Rodovia Padre Manuel da Nóbrega

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
SP-055.png
Rodovia Padre Manuel da Nóbrega
(nome oficial)
Trecho da SP-055.png SP-55
Extensão 118 km
Inauguração 1961[1]
Limite leste SP-055.png Rod. Cônego Domênico Rangoni, Cubatão, SP
Interseções
Limite oeste BR 116.png Rod. Régis Bittencourt, Miracatu, SP
Concessão Ecovias
DER-SP
Sistema Anchieta-Imigrantes
oeste
< Trecho em projeto
SP-055.png
SP-55
leste
Cônego Domenico Rangoni >

Rodovia Padre Manuel da Nóbrega (SP-55) estabelece ligação entre Cubatão, São Vicente, Praia Grande, Mongaguá, Itanhaém e Peruíbe, situadas no litoral de São Paulo, e Itariri, Pedro de Toledo e Miracatu, no Vale do Ribeira, onde termina no entroncamento com a Rodovia Régis Bittencourt (BR-116).

Começou a ser construída em 1951[2] , mas suas obras acabaram sendo paralisadas, só sendo inaugurada em 1961[3] . A duplicação no trecho entre Itanhaém e Peruíbe foi entregue em 2006[4] .

É duplicada entre Cubatão e Peruíbe e apresenta um trecho de pista simples em mão dupla entre Peruíbe e Miracatu.

A rodovia SP-55 já foi anteriormente chamada de Rodovia Pedro Taques no trecho desde a Via Anchieta, em Cubatão, até a "Curva do 'S'", na Praia Grande. Hoje, esse trecho, pertence ao Sistema Anchieta-Imigrantes, estando em Sistema de Concessão Privada. O trecho restante da Rodovia, entre Praia Grande e Miracatu, continua sobre administração e cuidados diretos da Administração Pública Estadual.

Visão da rodovia no bairro Jussara, em Mongaguá

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]