE LAN
Estudiantes 2–0 2–0 0–0
Danubio 1–2 2–0 1–2
Deportivo Cuenca 1–0 0–0 1–1
Lanús 3–3 3–1 0–0

Grupo 3[editar | editar código-fonte]

Equipe Pts J V E D GP GC SG
México Atlas 11 6 3 2 1 11 6 +5
Argentina Boca Juniors 10 6 3 1 2 12 9 +3
Chile Colo-Colo 10 6 3 1 2 11 9 +2
Venezuela Unión Maracaibo 2 6 0 2 4 3 13 -10
  BOC COL UAM ATL
Boca Juniors 4–3 3–0 3–0
Colo-Colo 2–0 2–0 1–1
Unión Maracaibo 1–1 1–3 1–1
Atlas 3–1 3–0 3–0

Grupo 4[editar | editar código-fonte]

Equipe Pts J V E D GP GC SG
Brasil Flamengo 13 6 4 1 1 9 4 +5
Uruguai Nacional 12 6 4 0 2 9 5 -4
Peru Cienciano 7 6 2 1 3 5 9 -4
Peru Coronel Bolognesi 4 6 0 2 4 0 5 -5
  FLA CNF CBO CIE
Flamengo 2–0 2–0 2–1
Nacional 3–0 1–0 3–1
Coronel Bolognesi 0–0 0–1 0–0
Cienciano 0–3 2–1 1–0

Grupo 5[editar | editar código-fonte]

Equipe Pts J V E D GP GC SG
Argentina River Plate 12 6 4 0 2 14 8 +6
México América 9 6 3 0 3 10 10 0
Chile Universidad Católica 9 6 3 0 3 6 6 0
Peru Universidad San Martín 6 6 2 0 4 4 10 -6
  RIV UCA USM AME
River Plate 2–0 5–0 2–1
Universidad Católica 1–2 1–0 2–0
Universidad San Martín 2–0 0–1 1–0
América 4–3 2–1 3–1

Grupo 6[editar | editar código-fonte]

Equipe Pts J V E D GP GC SG
Colômbia Cúcuta Deportivo 11 6 3 2 1 7 4 +3
Brasil Santos 10 6 3 1 2 13 6 +7
México Guadalajara 9 6 3 0 3 8 5 +3
Bolívia San José 4 6 1 1 4 4 17 -13
  SAN SJO CUC GDL
Santos 7–0 2–1 1–0
San José 2–1 2–4 0–3
Cúcuta Deportivo 0–0 0–0 1–0
Guadalajara 3–2 2–0 0–1

Grupo 7[editar | editar código-fonte]

Equipe Pts J V E D GP GC SG
Brasil São Paulo 11 6 3 2 1 6 4 +2
Colômbia Atlético Nacional 8 6 2 2 2 8 5 +3
Paraguai Sportivo Luqueño 7 6 2 1 3 8 10 -2
Chile Audax Italiano 7 6 2 1 3 6 9 -3
  SPA LUQ ATN AUD
São Paulo 1–0 1–0 2–1
Sportivo Luqueño 1–1 1–3 4–1
Atlético Nacional 1–1 3–0 1–1
Audax Italiano 1–0 1–2 1–0

Grupo 8[editar | editar código-fonte]

Equipe Pts J V E D GP GC SG
Brasil Fluminense 13 6 4 1 1 11 3 +8
Equador LDU Quito 10 6 3 1 2 10 5 +5
Argentina Arsenal de Sarandí 9 6 3 0 3 6 14 -8
Paraguai Libertad 3 6 1 0 5 5 10 -5
  FLU LIB LDU ARS
Fluminense 2–0 1–0 6–0
Libertad 1–2 3–1 1–2
LDU Quito 0–0 2–0 6–1
Arsenal de Sarandí 2–0 1–0 0–1

Classificação para a fase final[editar | editar código-fonte]

Para a determinação das chaves da fase de oitavas de final em diante, as equipes foram divididas entre os primeiros colocados e os segundos colocados na fase de grupos, definindo os cruzamentos da seguinte forma: 1º vs. 16º, 2º vs. 15º, 3º vs. 14º, 4º vs. 13º, 5º vs. 12º, 6º vs. 11º, 7º vs. 10º e 8º vs. 9º, sendo de 1º a 8º os primeiros de cada grupo e de 9º a 16º os segundos.

Esta classificação também servirá para determinar em todas as fases seguintes qual time terá a vantagem de jogar a partida de volta em casa, sendo sempre o time de melhor colocação a ter este direito.

Caso duas equipes de um mesmo país se classifiquem para a fase semifinal, elas obrigatoriamente terão que se enfrentar, mesmo que o emparceiramento não aponte para isso. Se na decisão, uma das equipes for do México, a primeira partida da final será obrigatoriamente em território mexicano.

Tabela de classificação
Pos. Primeiros dos grupos Pts J V E D GP GC SG
1 Brasil Fluminense 13 6 4 1 1 11 3 +8
2 Brasil Flamengo 13 6 4 1 1 9 4 +5
3 Argentina River Plate 12 6 4 0 2 14 8 +6
4 México Atlas 11 6 3 2 1 11 6 +5
5 Brasil Cruzeiro 11 6 3 2 1 11 7 +4
6 Argentina Estudiantes 11 6 3 2 1 9 5 +4
7 Colômbia Cúcuta Deportivo 11 6 3 2 1 7 4 +3
8 Brasil São Paulo 11 6 3 2 1 6 4 +2
Pos. Segundos dos grupos Pts J V E D GP GC SG
9 Uruguai Nacional 12 6 4 0 2 9 5 +4
10 Brasil Santos 10 6 3 1 2 13 6 +7
11 Equador LDU Quito 10 6 3 1 2 10 5 +5
12 Argentina Boca Juniors 10 6 3 1 2 12 9 +3
13 Argentina Lanús 10 6 2 4 0 9 6 +3
14 Argentina San Lorenzo 10 6 3 1 2 8 7 +1
15 México América 9 6 3 0 3 10 10 0
16 Colômbia Atlético Nacional 8 6 2 2 2 8 5 +3

Fase final[editar | editar código-fonte]

Oitavas de final Quartas de final Semifinais Final
 29 de abril a 8 de maio  14 a 22 de maio  27 de maio a 4 de junho  25 de junho e 2 de julho
                                                 
 Brasil Fluminense 2 1 3  
 Colômbia Atlético Nacional 1 0 1  
   Brasil Fluminense 0 3 3  
   Brasil São Paulo 1 1 2  
 Brasil São Paulo 0 2 2
 Uruguai Nacional 0 0 0  
   Brasil Fluminense 2 3 5  
   Argentina Boca Juniors 2 1 3  
 México Atlas 1 2 3  
 Argentina Lanús 0 2 2  
   México Atlas 2 0 2
   Argentina Boca Juniors 2 3 5  
 Brasil Cruzeiro 1 1 2
 Argentina Boca Juniors 2 2 4  
   Brasil Fluminense 2 3 5 (1)
   Equador LDU Quito (pen) 4 1 5 (3)
 Argentina Estudiantes 0 2 2  
 Equador LDU Quito 2 1 3  
   Equador LDU Quito (pen) 1 1 2 (5)
   Argentina San Lorenzo 1 1 2 (3)  
 Argentina River Plate 1 2 3
 Argentina San Lorenzo 2 2 4  
   Equador LDU Quito (gf) 1 0 1
   México América 1 0 1  
 Colômbia Cúcuta Deportivo 0 0 0  
 Brasil Santos 2 2 4  
   Brasil Santos 0 1 1
   México América 2 0 2  
 Brasil Flamengo 4 0 4
 México América 2 3 5  

Final[editar | editar código-fonte]

Jogo de ida
25 de junho LDU Quito Equador 4 – 2 Brasil Fluminense Estádio Casablanca, Quito
19:50 (UTC-5)
Bieler Gol marcado aos 2 minutos de jogo 2'
Guerrón Gol marcado aos 29 minutos de jogo 29'
Campos Gol marcado aos 34 minutos de jogo 34'
Urrutia Gol marcado aos 45 minutos de jogo 45'
Relatório Conca Gol marcado aos 12 minutos de jogo 12'
Thiago Neves Gol marcado aos 52 minutos de jogo 52'
Público: 26 662
Árbitro: ChileCHI Carlos Chandía
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
LDU
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Fluminense


Jogo de volta
2 de julho Fluminense Brasil 3 – 1 (pro) Equador LDU Quito Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
21:50 (UTC-3)
Thiago Neves Gol marcado aos 12 minutos de jogo 12', Gol marcado aos 28 minutos de jogo 28', Gol marcado aos 58 minutos de jogo 58' Relatório Bolanõs Gol marcado aos 6 minutos de jogo 6' Público: 78 918
Árbitro: ArgentinaARG Héctor Baldassi
    Penalidades  
Conca Erro
Thiago Neves Erro
Cícero Convertido
Washington Erro
1–3 Convertido Urrutia
Erro Campos
Convertido Salas
Convertido Guerrón
 
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Fluminense
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
LDU

Premiação[editar | editar código-fonte]

Copa Libertadores da América de 2008
Flag of Ecuador.svg
LDU
Campeã
(1º título)

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]