Toyota Motor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2010). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde janeiro de 2014). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Toyota Motor Corporation
Toyota Logo.jpg
Toyota Group Pavilion.jpg
Slogan Moving Forward
Tipo Pública
Cotação TYO: [1], LSE: [2], NYSE: [3]
Fundação 1933
Sede Toyota, Aichi
 Japão
Pessoas-chave Hiroshi Okuda, Director
Akio Toyoda, Presidente
Empregados 316.121
Produtos Automóveis
Lucro [[4]]mais de 18 milhões USD (2012)
Página oficial www.toyota.com

Toyota Motor Corp. (TMC) (em Japonês: トヨタ自動車株式会社) é uma empresa produtora de automóveis, com sede na cidade de Toyota, província de Aichi, no Japão. Além da marca Toyota, é proprietária das marcas Lexus, Scion e Daihatsu.

Em 2014 a Toyota manteve a sua liderança mundial em número de vendas de automóveis, acima da Volkswagen e General Motors. [1]

Origens na Toyota Automatic Loom — 1936[editar | editar código-fonte]

O nome original da família era Toyoda, mas, por questões numerológicas, a indústria foi batizada como Toyota.

As origens da empresa remontam à criação de uma secção dedicada à produção de automóveis na, já existente, empresa de fabricação de teares automáticos, chamada Toyoda Automatic Loom, em setembro de 1933.

Os automóveis[editar | editar código-fonte]

Sede da Toyota Motor, localizada na cidade de Toyota, província de Aichi, na margem da rodovia nacional 248, inaugurada em fevereiro de 2005.

O sistema Toyota de Produção revolucionou a industria automobilística com um sistema que aumentou a produtividade e a eficiência, evitando o desperdício. Modelo criado por Taichi Ohno, que foi idealizador da 3° revolução Industrial.

Sendo que os automóveis japoneses teve um grande crescimento com a implementação desse sistema e a Toyota recebeu diversos prêmios de qualidade, que colaborou com a sua chegada ao posto de Maior Montadora do Mundo em 2006, que só foi perdido em 2011, após um Terremoto no Japão seguido por um Tsunami, que causou uma grande crise nas empresas do país, mas a 1° colocação foi recuperada um ano depois.

Toyota Corolla, o carro mais vendido da história, com mais de 30 milhões de unidades vendidas.

Pouco depois, esta secção da empresa produzia o primeiro motor, um seis cilindros em linha de 3,4 litros, com o nome de tipo A, em setembro de 1934, usado para produzir o protótipo do primeiro automóvel de passageiros, o modelo A1, que foi concluído em maio de 1935 e o utilitário de modelo G1, em Agosto de 1935. Em 1936, iniciou-se a produção dos modelos de passageiros AA.

Com o lucro recorde de 2006, a Toyota esteve muito perto de superar a norte-americana GM, tornando-se a maior fabricante de automóveis do mundo.

No mês de maio de 2007, foi considerada a maior fabricante de automóveis do mundo, tendo, assim, superado a antiga rival norte-americana GM. Transformou-se na maior montadora do mundo, sempre fiel ao seu lema "um cliente é para sempre".[2]

No Brasil, a empresa completou 50 anos no dia 23 de janeiro de 2008. Em 1969 Kazuo Sakamaki, que fora o primeiro prisioneiro de guerra dos EUA na II Guerra Mundial capturado no ataque a Pearl Harbor (7 de Dezembro de 1941), foi nomeado presidente da filial brasileira da empresa. Meio século de história no país fez da Toyota uma empresa sólida, garantindo uma firme estrutura para possibilitar crescimento ainda maior no futuro. Uma história de sucesso, aliada ao forte compromisso com os princípios da empresa, resultou em prêmios como o de “Empresa Mais Admirada do Brasil” no setor automobilístico pelo quarto ano consecutivo, concedido pela revista CartaCapital.

A Toyota abriu o ano de 2008 com o slogan “Ampliando Horizontes”, e em março anunciou o lançamento da 10ª geração do Corolla, que veio para repetir o sucesso da geração anterior, dando continuidade à trajetória de conquistas da montadora no Brasil. É assim que a Toyota está determinada a crescer - com a mesma paixão e entusiasmo de quem um dia sonhou e montou no Brasil sua primeira fábrica fora do Japão. Para a Toyota, ampliar horizontes é imaginar e acreditar no futuro.

A Toyota bateu seu recorde histórico de vendas no Brasil, em 2008, com a comercialização de 80.884 unidades, o que representa um crescimento de 12% no comparativo com o ano anterior, quando foram vendidas 70.024 unidades. É a primeira vez que a montadora atinge volume de vendas superior a 80 mil unidades no País.

Ainda que a companhia seja hoje mais conhecida pelos carros que produz, seguindo o modelo produtivo Toyotismo, continua ainda no negócio da produção de têxteis.

Referências

  1. Toyota Leads Global Vehicle Sales, New York Times, 27 de Outubro 2014,
  2. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas ReferenceA

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Toyota Motor

Referências