Registro de Identidade Civil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Frente de um cartão RIC, atualmente em uso restrito como proposta de novo modelo de cédula de Identidade brasileira

Registro de Identidade Civil (RIC) é denominação de um projeto para uma nova cédula de identidade brasileira. O documento usa tecnologia smart card, similar a um cartão de plástico com chip, reunirá os dados da cédula de identidade atual, CPF e título de eleitor, dentre outros, sendo integrado ainda com sistema informatizado de identificação de impressões digitais, o AFIS. O RIC foi concebido com objetivo de integrar todos os bancos de dados de identificação do Brasil.

O documento foi lançado oficialmente no dia 30 de dezembro de 2010, os primeiros cartões foram distribuídos em sete municípios: Brasília (Distrito Federal), Rio de Janeiro (Rio de Janeiro), Salvador (Bahia), Hidrolândia (Goiás), Ilha de Itamaracá (Pernambuco), Nísia Floresta (Rio Grande do Norte) e Rio Sono (Tocantins).[1]

Depois dessa primeira fase, o projeto foi suspenso sem data para ser retomado[2] .

Notas e referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]